Carreira

Confiram as últimas notícias atualizadas sobre carreira e mercado de trabalho. 

 
O índice registrou ligeira alta de 0,5 ponto em fevereiro, ante janeiro. Na comparação anual, o indicador avançou 11,7 pontos [...]
sex, fev , 2017
Houve piora tanto das expectativas, quanto da avaliação sobre a situação atual, conforme índice da FGV [...]
sex, fev , 2017
Confira as principais notícias desta sexta-feira [...]
sex, fev , 2017
O índice registrou queda de 0,05% na medição, após subir 0,02% no período anterior [...]
sex, fev , 2017
A instituição destaca, porém, que, após dez trimestres seguidos de retração no crédito, houve crescimento na carteira de financiamentos [...]
qui, fev , 2017
Na segunda-feira, a empresa de call centers havia comunicado a elevação da fatia do fundo de pensão de 3,67% para 6,72% das ações ON [...]
qui, fev , 2017
Resolução 4.558 entra em vigor em 1 de setembro deste ano e substitui regra de 1986 que tratava do tema [...]
qui, fev , 2017
Ao longo do ano, o Banco Central recebeu R$ 3,403 bi de instituições que estão em liquidação extrajudicial e parcelaram dívidas [...]
qui, fev , 2017
A companhia disse que a iniciativa tem como objetivos aumentar a governança, a transparência e a capacidade de investimento [...]
qui, fev , 2017
O primeiro pedido à filial brasileira do BMW X1 para a região ocorreu em abril de 2016 [...]
qui, fev , 2017
A pesquisa levou em conta as avaliações de mais de 20 mil funcionários sobre o seu emprego, incluindo fatores como relacionamento com o chefe, relacionamento com colegas, ambiente de trabalho, salários, entre outros [...]
qui, fev , 2017
Um bom salário é um dos principais atrativos de uma empresa quando um profissional busca por um emprego [...]
qui, fev , 2017
Decisão tomou como base artigo da CLT para configurar período de espera como tempo à disposição [...]
qua, fev , 2017
Colunista da Harvard Business Review garante: as pessoas devem dizer que querem um novo cargo [...]
ter, fev , 2017
As inscrições podem ser feitas até o dia 15 de maio [...]
ter, fev , 2017
Multa adicional deve ser eliminada gradualmente, conforme o texto que aguarda despacho na Câmara [...]
ter, fev , 2017
De acordo com o portal Love Mondays, o varejista tem nota 3,5 em um total de 5 pontos quando se trata da satisfação geral dos funcionários [...]
ter, fev , 2017
Enviar o currículo para empresas pode ficar mais fácil; em breve no Brasil [...]
sex, fev , 2017
É preciso tomar cuidado com o contato durante as folgas, explica advogada especialista em Direto do Trabalho [...]
sex, fev , 2017
O governo pretende, com essa medida, diminuir os gastos das empresas com demissões [...]
sex, fev , 2017

Alguns conceitos:

O conceito de carreira profissional engloba os conhecimentos específicos da área escolhida, os cursos, graduações, MBA, especializações, as rotinas de trabalho, as atividades extracurriculares, as promoções de cargos recebidas, os projetos construídos, o desafios enfrentados, ou seja, toda a experiência praticada ao longo da vida profissional.
Os profissionais que desejam ser bem-sucedidos e se destacarem no mercado devem buscar o crescimento contínuo e o desenvolvimento de sua carreira. Algumas atitudes como: possuir metas definidas, comunicação eficiente, leitura assídua, bons relacionamentos interpessoais, a prática de network, podem contribuir significativamente para este upgrade.Disposição: É a capacidade de estar sempre alerta, disposto e disponível para as mais diferentes tarefas, sem ninguém mandar. Pessoas muito dispostas são cada vez mais essenciais, pois têm uma capacidade de trabalho redobrada, não desanimam facilmente e servem de exemplo para quem as rodeia.
Pontualidade: É cada vez mais valorizada. Trata-se de sinal de respeito e comprometimento com os demais. Ser pontual não significa apenas chegar no horário, mas cumprir prazos ou negociá-los, previamente. Implica também dar retorno aos e-mails, telefonemas ou quaisquer solicitações o mais rapidamente.
“Estudabilidade”: Inventei esta palavra, para resumir uma atitude importantíssima: a determinação em aprender, estudar, pesquisar, procurar alternativas e soluções para problemas e desafios. Há pessoas que conseguem resolver situações difíceis, pelo estudo de casos solucionados por outros indivíduos.
Proatividade: Um dos significados do prefixo “pro” é antecipação. A pessoa proativa está sempre se antecipando aos acontecimentos, fazendo planos de como agir no futuro baseado em uma análise racional do presente, identificando e selecionando alternativas para diferentes cenários. Pessoas assim resolvem os desafios antes de se transformarem em problemas.
Resiliência: É a habilidade do indivíduo para superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas sem entrar em desespero. É também a capacidade de enfrentar e resolver problemas sem se abater ou desanimar. Indivíduos resilientes conseguem, muitas vezes, transformar sofrimento em aprendizado.
Profissionalismo: É a determinação do indivíduo de cumprir seu trabalho de maneira correta e bem planejada. É também a atitude de sempre entregar tudo o que é combinado em todas as áreas profissionais. Pessoas assim se desdobram para cumprir a palavra ou seus compromissos de qualquer maneira.
Coragem: É a capacidade de enfrentar desafios com confiança e destemor ou de se expor em situações de crise ou dificuldade com confiança e firmeza, mesmo correndo riscos que a maioria não aceitaria. Pessoas assim contagiam todos a sua volta, com seu exemplo de enfrentar os problemas mais difíceis em primeiro lugar.
Temperança: Significa equilibrar-se, colocar-se sob limites e procurar assegurar o domínio da vontade sobre os instintos. Ter temperança é uma qualidade de quem modera o que faz, não age apenas pelas suas vontades e que sabe tomar decisões equilibradas. Significa ter a capacidade de medir muito bem as consequências de seus atos.
Altruísmo: A palavra altruísmo foi criada pelo filósofo francês Auguste Comte, que a definiu como “o grupo de disposições que inclinam os seres humanos a se dedicar aos outros”. É a atitude de abdicar de interesses pessoais em benefício de outra pessoa ou do interesse coletivo. Pessoas altruístas conquistam a admiração e o respeito por seus atos, não por suas palavras.
Empatia: É a capacidade psicológica de compreender pensamentos e emoções, procurando experimentar, de maneira objetiva e racional, os sentimentos dos outros indivíduos. É a habilidade de se colocar no lugar das pessoas, para compreender de que modo elas tomam suas decisões, não necessariamente para ajudá-las, mas para negociar melhor, por exemplo.Fonte: 10 atitudes positivas para o sucesso profissional | Portal Carreira & Sucesso

Segundo Martins (2001), etimologicamente a palavra carreira se origina do latim medieval via carraria, que significa estrada rústica para carros. Mas o conceito de carreira, tal qual o conhecemos hoje, como trajetória da vida profissional, é recente, tendo aparecido no século XIX. A palavra quer dizer “um ofício, uma profissão que apresenta etapas, uma progressão” (Chanlat, 1995, p. 69).

O conceito de carreira pode ser dividido em duas fases distintas: um conceito tradicional e um conceito moderno, com uma ruptura que se dá a partir dos anos 1970.

Na abordagem tradicional, ainda encontrada em alguns países, regiões ou empresas, a carreira é preponderantemente feita por um homem pertencente aos grupos socialmente dominantes. É marcada por relativa estabilidade e, progressão linear vertical; e existe certa estabilidade no emprego (Chanlat, 1995, p. 72). Essa abordagem era consoante ao tipo de sociedade masculina e de certa estabilidade, comum até os anos 1970.

Nessa perspectiva tradicional, há uma mentalidade de que os benefícios são direitos assegurados e de que as organizações empregadoras devem assumir a responsabilidade pelas carreiras de seus empregados. Em síntese, a carreira é da empresa, pois é ela que permite os acessos e gerencia o desenvolvimento. E o sucesso na carreira tradicional pode ser medido pelo quão alto se chegou na hierarquia da organização.

Carreira encontra-se entre as temáticas tradicionais quando se trata da gestão de pessoas nas organizações e, portanto, do campo de atuação dos psicólogos organizacionais. Entretanto, existe uma heterogeneidade visível nesse campo, sendo que em um extremo estão as organizações que têm um sistema elaborado para articular a trajetória dos profissionais às estratégias da empresa, e, no outro, estão aquelas organizações nas quais predominam as escolhas subjetivas de pessoas para a ascensão. Esse quadro reflete o contexto atual que cerca o trabalho e a gestão das empresas. O ambiente preponderantemente estável de alguns anos atrás, no qual o modelo de organização como máquina era paradigmático, deixa de apresentar a mesma eficácia. Essa mudança vai de encontro aos pressupostos de linearidade adotados no taylorismo, levando a uma série de questionamentos sobre o desenvolvimento de carreira e as suas perspectivas (Gadrey, 1991). Desse modo, está instalado um debate: se a carreira passará a existir somente para alguns, que detêm emprego e as core competencespara a empresa; se, por outro lado, a carreira será questão pessoal, de forma que cada sujeito poderá ter diversas carreiras ao longo do tempo ou mesmo algumas ao mesmo tempo, ou, finalmente, se a carreira deixará de existir.

Conforme Schein (1995) a carreira é uma questão muito importante para o futuro, porque as rápidas mudanças no trabalho e nas organizações enfatizam atividades que exigem mais flexibilidade, permeadas por redes mais complexas de relações. O autor salienta que a globalização e as novas tecnologias reduzem os limites das organizações, dos empregos e dos papéis exercidos pelos profissionais, gerando aumento nos níveis de ansiedade. As mudanças em nível macro levam as organizações a se reestruturarem através de downsinzing,em decorrência dos efeitos do aumento da competitividade e da formação de novos tipos de relacionamentos no trabalho. Por seu lado, o trabalho torna-se mais complexo, com mais pessoas trabalhando em atividades de serviço, de concepção e funções de assessoria. Dentro desse quadro, as organizações estão horizontalizando as suas estruturas hierárquicas e concedendo poder aos empregados, ao mesmo tempo em que se tornaram mais diferenciadas e complexas. As sub-unidades organizacionais estão mais interdependentes e valoriza-se mais os canais de comunicação laterais. Os valores sócio-culturais de preocupação com a família, o próprio indivíduo e o trabalho, estão mudando. Muitas pessoas valorizam mais a qualidade de vida do que os padrões de sucesso no trabalho e na carreira.

Atualizado por em .

The following two tabs change content below.

Alexandre Queiroz

Alexandre Queiroz é Carioca legítimo,amante de sua cidade (Rio de Janeiro), muito bem casado, amante de novas Tecnologias, Música Eletrônica, Carros, Viajar, Cachorros e etc. Este site/blog é utilizado somente para compartilhar notícias, guardar soluções próprias, dicas e sem fins lucrativos... É utilizado como hobbie e para armazenar conhecimento.