• Category Archives: Dicas

Instalar Windows 7 utilizando um pendrive

Instalar Windows 7 utilizando um pendrive

Uma necessidade nos dias de hoje onde a maioria dos dispositivos saem de fábrica sem drives de CD/DVD, é Instalar Windows 7 utilizando um pendrive. Confira abaixo um tutorial elaborado pelo Baboo:

I. Insira o seu pendrive na porta USB

II. Abra o prompt de comando clicando no botão Iniciar, digite cmd na caixa de busca e tecle ENTER:

instalar Windows pelo pendrive - cmd

III. Digite os comandos abaixo, sempre pressionando após cada um:

1. Diskpart (uma nova janela será aberta, espere até o cursor aparecer):

instalar Windows pelo pendrive - diskpart

2. List Disk

instalar Windows pelo pendrive - List Disk

3. Select Disk 1 (substitua o 1 pelo número referente ao seu pendrive). Você saberá o número correto ao visulizar o tamanho do pendrive na coluna Tamanho: no caso abaixo, o Disco 1 tem 3810 MB, que equivale a pouco menos de 4GB, e que é o tamanho correto do pendrive – então devemos usar List Disk 1.

Se o Tamanho 3810 MB tivesse Disco 2 ou Disco 3 à sua esquerda, nós usaríamos List Disk 2 e List Disk 3 respectivamente.

instalar Windows pelo pendrive - listdisk 2

4. Clean

instalar o Windows 7 a partir de um pendrive - Clean

5. Create partition primary

instalar o Windows 7 a partir de um pendrive - create partition primary

6. Active

instalar o Windows 7 a partir de um pendrive - active

7. Format fs=fat32 quick
(o uso do FAT32 ao invés do NTFS é recomendado pois as BIOS UEFI dos computadores novos não bootam pendrives formatados em NTFS)

instalar o Windows 7 a partir de um pendrive - formatinstalar o Windows 7 a partir de um pendrive - format final

8. Assign

instalar o Windows 7 a partir de um pendrive - assign

9. Exit

Copiando os arquivos

Agora, coloque o DVD do Windows 7 no drive e copie todo o conteúdo para o pendrive. Para fazer isso:

1. Selecione todo conteúdo do DVD e clique Copiar com o botão direito do mouse:

Como instalar Windows pelo pendrive - copiar

2. No disco do pendrive, clique com o botão da direita do mouse e Colar:

Como instalar Windows pelo pendrive - colar

Depois disso, basta colocar seu pendrive na máquina desejada, iniciar o sistema por ele e fazer a instalação do Windows 7.

Se você tem o Windows 7 em um arquivo .ISO

Neste caso você precisará expandir o arquivo .ISO diretamente no pendrive. Para isso eu sugiro você instalar o excelente e gratuito 7-zip (ao invés do WinRAR que todos usam) em� http://www.7-zip.org/.

Como instalar Windows pelo pendrive - 7zip

Faça o download da versão correta do 7-Zip: 32-bits ou 64-bits dependendo da versão do Windows que você está utilizado (para saber, basta ir no Painel de Controle > Sistema) e instale-o. Se você estiver em dúvida, instale a versão 32-bits.

Para mudar de idioma do 7-zip para português, vá no menu Iniciar > 7-Zip > abra o programa 7-Zip File Manager > clique em Tools > Options > Language e escolha Portuguese (Brasil). Clique em OK:

Como instalar Windows pelo pendrive - 7-zip

Com o 7-Zip instalado, basta você clicar com o botão da direita do mouse no arquivo .ISO e escolher Extrair aqui e os arquivos serão extraídos.

Como instalar Windows pelo pendrive - extrair

Agora você deve selecionar todos os arquivos extraídos (não selecione o arquivo .iso original) e copiá-los para o pendrive seguindo os dois passos listados no item Copiando os arquivos acima

Observação: você pode extrair os arquivos diretamente no pendrive com o 7-Zip usando a opção Extrair arquivos.., mas essa tarefa é muito mais lenta do que se você extrair na mesma pasta do arquivo .ISO e copiá-los para o pendrive em seguida.

Fonte: Baboo – Acessado em 22/05/2017

Compartilhe:

Optimize Press: 40 códigos css para você turbinar seu site

Optimize Press: 40 códigos css para você turbinar seu site

Se você estiver usando OptimizePress 2.0 e quiser personalizar o estilo do seu blog, você provavelmente sabe que não há nenhuma maneira mais simples de fazer isso, especialmente se você não é um programador.

Neste artigo, vou compartilhar os 40 códigos CSS mais solicitados que você pode usar para personalizar o seu blog.

Adicione o código que você deseja em: Configurações de Blog → Configurações Globais → CSS Personalizado:

Customizar Navegação do Blog

#1 Alterar Tamanho do Logo

.banner .op-logo img {

max-width: 200px; /* Padrão 250px */

}

#2 Alterar Espaçamento Superior e Inferior do Logo

.banner .op-logo {

padding: 25px 0; /* Padrão 40px */

}

#3 Alterar a Margem Superior do Menu de Navegação

body #nav-side.navigation #navigation-alongside {

margin-top: 25px; /* Padrão 40px */

}

#4 Editar o Espaçamento Lateral dos Links do Menu

/* Menu principal */

body .navigation ul li a {

line-height: 1em; /* Padrão 1.1em */

padding: 0.5em 1.1em; /* Padrão 1.1em 1.2em */

text-decoration: none;

}

/* Sub-menu */

body .navigation ul ul li a {

height: auto;

min-width: 120px; /* Padrão 180px */

padding: 0.5em 1.1em; /* Padrão 1.2em 1.5em */

text-align: left;

}

#5 Mudar Cor de Fundo do Menu de Navegação Quando o Mouse Está em Cima

body #nav-side.navigation ul#navigation-alongside li:hover a {

background-color: #F5F5F5; /* Editar cor */

}

#6 Mudar o Tamanho do Banner ou Cabeçalho

.banner .banner-logo {

height:145px; /* Editar px */

}

#7 Alterar Altura do Menu de Navegação Abaixo do Banner ou Cabeçalho

/* Menu principal */

body .navigation ul li a {

line-height: 1em; /* Padrão 1.1em */

padding: 1em 1.2em; /* Padrão 1.1em 1.2em */

text-decoration: none;

}

/* Sub-menu */

body .navigation ul ul li a {

height: auto;

min-width: 120px; /* Padrão 180px */

padding: 1em 1.2em; /* Padrão 1.2em 1.5em */

text-align: left;

}

#8 Centralizar o Menu de Navegação Superior ou do Rodapé

body .navigation ul {

text-align: center;

}

body .navigation ul li {

float: none;

display: inline-block;

text-align: center;

}

body .container .navigation ul {

text-align: center;

}

body .container .navigation ul li {

float: none;

display: inline-block;

text-align: center;

}

#9 Alterar o Fundo Quando o Mouse Está Ativo do Menu de Navegação do Topo

body #nav-top.navigation ul#navigation-above li:hover a {

background-color: #F5F5F5; /* Editar cor */

}

#10 Alterar o Tamanho do Menu de Navegação do Topo

body #nav-top.navigation ul li a, body #nav-top.navigation ul ul li a {

line-height: 1.1em; /* Padrão 1.1em */

padding: 1.2em 1.2em; /* Padrão 1em, 1.2em */

}

#11 Alinhar o Menu de Navegação do Topo a Direita

body .navigation ul#navigation-above li {

float: right;

}

#12 Esconder Imagem do Banner/Cabeçalho

.banner {

display: none;

}

#13 Esconder Menu de Navegação Abaixo do Banner/Cabeçalho

#nav-bottom {

display: none;

}

#14 Esconder Navegação do Topo

#nav-top {

display: none;

}

Personalizar Post do Blog

#15 Alterar a Cor do Título do Post

.latest-post h2 a, .older-post h4 a {

color: #0000FF; /* Editar cor */

}

#16 Alterar o Título do Artigo Quando o Mouse Estiver em Cima e Remover o Sublinhado do Título

.latest-post h2 a:hover, .older-post h4 a:hover {

color: #FF0000; /* Editar cor */

text-decoration: none; /* Padrão underline */

}

#17 Alterar Cor dos Links e a Cor Quando o Mouse em Cima

/* Cor do Link do Conteúdo */

.latest-post p a, .post-content p a, .older-post p a, .latest-post li a, .post-content li a, .older-post li a, .main-sidebar a {

color: #0000FF; /* Editar cor */

text-decoration: none;

}

/* Cor do Link com Mouse em cima */

.latest-post p a:hover, .post-content p a:hover, .older-post p a:hover, .latest-post li a:hover, .post-content li a:hover, .older-post li a:hover, .main-sidebar a:hover {

color: #FF0000; /* Editar cor */

text-decoration: underline;

}

/* Cor do Link do Comentário */

a, a:visited {

color: #0000FF; /* Padrão #2E82BC */

outline: 0 none;

text-decoration: none;

}

/* Cores dos Links dos Comentários com Mouse em Cima */

a:hover, a:focus {

color: #FF0000; /* Padrão #005800 */

outline: 0 none;

}

/* Categorias Sidebar, Cor do link d lista de páginas no widget */

.page-list li a, .widget_nav_menu li a, .widget_meta li a, .widget_categories li a, .widget_pages li a {

color: #0000FF; /* Padrão #202020 */

}

/* Categorias Sidebar, Cor do link d lista de páginas no widget com mouse em cima */

.page-list li a:hover, .widget_nav_menu li a:hover, .widget_meta li a:hover, .widget_categories li a:hover, .widget_pages li a:hover {

color: #FF0000; /* Editar cor */

}

#18 Alterar o Espaçamento do Texto do Título do Post

h1, h2, h3, h4, .main-content h4, .latest-post h2 a, .latest-post h1.the-title {

letter-spacing: 1px; /* Editar px */

}

#19 Alterar o Tamanho da Imagem em Destaque

.main-content-area img.wp-post-image {

height: 165px; /* Editar px */

min-width: 50%; /* Edit % */

}

#20 Remover Data do Post

.date-extra {

display: none;

}

.post-meta {

border-right: none !important;

}

#21 Remover Nome do Autor

.post-meta a {

padding-left: 0; /* Editar px se necessário */

border-left: none;

}

.post-meta a:first-child {

display: none;

}

#22 Remover o Nome do Autor, Quantidade de Comentários e Data do Post

.post-meta {

display: none;

}

#23 Alterar a Cor do Link Continue Lendo

.latest-post .continue-reading a, .post-content .continue-reading a, .older-post .continue-reading a {

color: #0000FF; /* Editar cor */

}

#24 Remover o Sublinhado do Link Continue Lendo Quando Mouse em Cima

.latest-post .continue-reading a:hover, .post-content .continue-reading a:hover, .older-post .continue-reading a:hover {

text-decoration: none; /* Padrão underline */

}

#25 Alterar Fundo dos Posts Recentes da Página Principal (Estilo do Tema 1 e 2)

.main-content-area .section-header span {

background-color: #F2F2F2; /* Padrão #FFFFFF */

padding-right: 12px; /* Padrão 10px */

top: -3px; /* Padrão -2px */

}

#26 Editar Fonte e Barra Cinza dos Últimos Posts na Página Principal (Estilo do Tema 1 e 2)

.main-content-area .section-header {

background-color: #F2F2F2; /* Padrão #EEEEEE */

color: #FF0000; /* Padrão #707070 */

font-size: 14px; /* Padrão 11px */

font-weight: 700;

height: 12px; /* Padrão 8px */

line-height: normal;

margin: 30px 0; /* Padrão 20px */

padding: 3px; /* Padrão 0 */

}

#27 Remover Imagem Destacada de Cada Artigo Individual

/* DICA: Adicione o código dentro do Artigo. Vá em Editar Post → Configurações do OptimizePress → Outros Scripts → CSS Personalisado */

.main-content-area img.wp-post-image {

display: none;

}

#28 Alterar Comentário do WordPress

/* Tamanho da fonte do comentário */

.comments-container .comments-panel p {

font-size: 16px !important;

line-height: 26px !important;

}

/* Nome do autor do comentário */

.comments-container .comment-meta a {

font-size: 16px !important;

}

/* Data do comentário */

.comments-container .comment-meta span {

font-size: 13px !important;

}

/* Botão enviar */

.silver-button {

font-size: 14px;

}

/* Tabs de comentários */

.comments-container .tabs li a {

font-size: 14px;

}

.comments-container .tabs li.selected a {

font-size: 14px;

}

/* Link de resposta */

.comments-container .comment-meta a.comment-reply-link {

font-size: 13px;

}

/* Nome, email e site */

#leave-reply label {

font-size: 14px;

}

/* Quando campo obrigatório */

#leave-reply .form-submit p {

font-size: 13px;

}

 

Personalizar Blog Sidebar

#29 Alterar Cor do Fundo do Sidebar (Estilo do Tema 1, 2, e 3)

/* Fundo do Sidebar */

.main-content .sidebar-bg {

background-image: none;

background: #F5F5F5; /* Editar cor */

}

/* Seção do Sidebar */

.sidebar-section {

border-bottom: 1px solid #F5F5F5; /* Padrão #EAEAEA */

box-shadow: 0 2px 0 #F5F5F5; /* Padrão 0 5px 0 #F7F7F7 */

padding: 20px; /* Padrão 22px */

}

#30 Alterar o Posts Recentes – Widget do Sidebar

/* Aba */

.minipost-area ul.tabs li a {

color: #0000FF; /* Padrão #EAEAEA */

background-color: #CCCCCC; /* Edita cor do background */

padding: 4px 8px; /* Padrão 8px 10px */

font-family: ‘Source Sans Pro’, sans-serif; /* Editar fonte */

font-size: 15px;

}

/* Aba com mouse ativo */

.minipost-area ul.tabs li a:hover {

color: #FF0000; /* Editar a cor quando ativo */

background-color: #F5F5F5; /* Editar a cor do fundo da aba quando ativo */

text-decoration: none; /* Padrão underline */

}

/* Cor do link da aba dos posts */

.article-list li h4 a {

color: #0000FF; /* Padrão #202020 */

font-size: 15px; /* Padrão 14px */

font-family: ‘Source Sans Pro’, sans-serif; /* Editar fonte family */

font-weight: 400; /* Padrão 700 */

line-height: 1.4em;

}

/* Cor do link ativo da aba do post */

.article-list li h4 a:hover {

color: #FF0000; /* Editar cor */

}

/* Cor do link da aba comentário */

.article-list li p a {

color: #F5F5F5; /* Padrão 14px */

font-size: 13px; /* Padrão 11px */

font-weight: 700;

}

/* Cor do link ativo das abas de comentários */

.article-list li p a:hover {

color: #FFB573; /* Editar cor */

}

#31 Alterar Título dos Widgets do Sidebar

.main-sidebar .widget h4 {

color: #000000; /* Editar cor */

border-bottom: 2px dotted #999999; /* Padrão 1px dotted #DDDDDD */

font-size: 20px; /* Padrão 20px */

margin-bottom: 15px; /* Padrão 10px */

padding-bottom: 15px; /* Padrão 10px */

padding-top: 0;

}

 

Customização do Rodapé do Blog

#33 Alterar Cor de Fundo e Espaçamento do Rodapé

.footer {

background: #FBFBFB; /* Editar cor */

padding: 5px 20px; /* Padrão 0 20px */

}

#34 Alterar a Cor e Fonte do Texto do Rodapé o Rodapé

.footer li a {

color: #0000FF; /* Padrão #000000 */

font-size: 15px; /* Padrão 13px */

font-family: ‘Source Sans Pro’, sans-serif; /* Editar fonte */

font-style: normal;

font-weight: 400; /* Padrão 700 */

}

#35 Alterar a Cor do Link do Rodapé Quando o Mouse Está em Cima

.footer li a:hover {

color: #FF0000; /* Editar cor */

text-decoration: underline; /* Padrão none */

}

#36 Editar Fonte e Tamanho do Texto do Copyright no Rodapé

.footer p {

font-size: 14px; /* Padrão 13px */

font-family: ‘Source Sans Pro’, sans-serif; /* Editar fonte */

font-weight: 400; /* Editar se preciso */

}

#37 Centralizar o Texto e Menu de Navegação do Texto de Copyright 

.footer .footer-left {

float: none;

text-align: center;

padding-bottom: 10px; /* Editar px */

}

.footer ul {

float: none;

text-align: center;

}

.footer ul li {

float: none;

display: inline-block;

}

#38 Remover a Linha Inferior do Menu do Topo (Estilo do Tema 1)

.footer-content {

background-image: none;

}

Personalizações Diversas

#39 Alterar o Espaçamento de Texto dos Links dos Menus

.header-nav li a, .navigation li a, .footer ul li a, .sub-footer h4, .sub-footer .textwidget {

letter-spacing: 1px; /* Padrão 0.5px */

}

#40 Editar fundo do Blog (Estilo do Tema 1)

.wrapper {

background: #EEEEEE; /* Editar cor */

}

Fonte: Optimize Press na Prática – Acessado em 20/05/2017

 

Confira aqui no site uma postagem sobre a definição de Optimize Press

Compartilhe:

Como eliminar contatos duplicados no Android

Como eliminar contatos duplicados no Android

Há toneladas de aplicativos no Google Play Store que permitem excluir contatos duplicados. Neste tutorial, vamos usar o aplicativo contactos duplicados .

É um processo extremamente simples de usar app e também tem uma boa reputação no Google Play Store.

Tudo que você precisa fazer é baixar e iniciar o aplicativo e ele irá verificar e mostrar todos os contatos duplicados automaticamente. Você pode desmarcar qualquer contato duplicado você gosta antes de excluir a mantê-lo seguro.

Para resolver esse incômodo, existem opções como o Duplicate Contacts, aplicativo disponível para download gratuito na Google Play Store. Compatível com praticamente qualquer aparelho que possua a versão 2.1 do Android (ou superior), o software vasculha seus contatos e indica aqueles que estão inseridos de forma duplicada.

 

ferramenta simples para ver e excluir contatos duplicados. Você pode ver uma lista de contatos organizados por nome ou por número e você pode selecionar quais apagar. Os contatos duplicados são automaticamente selecionados. Os contatos removidos são salvos em arquivo VCF em sdcard. Graças a Abdullah Al-Jaser para a versão árabe. Graças a Ahmet Bugra Aydin para a versão turca. Graças a Hagai Bloch Gadot para a versão em hebraico

Clique aqui para baixar

 

Compartilhe:

WSUS Fora do domino como fazer

WSUS Fora do domino como fazer

Este programa ajuda a usar o Windows Server Update Service (WSUS) em um computador, sem a necessidade de manipular o registro ou o uso de GPOs.

Características:

  • fácil de usar
    • nenhum registo ou manipulação gpo
    • um executável -> nenhuma configuração necessária
  • configurações de backup para restaurar o estado anterior
  • configuração Exportar para um arquivo * .reg
    • aplicar as mesmas configurações em vários clientes
    • configurações de arquivos

Você também pode usar essa ferramenta em um domínio Microsoft.

Mais informações sobre o Serviço de Atualização Microsoft Windows Server:
http://technet.microsoft.com/en-us/wsus/default.aspx

O WSUS (Windows Server Update Service) permite que os administradores de tecnologia da informação implantem as atualizações mais recentes dos produtos da Microsoft.

Com o WSUS, os administradores podem gerenciar totalmente a distribuição de atualizações lançadas pelo Microsoft Update entre os computadores na rede. Este tópico fornece uma visão geral dessa função de servidor, além de mais informações sobre como implantar e manter o WSUS.

O servidor do WSUS fornece os recursos necessários aos administradores para gerenciar e distribuir atualizações por meio de um console de gerenciamento. Além disso, um servidor do WSUS pode ser a fonte de atualização de outros servidores do WSUS na organização.

O servidor do WSUS que atua como fonte de atualização é chamado de servidor upstream. Em uma implementação do WSUS, pelo menos um servidor do WSUS na rede precisa se conectar ao Microsoft Update para obter as informações de atualizações disponíveis. O administrador pode determinar, com base na segurança e configuração da rede, quantos outros servidores se conectam diretamente ao Microsoft Update.

Outras dicas aqui

 

Fonte: CodePlex – Acessado em 12/05/2017

 

Compartilhe:

Sites para baixar livros digitais de graça

Sites para baixar livros digitais de graça

Livro digital (livro eletrónico/eletrônico ou o anglicismo e-book) é qualquer conteúdo de informação, semelhante a um livro, em formato digital, que pode ser lido em equipamentos eletrônicos – computadores, PDAs, Leitor de livros digitais ou até mesmo celulares que suportem esse recurso.

Os formatos mais comuns de Ebooks são o PDF, HTML e o ePUB. O primeiro formato necessita do conhecido leitor de arquivos Acrobat Reader ou outro programa compatível, enquanto que o segundo precisa de um navegador de Internet para ser aberto. O Epub é um formato de arquivo digital padrão específico para ebooks.

Por ser um dispositivo de armazenamento de pouco custo, e de fácil acesso devido à propagação da Internet nas escolas, pode ser vendido ou até mesmo disponibilizado para download em alguns portais de Internet gratuitos.

Confiram abaixo uma lista de sites que disponibilizam livros digitais grátis para baixar:

Domínio Público

O “Portal Domínio Público”, lançado em novembro de 2004 (com um acervo inicial de 500 obras), propõe o compartilhamento de conhecimentos de forma equânime, colocando à disposição de todos os usuários da rede mundial de computadores – Internet – uma biblioteca virtual que deverá se constituir em referência para professores, alunos, pesquisadores e para a população em geral.

Este portal constitui-se em um ambiente virtual que permite a coleta, a integração, a preservação e o compartilhamento de conhecimentos, sendo seu principal objetivo o de promover o amplo acesso às obras literárias, artísticas e científicas (na forma de textos, sons, imagens e vídeos), já em domínio público ou que tenham a sua divulgação devidamente autorizada, que constituem o patrimônio cultural brasileiro e universal.

Desta forma, também pretende contribuir para o desenvolvimento da educação e da cultura, assim como, possa aprimorar a construção da consciência social, da cidadania e da democracia no Brasil.

eBooksBrasil

O que é o eBooksBrasil.org

Este site, apesar de ser uma eBiblioteca Pública, já que está aberta a todos os usuários da internet, não é mantida com recursos governamentais, não é um site comercial, não faz parte de nenhum portal.

Os livros que são colocados aqui não estão aqui por milagre. Alguém está pagando pela manutenção do site, alguém está doando seu trabalho na conversão dos livros para eBook, alguém está escrevendo, alguém está escaneando. Alguém, enfim, está trabalhando voluntariamente para trazer estes livros até você.

Obras raras da USP

A BIBLIOTECA DIGITAL DE OBRAS RARAS, ESPECIAIS E DOCUMENTAÇÃO HISTÓRICA DA USP é a 2a. edição revista e ampliada da Biblioteca Digital de Obras Raras da USP inaugurada em 29 de outubro de 2003, com apoio do CNPq por meio de um projeto do SIBiUSP e da Comissão Central de Informática, coordenado pela Profa. Dra. Laura de Mello e Souza (FFCLH-USP) onde foram digitalizados 38 livros do século XV a XVII.

Desde tal época, o SIBiUSP, consciente do seu papel na formação e desenvolvimento do espírito científico e crítico da comunidade uspiana e na democratização do acesso à informação, vem trabalhando para facilitar e agilizar o acesso ao acervo significativo e de alto valor histórico sob a guarda da Universidade de São Paulo.

Open Library

O que é Open Library?

Nosso objetivo é fornecer uma página na web para todos os livros já publicados.

No seu coração, Open Library é um catálogo. O projeto começou em novembro de 2007 e foi inalar registros de catálogos de algumas das maiores bibliotecas do mundo desde então.

Temos também mais de 20 milhões de discos em edição online, proporcionando o acesso a 1,7 milhões de versões digitalizadas de livros, e links para fontes externas, como o WorldCat e Amazon quando podemos.

O objetivo secundário é para chegar o mais próximo possível do documento real que você está procurando como podemos, mesmo que seja uma versão digitalizada de cortesia do Internet Archive, ou um link para Powell de onde você pode comprar sua própria cópia.

Projeto Gutemberg

O Projeto Gutenberg (AO 1945: Projecto Gutenberg) (PG) é um esforço voluntário para digitalizar, arquivar e distribuir obras culturais através da digitalização de livros.

Fundado em 1971, é a mais antiga biblioteca digital. A maioria dos itens no seu acervo são textos completos de livros em domínio público.

O projeto tenta torná-los tão livres quanto possível, em formatos duradouros e abertos, que possam ser usados em praticamente quaisquer computadores.

Outras opções:

Universia – Reúne mais de 1.000 arquivos, incluindo biografias de cineastas, textos científicos sobre comunicação e clássicos da literatura universal.

Brasiliana – O site da Universidade de São Paulo (USP) disponibiliza cerca de 3000 mil livros para download de forma legal. Há livros raros e documentos históricos, manuscritos e imagens.

Blog Midia8 – Página reúne mais de 200 links de livros sobre comunicação em português, inglês e espanhol para ler online e fazer download.

Casa de José de Alencar – A Biblioteca Virtual do site do pai do romance brasileiro disponibiliza para download gratuito 14 de suas obras, incluindo romances e peças de teatro.

Read Print – Essa espécie de livraria virtual oferece mais de 8 mil títulos em inglês para estudantes, professores e entusiastas de clássicos.

Saraiva – A rede de livrarias disponibilizou recentemente 148 livros para download em PDF gratuito. O leitor precisa apenas fazer um cadastro e baixar o aplicativo de leitura para ter acesso às obras.

Biblioteca Nacional de Portugal – Entre os destaques do portal está um site dedicado ao escritor José Saramago. Nele estão disponíveis manuscritos do autor.

Machado de Assis – Criado pelo MEC, o site disponibiliza a obra completa do escritor – em pdf ou html – para leitura online. Estão lá crônicas, romances, contos, poesias, peças de teatro, críticas e traduções.

Biblioteca Mundial Digital – Oferece milhares de documentos históricos de diferentes partes do mundo. Multilingue, o material está disponível para leitura online.

Dear Reader – Esse é um clube virtual que envia por e-mail trechos de livros. Após o cadastro, o usuário passa a receber  diariamente um trecho, cerca de dois a três capítulos de livros.

Unesp Aberta – Criado pela reitoria da Universidade Estadual Paulista “Júlio Mesquita”, o site disponibiliza material pedagógico gratuitamente. Desenvolvidos para os cursos da universidade, o material está aberto s para consulta em diversos formatos.

Felipe Asensi

O site Felipe Asensi disponibiliza alguns e-Books gratuitos para aperfeiçoamento profissional. Vale a pena conferir.

Outros Quadrinhos

O site Outros Quadrinhos traduz HQs do mundo inteiro e disponibiliza todos gratuitamente em seu portal. Aproveite.

UFRGS

A UFRGS disponibiliza e-Books gratuitos de Matemática para download. Ao abrir o site clique em biblioteca virtual para ter acesso aos livros digitais.

Guia de Educação

Neste portal de educação, você encontra dicas para pais alunos e professores, os mais diferentes tipos de cursos gratuitos e inúmeras opções de livros grátis para baixar.

Widbook

Widbook é um aplicativo gratuito para android que disponibiliza mais de 1400 livros digitais grátis em sua plataforma.

Free-e-books

Na Free-e-books.net você encontra e-Books gratuitos de ficção, romance, mistério, negócios, auto-ajuda e mais.

Google play

O Google play disponibiliza dezenas de e-Books gratuitos para leitura online ou download nos formatos PDF ou EPUB (Obs: Mesmo para baixar livros gratuitos é necessário cadastrar um cartão de crédito).

Google Books

Também é possível pesquisar e visualizar e-Books gratuitos no Google Books. É uma opção interessante mesmo para os livros digitais pagos, pois você terá acesso a uma versão de demonstração e assim poderá visualizar várias páginas antes de decidir pela compra do livro.

Biblioteca Digital Mundial da UNESCO

A Biblioteca Digital Mundial da UNESCO disponibiliza em seu acervo diversos livros, documentos raros, gravuras, mapas, etc, para download gratuito.

Portal GSTI

O Portão GSTI disponibiliza e-Books grátis, materiais, apostilas, templates e monografias disponíveis para download.

Biblioteca Digital do Senado Federal

A Biblioteca Digital do Senado Federal disponibiliza gratuitamente mais de 260 mil publicações como livros, obras raras, artigos de revista, notícias de jornal, produção intelectual de senadores e servidores da Casa, além de legislação em texto e áudio, entre outros.

biblioteca-digital-do-senado-federal

Livraria Cultura

A Livraria Cultura disponibiliza mais de 10 mil e-Books grátis dos mais variados tipos.

IAulas

O iAulas possui um grande acervo de livros e apostilas digitais disponíveis gratuitamente.

Scielo Livros

A Scielo Livros está disponibilizando centenas de títulos de publicações acadêmicas para download gratuito. Aproveite e boa leitura!

CIEE

O CIEE tem em sua Biblioteca Virtual um acervo de livros digitais gratuitos.

Universidade Falada

O site Universidade Falada Selecionou alguns audiolivros gratuitos. Aproveite esta oportunidade para baixar alguns clássicos. Boa diversão.

Fundação Logosófica

No site da Fundação Logosófica você pode fazer o download gratuito das Obras de Carlos Bernardo González Pecotche, criador da Logosofia, clicando em “Download do Livro (PDF)” nos livros selecionados.

Livraria Saraiva

A Livraria Saraiva disponibiliza mais de 200 obras gratuitas em PDF. Para ter acesso é necessário fazer o cadastro.

Depois insira os e-Books escolhidos no carrinho de compras e continue o procedimento como se estivesse realmente comprando algo, só que neste caso não será cobrado nada quando a compra for concluída.

Você precisa instalar o aplicativo Saraivareader para ter acesso ao e-Book gratuito. Abra o aplicativo com o mesmo usuário e senha de seu acesso Saraiva. O download do seu livro iniciará automaticamente. Pode levar algumas horas até que o livro fique disponível no aplicativo.

livraria-saraiva

Le Livros

O site Le Livros foi criado e é mantido por um grupo de estudantes residentes em Portugal, com o objetivo de democratizar o acesso a leitura gratuita. Dica: quando aparecer a tela com o botão de download utilize a opção “Download sem Gerenciador”

Amazon.com.br

A Amazon também disponibiliza uma infinidade de e-Books gratuitos. É necessário fazer o cadastro na amazon.com.br e instalar o aplicativo Kindle para ter acesso aos livros digitais gratuitos.

Biblioteca Digital Camões

A Biblioteca Digital Camões disponibiliza um conjunto de textos e documentos de grande relevância cultural e linguística.

Plano Nacional de Leitura

O Plano Nacional de Leitura oferece gratuitamente uma pequena biblioteca de títulos infantis.

Virtualbooks

O site Virtualbooks permite baixar gratuitamente diversos livros em português.

Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin

A USP disponibiliza centenas de livros raros, documentos históricos, imagens e manuscritos que foram doados pela Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin. A consulta ao catálogo completo, mesmo a parte que ainda não foi digitalizada para download, pode ser feita neste link: Catálogo Geral da USP (Dedalus).

Fundação Memorial da América Latina

A Fundação Memorial da América Latina desenvolveu a Biblioteca Virtual da América Latina que disponibiliza gratuitamente todo seu acervo bibliográfico e de vídeos.

31- Biblioteca Digital do Museu Nacional

A Biblioteca Digital do Museu Nacional possui um acervo de obras raras que podem ser baixadas gratuitamente. (Este site deixou de exibir o conteúdo. Informação atualizada em 03/12/2015)

32- IBGE

O IBGE também possui um grande acervo de monografias, mapas, publicações, cartazes e outros conteúdos relacionados à documentação territorial do Brasil. (Este site deixou de exibir o conteúdo. Atualizado em 28/12/2015)

biblioteca-ibge

 

Fontes: Catraca Livre , Canal do Ensino – Acessados em 09/05/2017

 

 

 

Compartilhe:

Como dividir PDF em vários arquivos

Como dividir PDF em vários arquivos

Passo 1.

Acesse o PDFSplit, um website que permite seccionar um documento em PDF em várias partes sem precisar baixar ou instalar nada no seu computador;

Passo 2.

Escolha o arquivo PDF que deseja dividir. Você pode carregá-lo a partir do seu computador clicando em “My Computer” ou permitir que o aplicativo acesse sua conta do Dropbox ou Google Drive, caso o documento esteja armazenado em um desses serviços;

Passo 3.

Em “Pages”, digite quais páginas deseja separar. Se você pretende, por exemplo, salvar apenas a página “10” de um arquivo, entre com “10 to 10”. Para adicionar outros intervalos de páginas, clique em “More” (Mais) quantas vezes for necessário;

Passo 4.

Se sua intenção for dividir um documento em uma página por arquivo, não será necessário digitar todos os intervalos de páginas. Basta marcar a opção “Extract all pages into separate files” para que o arquivo enviado seja desmembrado página por página;

Passo 5.

Caso queira que os intervalos de páginas sejam convertidos em um único arquivo, ative a opção “Merge the page ranges back into a single file”. Dessa forma, um único arquivo será gerado contendo todas as páginas que você deseja salvar;

Passo 6.

Por fim, clique em “Split” e aguarde. O arquivo selecionado será enviado para os servidores do aplicativo para ser processado, o que pode demorar alguns minutos dependendo da velocidade da sua conexão. Quando for concluído, o navegador perguntará onde você deseja salvar o arquivo. Não feche a página até que o download seja iniciado.

Pronto! Caso tenha dividido um arquivo em várias partes, é provável que o arquivo baixado esteja compactado. Dessa forma você precisará de programas como o 7-Zip ou o WinRAR para extrair os arquivos em PDF do pacote oferecido pelo sistema de nuvem do PDF Split.

Fonte: Techtudo – Acessado em 08/05/2017

Compartilhe:

GPO – Lista de arquivos ADMX para download

Arquivos ADMX disponíveis 

Confiram abaixo uma lista de arquivos admx de GPO para você ter ainda mais controle sobre programas, suas atualizações e comportamento inclusive perante o usuário mais avançado.

Alguns desses arquivos eu utilizo em meu dia-a-dia. Confiram:

 
Produto Download Link
Office 2007 SP2 http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=3795
Office 2010 http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=18968
Office 2013 http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=35554
Office 2016 https://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=49030 (Adicionado em Outubro de 2015)
Internet Explorer 8 Instale o Internet Explorer 8 em um computador e copie as entradas atualizadas .admx e .adml de C:\Windows\PolicyDefinitions ou utilize o link de download do IE 11 
Internet Explorer 9 Instale o Internet Explorer 9 em um computador e copie as entradas atualizadas .admx e .adml de C:\Windows\PolicyDefinitions ou utilize o link de download do IE 11 

Internet Explorer 10

Instale o Internet Explorer 10 em um computador e copie as entradas atualizadas .admx e .adml de C:\Windows\PolicyDefinitions ou utilize o link de download do IE 11 
Internet Explorer 11 Instale o Internet Explorer 10 em um computador e copie as entradas atualizadas .admx e .adml de C:\Windows\PolicyDefinitions ou utilize
http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=40905
OneDrive for Business Next Generation Sync Client https://support.office.com/en-us/article/Administrative-settings-for-the-OneDrive-for-Business-Next-Generation-Sync-Client-0ecb2cf5-8882-42b3-a6e9-be6bda30899c
(Adicionado em Junho de 2016)
Silverlight https://www.microsoft.com/GetSilverlight/resources/documentation/grouppolicysettings.aspx
MDOP (UE-V, APP-V and MBAM) https://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=54957 (alterado em Março de 2017)
Adobe Reader XI
ftp://ftp.adobe.com/pub/adobe/acrobat/win/11.x/11.0.00/misc/
Direct Access Connectivity Assistant http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=10322
Citrix Profile management Encontre-o em XenDesktop/XenApp ISO em 
x64\ProfileManagement\ADM_Templates (alterado em Março de 2017)
Citrix Receiver https://www.citrix.com/downloads/citrix-receiver/windows/receiver-for-windows-latest.html parte da instlação em “C:\Program Files (x86)\Citrix\ICA Client\Configuration”
(alterado em Março de 2017)
Citrix Sharefile https://www.citrix.com/downloads/sharefile/clients-and-plug-ins/sharefile-drive-mapper.html (ShareFile Drive Mapper Policy Definitions) alterado em Março de 2017
Windows Server 2016 TP5 Windows Server 2016 Technical Preview 5
https://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=51957

(adicionad em Abril de 2016)
Windows 10 (RTM and 1511) http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=48257
(adicionado em Agosto de 2015)
Windows 10 (1607) and server 2016 https://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=53430
(adicionado em Agosto de 2016)
Windows 10 (1703) https://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=55080
(adicionado em Abril de 2017)
Windows 8.1 and 2012 R2 with Update1 (KB2919355) http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=43413
(adicionado em Julho de 2014)
Windows 8.1 and 2012 R2 http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=41193
(adicionado em Dezembro de 2013)
Windows 8 and 2012 (RTM) http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=36991
Windows 7 and 2008 R2 (RTM) http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=6243
Windows 2008 http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=14355
Windows Vista http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=17835
Forefront Identity Manager 2010 http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=13118
Chrome https://support.google.com/chrome/a/answer/187945?hl=en
Firefox http://www.frontmotion.com/Firefox/download_firefox.htmhttp://sourceforge.net/projects/firefoxadmx/
GPO Logging Custom ADMX http://gpoguy.com/free-tools/free-tools-library/gpo-logging-custom-admx-for-windows-vista/
3rd party software like Adobe Reader, 7-ZIP, Java, Skype and more http://customadmx.sourceforge.net
HP Universal Printer Driver HP Printer Administrator Resource Kit (adicionado em Janeiro de 2014)
Forefront Endpoint Protection 2010 http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=13088 (fep2010grouppolicytools-en-us.exe)
Enhanced Mitigation Experience Toolkit https://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=50766 instale EMET  e você encontrará os aquivos admx na para de instalação que pode ser em  EMET\Deployment\Group Policy Files
(Ex.: C:\Program Files (x86)\EMETxx\Deployment\Group Policy Files)
(adicionado em Março de 2014)
LogMeIn https://secure.logmein.com/welcome/webhelp/EN/SecDoc/LogMeIn/t_adm_download.html
VMware Horizon 6 https://pubs.vmware.com/horizon-61-view/index.jsp?topic=%2Fcom.vmware.horizon-view.desktops.doc%2FGUID-633FB6A2-206E-40A2-A72B-0FD28823EBCA.html  arquivos ADMX files disponíveis em VMware-Horizon-View-Extras-Bundle-x.x.x-yyyyyyy.zip
(adicionado em Julho de 2015)

Não deixe de ler esta postagem sobre como criar um local especifico e padrão para armazenar as GPOs.

Fonte:  Lars Lohmann Blem – Acessado em 29/04/2017

 

Compartilhe:

GPO – Crie um armazenamento central para modelos administrativos

GPO – Crie um armazenamento central para modelos administrativos

Para administradores habituados com o gerenciamento e administração do Active Directory, GPO (Group Policy Objects) são objetos criados através do GPMC (Group Policy Management Console) ou mesmo a partir de cmdlets específicos do PowerShell.

Mas como esses GPOs são armazenados dentro dos controladores de domínio?

Para nós administradores, cada GPO é formado por um único objeto, agrupando uma ou mais configurações de diretivas. Para o Active Directory, cada GPO é representada por dois componentes: O GPC (Group Policy Container) e o GPT (Group Policy Template). Vamos agora entender a importância de cada um deles.

 

GPC (Group Policy Container)

O GPC é um objeto do Active Directory armazenado no contexto de nomenclatura padrão do domínio, ou seja, na partição “domínio” do arquivo NTDS.DIT (arquivo de banco de dados do Active Directory).

Para cada GPO adicionado ao sistema, um objeto da classe GroupPoliceContainer é criado e nomeado com um GUID (Globally Unique Identifier), um identificador global exclusivo que o Active Directory utiliza para nomear seus objetos internamente.

Criando o armazenamento central

 

 

Comece excluindo arquivos antigos winstoreui.adml e winstoreui.admx eles são substituídos por WindowsStore.admx e WindowsStore.adml em caso haja em seu sistema.

Para suportar clientes do Windows 10 você pode depois de atualizar seu armazenamento central com o Windows 2012 R2 e arquivos do Windows 8.1 ADMX, também atualizar com arquivos do Windows 10 ADMX.

Faça o download dos arquivos do Windows 10 ADMX a partir daqui Modelos Administrativos (.admx) para Windows 10.

Instale o MSI baixado e copie todos os arquivos ADMX e as pastas de idioma que você precisa (arquivos ADML) de “C: \ Arquivos de Programas (x86) \ Microsoft Diretiva de Grupo \ Windows 10 \ PolicyDefinitions “para \\ FQDN \ SYSVOL \ FQDN \ policies \ PolicyDefinitions

Substituição de arquivos existentes

Depois de copiar você precisa fazer isso:

Exclua os arquivos LocationProviderADM.admx e LocationProviderADM.adml do armazenamento central.

Renomeie Microsoft-Windows-Geolocation-WLPAdm.admx para LocationProviderADM.admx

Renomeie Microsoft-Windows-Geolocation-WLPAdm.adml para LocationProviderADM.adml

“‘Microsoft.Policies.Sensors.WindowsLocationProvider’ já está definido” essa msg de erro aparece quando você edita uma diretiva no Windows.

Agora que estamos lidando tipicamente com o Windows 2012 R2 e Windows 8.1 é hora de uma breve atualização.

Em seguida, copie todas as pastas de idioma (com arquivos ADML) para os idiomas que você precisa. Para exemplificar faremos apenas arquivos de idioma en-US.

Ao usar os arquivos baixados em vez dos arquivos em c: \ Windows \ PolicyDefinitions você verá um pouco mais arquivos do que na pasta PolicyDefinitions local, no meu exemplo os arquivos ADMX adicionados foram estes:

Mas isso dependerá das funções e recursos instalados no seu servidor Windows 2012 R2.

Ao fazer isso, você estará pronto para oferecer suporte aos clientes Windows 2012 R2 e Windows 8.1.

Deixando as coisas no lugar certo

Para aproveitar ao máximo os arquivos de modelo ADMX / ADML, criamos um armazenamento central para os arquivos.

Para criar um arquivo central para arquivos .admx e .adml, crie uma pasta denominada PolicyDefinitions no seguinte local: \\ FQDN \ SYSVOL \ FQDN \ policies como mostrado aqui

Copie todos os arquivos e subpastas da pasta PolicyDefinitions em um computador cliente Windows 7 para a pasta PolicyDefinitions no controlador de domínio.

Depois disso, copie todos os arquivos e subpastas da pasta PolicyDefinitions em um servidor Windows 2008 R2 para o mesmo local substituindo os arquivos existentes.

O mesmo tem que ser feito se a sua fonte é o Windows 8 eo Windows 2012.

Você pode encontrar a pasta PolicyDefinitions em sua pasta Windows (C: \ Windows \ PolicyDefinitions).

A razão para copiar do Windows 7 e do Windows 2008 R2 é que alguns arquivos ADMX / ADML só existem em uma das plataformas.

Para tornar isso um pouco mais complicado, alguns arquivos ADMX / ADML serão exibidos pela primeira vez na pasta PolicyDefinitions local quando a função de servidor correspondente tiver sido instalada.

Você deve sempre editar suas políticas a partir de uma plataforma de SO igual ou superior à plataforma de SO em que os arquivos ADMX / ADML foram removidos.

Portanto, se os arquivos forem extraídos do Windows 7 e do Windows 2008 R2, não use o Windows Vista ou o Windows 2008 para editar as GPOs.

Quando o armazenamento central estiver em uso, você verá as informações Definições de política (arquivos ADMX) recuperadas do armazenamento central ao examinar os modelos administrativos no GPMC (Group Policy Management Editor).

 

Fonte: Lars Lohmann Blem´s Blog – Acessado em 28/04/2017

Compartilhe:

Tor – Dicas para acesso de forma “segura”

Tor – Dicas para acesso de forma “segura”

Tor (anteriormente um acrônimo para The Onion Router) é um software livre e de código aberto que proporciona o anonimato pessoal ao navegar na Internet e em atividades online, protegendo contra a censura e principalmente a privacidade pessoal.

A maioria das distribuições GNU/Linux disponibilizam o Tor, embora haja versões para diferentes sistemas operacionais, tais como Windows e Mac OS. A rede Tor é uma rede de túneis http (com tls) sobrejacente à Internet, onde os roteadores da rede são computadores de usuários comuns rodando um programa e com acesso web (apenas).

O objetivo principal do projeto é garantir o anonimato, e consequentemente privacidade, ao usuário que está acessando a web.

E o Portal Olhar Digital preparou algumas dicas usando como fonte a empresa de segurança da informação Eset Brasil, para navegarmos de forma mais “segura” por esse mundo ainda desconhecido da Deep Web.

A preocupação com a segurança das informações na internet cresce à medida que o cibercrime avança na missão de explorar vulnerabilidades dos softwares. Um dos meios de se proteger é aderir ao navegador Tor, utilizado para imersões na chamada Deep Web (veja vídeo abaixo), a parte obscura da internet garantida pelo anonimato. Com ele, nada é rastreado.

· Tráfego de rede:

Ao utilizar Tor, nem todo o tráfego do computador entra em modo anônimo de forma automática, a menos que os serviços não estejam configurados corretamente. Por essa razão, o usuário deve estar ciente dos serviços que são utilizados e que os mesmos foram configurados de forma adequada.

· Uso de acessórios:

Alguns plug-ins instalados nas configurações do navegador podem evitar a navegação anônima, assim é aconselhável não instalar add-ons no navegador pré-configurado, mas caso seja necessário faça isso manualmente.

· Usando HTTPS:

O tráfego enviado por meio da rede Tor é transmitido de forma criptografada, mas uma vez a página fechada, a criptografia só depende do site visitado, por isso recomenda-se a conexão com sites via protocolo seguro, HTTPS.

· Download de documentos:

Os documentos que você baixar e usar enquanto navegar com Tor podem conter recursos que são baixados pelo aplicativo que é executado fora do âmbito da rede anônima, revelando o endereço IP real utilizado. Nesses casos, recomenda-se desligar o computador da rede e, em seguida, abrir os documentos.

Confiram uma postagem sobre a Deep Web clicando aqui.

 

Fonte: Olhar Digital e Wkipedia – Acessado em 29/04/2017

 

Compartilhe:

Formatar o PC – quando é a melhor hora

Nos dias de hoje formatar o pc é de extrema importância quando todas alternativas já foram pensadas e utilizadas… Quando você sem querer clica em algum link ou dependendo do vírus nem sempre você precisa formatar o pc. 

Uma das situações em que a formatação é a melhor saída é quando o Windows passa a demonstrar muita instabilidade e trava constantemente. Isso ocorre devido ao próprio uso do computador, às instalações e, posteriormente, desinstalações de programas no sistema, ou até mesmo por conta de um ataque de vírus à máquina. Nestes casos mais extremos, a formatação deve ser cogitada como principal solução para melhorar o rendimento do seu computador.

Quando seu computador está lento demais e você decidiu que a única forma de resolver é com uma formatação? Ou então optou por largar de vez o Windows e instalar só uma distribuição de Linux? Neste casos, algumas dicas são importantes. Antes de se formatar o computador, tome nota de algumas recomendações básicas, mas importantes, para quem está prestes a apagar tudo e começar do zero.

1) Faça um (belo) backup
Empreste um HD externo de um amigo, parente ou colega de trabalho e faça seu Backup. Reserve tempo para o procedimento e garanta que nada importante fique para trás. Caso o espaço não seja suficiente, preocupe-se com fotos e vídeos pessoais. Músicas, games e filmes você pode baixar novamente, mas as fotos do natal na casa da avó, não. E nem tente fazer backup de programas instalados. Isso não pode ser feito, na maior parte das vezes. Concentre-se em instalá-los novamente após a formatação.

2) Faça o download dos drivers antecipadamente
Se tudo estiver funcionando perfeitamente no seu computador, agradeça aos drivers: um tipo de programa que cuida da comunicação entre seu hardware e o sistema operacional. 

Ao instalar um sistema operacional novo, é possível que sua placa de vídeo não funcione direito (deixando tudo muito lento), que o computador fique sem som, entre outros problemas. Para isso, basta baixar o driver específico do produto no site do fabricante. 

Mas imagine se a placa de rede parar de funcionar: como você vai entrar na internet para baixar estes drivers? 

Antes de tudo procure identificar sua placa de rede sem fio e/ou cabeada e faça o download direto do fabricante da ultima versão estável compatível com seu sistema operacional atual ou o que vc pretende instalar.

Feito isso, comece o processo de formatação seguindo os passos apresentados na tela e após a inicialização do sistema operacional instalado e os drivers de rede instalados, conecte-se a internet e instale os drivers diretamente do fabricante de seu equipamento.

Caso você queira, existem alternativas como Driver Booster para Windows e Drivers Cloud para Windows/Linux.

Atualize seu sistema operacional, instale um bom antivírus e seja feliz!

 

Compartilhe:

WhatsApp – Algumas dicas importantes para Android e IOS

O WhatsApp é figurinha carimbada na maioria dos smartphones, somando cerca de 500 milhões de usuários. Isso significa que a empresa, recentemente comprada pelo Facebook, fez muitas coisas certas na hora de produzir o app, mas não quer dizer que não há como melhorar esta experiência.

Abaixo estão algumas dicas de como melhorar a experiência do WhatsApp, com base em uma lista do site HongKiat.com:

Bloquear o WhatsApp (Android)

Quem nunca se viu na situação incômoda de colocar o celular na mão de alguém torcendo para que esta pessoa não fique bisbilhotando em suas coisas? Para isso existe o Bloquear Messenger e Chat, que inclui um PIN para abrir o aplicativo. Sem esta senha, a pessoa será impedida de acessar suas conversas. Simples assim. O app também funciona para outros serviços de bate-papo.

Criar atalhos para contatos (Android)

Se você tem o hábito de se comunicar frequentemente com algum grupo ou uma pessoa específica, você pode criar um atalho na página inicial. Assim fica mais fácil enviar mensagens para seus amigos sem precisar abrir o aplicativo. Para isso, basta entrar na área de conversas do aplicativo e pressionar e segurar o contato que gostaria de fixar. Um pop-up irá aparecer; basta apertar Adicionar atalho para a conversa. Contudo, esta ferramenta está disponível apenas no Android.

Impedir fotos do WhatsApp de se misturarem no celular (iOS)

Para quem gostaria de manter as fotos recebidas no WhatsApp exclusivamente no aplicativo é bem simples para quem tem iOS. Para isso, é só entrar em Ajustes > Privacidade > Fotos e desmarcar a opção do WhatsApp.

Mudar de número

Para quem trocou de número mas manteve o mesmo telefone, não é necessário reinstalar o aplicativo. Basta entrar em Configurações > Informações da Conta > Alterar número. A ferramenta guiará o usuário pelo restante do processo.

Notificações no desktop

Mais do que uma dica para o WhatsApp, uma dica para a vida. O aplicativo Pushbullet consegue fazer a ligação entre seu computador e seu celular, para você ver as notificações diretamente no seu desktop sem a necessidade de olhar para o celular. Assim, quando chegar alguma mensagem do WhatsApp, ela deve aparecer no seu PC por meio de uma extensão para o navegador e fica a seu critério abrir o aplicativo para responder ou não. Para baixar, clique aqui.

Fonte: Olhar Digital – Acessado em 29/04/2017

Compartilhe:

Instalar Windows 7 pode ficar mais rápido

Instalar Windows 7 pode ficar mais rápido integrando um Service Pack

Usuários de PCs sabem que, na hora de formatar a máquina e começar do zero, Instalar Windows 7 é apenas uma parte (relativamente rápida) do processo.

É o passo seguinte, o download e instalação de todas as atualizações disponíveis, que geralmente consome a maior parte do tempo, podendo demorar horas dependendo da quantidade de atualizações e velocidade da sua conexão.

Mas dá para ser mais eficiente: neste artigo iremos mostrar como integrar o mais recente pacote de atualizações do Windows 7 (o Service Pack 1) ao instalador do sistema. Assim todo o processo será feito de uma vez só, e você ganha tempo.

Slipstreaming

O processo é baseado em uma técnica conhecida como Slipstreaming, e consiste em integrar as atualizações e service packs aos arquivos de instalação do sistema usando algumas ferramentas do próprio sistema operacional. 

A técnica era fácil de executar no Windows XP e 2000, mas o Windows Vista e Windows 7 usam um novo processo de instalação, baseado em uma imagem de disco, que torna o processo antigo obsoleto.

Para modificar uma imagem de instalação do Windows 7 é necessário extraí-la, descompactá-la, incorporar as atualizações e recriar o arquivo.

Embora a Microsoft ofereça ferramentas corporativas que ajudam os departamentos de TI a criar imagens de instalação do Windows 7 personalizadas, o processo para os usuários finais é muito mais complexo.

Por sorte há alguns utilitários gratuitos que automatizam boa parte do processo, tornando muito fácil criar um disco de instalação do Windows 7 com o mais recente “service pack” com atualizações já integrado.

E além de integrar o Service Pack 1 ao instalador do Windows 7, vamos criar um pendrive de instalação, que torna o processo muito mais rápido do que seria a partir de um DVD. Com um instalador atualizado e um pendrive rápido, você poderá reinstalar o Windows 7 em questão de minutos.

Atualizando o instalador

Vamos começar juntando as ferramentas necessárias: um pendrive de 4 GB ou mais, um disco de instalação do Windows 7, o instalador do Service Pack 1 e dois utilitários gratuitos.

O prmeiro é o RT Se7en Lite, que fará o trabalho de modificar os arquivos de instalação do sistema, e o segundo é o WinToFlash, do qual já falamos aqui na PCWorld, que irá nos ajudar a criar o pendrive de instalação.

Recomendo que você use um pendrive com mais de 4 GB, pois assim além do instalador do Windows você terá espaço para todos os drivers necessários para seu computador, além dos instaladores de seus aplicativos favoritos.

Ter tudo isso em um mesmo local é outra forma de economizar tempo.

Note que é necessário combinar as versões do Windows 7 e do Service Pack 1. Um DVD de instalação do Windows 7 64-Bit exige o uso da versão 64-Bit do SP1, e não dá para misturar as coisas (sistema de 64-Bit com Service Pack de 32-Bit, e vice-versa).

Além disso, seu PC precisa ter pelo menos 4 GB de espaço em disco livre.

Baixe a versão Beta 2.6.0 (lá no rodapé da página de downloads) do RT Se7en Lite e instale. Se possível desabilite temporariamente seu anti-vírus, já que ele pode interferir no processo de “slipstreaming”, deixando-o mais lento.

Crie uma pasta no seu PC com um nome qualquer (ex: Windows7) e copie para dentro dela todos os arquivos do DVD de instalação.

Depois que a cópia terminar abra o RT Se7en Lite, clique no botão Select OS Path na janela principal e indique a pasta que contém os arquivos que você acabou de copiar.

Uma nova janela irá surgir com uma lista de versões do Windows 7: selecione a correpondente ao seu DVD. Nessa mesma janela marque a opção Slipstream Service Pack e clique em OK.

rt7lite-300px.jpg

RT Se7en Lite: integre os Service Packs ao processo de instalação do Windows

Uma nova janela com opções de Slipstreaming irá surgir. Clique no botão Browse no topo da janela e selecione o instalador do Windows 7 Service Pack 1 que você baixou anteriormente (windows6.1-KB976932-X64.exe, para sistemas de 64-Bit, ou windows6.1-KB976932-X86.exe, para sistemas de 32-Bit). Clique em Start.

O RT Se7en Lite irá começar a integrar o Service Pack 1 aos arquivos de instalação do Windows 7. O processo pode levar um bom tempo, especialmente em máquinas mais lentas.

Em uma máquina de testes com processador quad-core e 8 GB de RAM, demorou cerca de 20 minutos. Em um PC mais modesto, com um processador Core 2 Duo e 4 GB de RAM, levou mais de uma hora.

Quando o RT Se7en Lite reportar que a operação foi concluída com sucesso, clique no botão Exit e feche o programa.

A pasta para onde você copiou o conteúdo do DVD do Windows 7 agora contém um instalador atualizado, já com o Service Pack 1 integrado. Só falta copiar tudo isso para um pendrive.

Criando o pendrive

Para criar o pendrive de instalação basta instalar o Novicorp WinToFlash (gratuito para uso pessoal) e seguir os mesmos passos que detalhamos em um outro artigo que publicado, chamado “Aprenda a instalar o Windows a partir de um pendrive”.

Só há uma pequena diferença: na hora de indicar onde estão os arquivos de instalação do sistema (opção Windows files path: no Windows Setup Transfer Wizard) aponte para a pasta em seu HD com o instalador modificado, em vez de indicar o DVD original do Windows.

Instalando!

Para instalar o Windows basta reiniciar o PC a partir de seu novo pendrive (consulte o manual de seu computador para saber como).

O instalador do Windows 7 irá surgir na tela, como se você estivesse usando o DVD original, com a diferença de que todo o processo será mais rápido.

Quanto tempo dá pra economizar? Em uma de nossas máquinas foram necessários apenas 6 minutos e 35 segundos para ir do início ao fim da instalação.

Usando um DVD original do Windows o mesmo processo levou 14 minutos e 30 segundos, e isso não leva em conta o tempo necessário para baixar e instalar o Service Pack 1, que poderá chegar a várias horas, dependendo de sua conexão à internet.

Fonte: PC World – Acessado em 28/04/2017

Compartilhe:

Ocultar dispositivos e adicionar apelidos a eles

No website do Google Play, é possível escolher quais dispositivos serão exibidos nos menus do app. Ao ocultar um dispositivo, não será possível usá-lo para instalar apps usando seu navegador da Web. Ao adicionar um apelido ao dispositivo, você facilita a identificação dele quando instala os apps.

Observação: não é possível remover um dispositivo do histórico de dispositivos do Google Play.

Ocultar dispositivos no Google Play

Se você não for mais o proprietário de um dispositivo ou ele não estiver mais em uso, será possível ocultá-lo para que não seja exibido quando você fizer downloads no navegador do seu computador ou dispositivo móvel:

  1. Em um navegador da Web, acesse Configurações do Google Play.
  2. Em “Visibilidade”, use as caixas de seleção para marcar quais dispositivos serão exibidos nos seus menus.

Adicionar um apelido ao dispositivo

Adicione apelidos aos seus dispositivos para facilitar a identificação. Isso poderá ajudar se você tiver vários dispositivos associados à sua conta.

Para adicionar um apelido ao dispositivo:

  1. Em um navegador da Web, acesse Configurações do Google Play.
  2. Localize o dispositivo ao qual você deseja adicionar um apelido e selecione Editar.
  3. Em “Apelido”, nomeie seu dispositivo no campo de texto que for exibido.
  4. Selecione Atualizar para salvar o apelido do seu dispositivo.

Fonte: Google – Acessado em 26/04/2017

Compartilhe:

Dicas para usar melhor o Android

Dicas para usar melhor o Android

Confira abaixo dicas para usar melhor o Android. A notícia é antiga e o vídeo também mas as dicas são bem atuais.

Hoje as dicas são para os usuários de Android que crescem em todo o mundo.

Escolhemos alguns recursos interessantes do sistema que talvez você ainda não conheça. A ideia é que todos possam aproveitar ao máximo tudo o que a plataforma oferece; inclusive aqueles truques que pouca gente sabe.

A primeira coisa é sempre cuidar da bateria; afinal, a gente sabe o sentimento quando ela acaba e não temos como recarregar o aparelho.

Quanto mais você usa, e quanto mais aplicativos, mais rápido se vai a bateria. Para salvar energia, ative o widget “Controle de Energia” em uma das áreas de trabalho. É só pressionar e segurar a tela por alguns segundos para que apareça a opção Widgets.

Com o “Controle de Energia”, você ativa atalhos para regular a luminosidade da tela e desativar as conexões Bluetooth, Wi-Fi e o GPS, o que vai lhe salvar algumas horas de uso do seu tablet ou smartphone.

 

A primeira coisa é sempre cuidar da bateria; afinal, a gente sabe o sentimento quando ela acaba e não temos como recarregar o aparelho.

Quanto mais você usa, e quanto mais aplicativos, mais rápido se vai a bateria. Para salvar energia, ative o widget “Controle de Energia” em uma das áreas de trabalho.

Você sabia que além da senha gráfica, também é possível destravar seu Android através de reconhecimento facial? A versão 4.0 do sistema operacional oferece o recurso para alguns aparelhos.

É só pressionar e segurar a tela por alguns segundos para que apareça a opção Widgets. Com o “Controle de Energia”, você ativa atalhos para regular a luminosidade da tela e desativar as conexões Bluetooth, Wi-Fi e o GPS, o que vai lhe salvar algumas horas de uso do seu tablet ou smartphone.

Fonte e vídeo: Olhar Digital – Acessado em 26/04/2017

Compartilhe:

GPOs uteis para utilização rápida e prática

GPOs uteis para utilização rápida e prática

A Group Policy(GPO), é capaz de mudar configurações, restringir ações ou até mesmo distribuir aplicações em seu ambiente de rede. As vantagens são muitas, e podem ser aplicadas em sites, domínios e organizational units(OUs). Se você criou uma OU para cada departamento da sua empresa, poderá então, fazer diferentes configurações de GPO para cada departamento.

Uma das gigantescas tarefas de um administrador de sistemas é gerenciar usuários, grupos e computadores da rede. Imagine você tendo um parque de máquinas com 1500 desktops para gerenciar e precisa mudar uma configuração em todas elas.

A princípio você deve pensar que gastará no mínimo 1 mês para terminar essa tarefa, mas se você estiver em ambiente Windows com Active Directory, essa tarefa não levará mais que alguns minutos através de um recurso chamado Group Policy(GPO).

Alguns exemplos práticos de GPOs:

  • PARA BLOQUEAR PROGRAMAS

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Administrative Templates\System
Don’t run specified Windows application (dois cliques)
Clique em Enabled
List of disallowed applications (clique em Show…)
cloque o nome dos arquivos que deseja bloquear por exemplo para bloquear
o MSN coloque msnmsgr.exe
Pode ser bloqueado também *.mp3 *.wav etc…

 

  • PARA IMPEDIR A INSTALAÇÃO DE PROGRAMAS

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Administrative Templates\Control Panel
Você pode escolher as opções abaixo:
Hide the “Add a program from CD-ROM or floppy disk” option (habilita ou desabilita a
instalação de programas via cd-rom ou floppy)
Hide the “Add programs from Microsoft” option (habilita ou desabilita a
instalação de programas via Microsoft)
Hide the “Add programs from your network” option (habilita ou desabilita a
instalação de programas via rede)

  • PARA RESTRINGIR ACESSO A CONTEÚDOS E SITES

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Windows Settings\Internet Explorer Maintenance\Security\
Security Zones and Content Ratings (dois cliques)
Content Ratings
Habilitar Import the current Content Ratings Settings
Clicar em Modify Settings
Ratings ==> Bloqueia por conteúdo
Approved Sites ==> você pode criar uma lista de sites que estão sempre disponíveis ou não disponíveis,
independentemente de como eles são classificados

  • PARA RESTRINGIR ACESSO A INTERNET

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Windows Settings\Internet Explorer Maintenance\Connection\
Proxy Settings (dois cliques)
Marque a opção Enable proxy settings coloque no http: 127.10.1.1 port 3333
Caso queira que algum site seja acessado coloque-o em Exceptions

  • PARA RESTRINGIR ACESSO AO PAINEL DE CONTROLE

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Administrative Templates\Control Panel
Prohibit access to the Control Panel (dois cliques)
Clique em enabled
Caso deseje habilitar somente alguma opção vá em:
Show only specified Control Panel Items (dois cliques)
Clique em Enabled e logo após em Show em Options

  • PARA DEFINIR UM PAPEL DE PAREDE PARA OS USUÁRIOS

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Administrative Templates\Desktop
Desktop Wallpaper (dois cliques)
Clique em Enabled
Em Options Defina o Papel de parede e a forma de apresentação

  • PARA RESTRINGIR O WINDOWS UPDATES

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Administrative Templates\System
Windows Autopmatic Updates (dois cliques)
Clique em Disabled

  • PARA MAPEAR UMA UNIDADE DE DISCO

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Preferences\Windows Settings
Clique com o botão direito em Drive Maps e New Mapped Drive
Action Update
Label as: o caminho do mapeamento
Marque Reconnect
Existing selecione a letra do mapeamento

  • INSTALANDO UMA IMPRESSORA TCP/IP

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Preferences\Control Panel Settings
Clique com o botão direito Printers – New – Tcp/ip
Informe os dados da impressora

  • INSTALANDO UMA IMPRESSORA MAPEADA NA REDE

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Preferences\Control Panel Settings
Clique com o botão direito Printers – New – Shared Printer
Informe os dados da impressora

  • PARA DEFINIR O MENU INICIAR XP OU VISTA

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Preferences\Control Panel Settings
Clique com o botão direito em Start Menu – New –
Defina qual e como será usado

 

Fonte: Thunder Boy  – Acessado em 26/04/2017

Compartilhe:

Conversor multiformatos online e para desktop

 

MediaCoder é um software universal de mídia transcodificação ativamente desenvolvido e mantido desde 2005. Ele reúne a maioria das tecnologias de áudio / vídeo de ponta em uma solução de transcodificação de out-of-box com um rico conjunto de parâmetros ajustáveis ​​que permitem assumir o controle total de sua transcodificação .

Novos recursos e codecs mais recentes são adicionados ou atualizados em base semanal, que você começa tudo de graça! MediaCoder pode não ser o mais fácil, mas o que importa aqui é a qualidade e desempenho, e será o seu canivete suíço para a transcodificação de mídia uma vez que você compreendê-lo.

Formatos Suportados

  • MP3, Vorbis, LC-AAC, HE-AAC, Opus, AC-3, MPEG Audio, MusePack, Speex, AMR, Windows Media Audio, ADPCM, mp3PRO
  • FLAC, WavPack, Monkey’s Audio, OptimFrog, ALAC, TTA, PCM
  • H.264/AVC, H.265/HEVC, VP8/VP9, MPEG 1/2/4, Flash Video, XviD, DivX, Theora, Dirac, H.263, RealVideo, Windows Media Video, Huffyuv, MJPEG
  • MP4, WebM, F4V, FLV, Matroska, AVI, MPEG-PS, MPEG-TS, ASF, MTS/M2TS/AVCHD, Quicktime/MOV, PMP, RealMedia, OGM
  • Bluray, DVD, VCD, SVCD, CD, CUESheet, HTTP, FTP, RTSP, UDP

 

Compartilhe:
close
Fonte +-
Contrast