• Category Archives: Windows

Permitir logon através do Terminal (ou Desktop Remoto)

Permitir logon através do Terminal (ou Desktop Remoto)

Caso você tenha sido contratado por uma empresa para assumir a gerencia de TI e se deparar com o seguinte erro: “Você precisa permitir logon através do Terminal” e não saiba o que fazer, aqui vai una ajuda:

Você está vendo esta mensagem de erro porque o usuário que você está tentando fazer login como não tem as permissões corretas para usar o Remote Desktop. Para corrigir isso, vamos conceder essas permissões para sua conta de usuário. Nota : Tenha cuidado ao seguir estes passos, certifique-se que você siga estes passos, conforme listado aqui.

  1. Primeiro vamos certificar de que sua conta de usuário é um membro do grupo de usuários remotos (Remote Desktop Group) :
    1. Botão direito do mouse, Computador ou Meu Computador e clique em Propriedades;
    2. Clique no Configurações remotas;.
    3. Clique em Selecionar usuários ou Selecionar usuários remotos;
    4. Se o seu nome de usuário não está listado lá, clique em Adicionar e digite seu nome de usuário.
    5. Clique Ok e Ok novamente para fechar as duas caixas de diálogo.
  2. Assim que estiver pronto, tente voltar a conectar. Se conseguir conectar, pare aqui. Se você ainda vê a mensagem de erro continue para a etapa 3.
  3. Estamos quase terminando. A seguir, vamos conceder ao grupo Remote Desktop Users o direito de logon:
    1. Clique Iniciar e clique em Executar . Digite secpol.msc e clique Ok .
    2. A janela Politicas de Segurança deve abrir.
    3. Expanda as Políticas Locais e clique em Atribuição de direitos de utilizador .
    4. No lado direito, clique duas vezes Permitir logon pelos serviços de terminal ou Permitir logon pelos Serviços de Área de Trabalho Remota .
    5. Clique em Adicionar usuário ou grupo e entrar Remote Desktop Users .
    6. Clique Ok e Ok novamente para fechar as duas caixas de diálogo.
    7. Reinicie o PC, aguarde alguns minutos e tente se reconectar.
Compartilhe:

Como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho

Neste pequeno tutorial vamos aprender como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho para exibição dos usuários estando na mesma rede Windows.

Vamos abrir o (GPMC) para criar a política como mostra a imagem abaixo.

 Clique no iniciar e Digite gpmc.msc

Como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho

Na figura acima selecione em default domain policy ou a gpo a que esta vinculada a sua OU.

Clique com o botão direito sobre default domain policy e em seguida em EDITAR.

Como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho

Agora navegue até a opção: Configurações do Computador > Diretivas >
Configurações do Windows > Configurações de Segurança > Diretivas Locais
> Opções de Segurança.

Localize as diretivas abaixo:

* Logon interativo: texto de mensagem para usuários tentando fazer logon
* Logon interativo: título da mensagem para usuários tentando fazer logon

Como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho

 

Clique na mesma e altere a Mensagem coloque a que você deseja.

Como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho

Depois clique em OK e feche o GPMC.
Depois disso todas as maquinas do seu domínio vai esta com as mensagens na hora do login veja.

Como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho

O procedimento mostrou como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho ou Servidor que faz parte de uma rede Windows.

Fonte: Luiz Henrique Lima Campos –  Acessado em 02/05/2017
Microsoft MCT,MCP,MCC,MCDST,MCSA,MCSA+M,MCTS e MCITP Jump
blog: http://luizhenriquelima.wordpress.com Jump
twitter: @luizlima Jump

Compartilhe:

Definir horário de logon

 

Aplica-se a: Windows Server 2008, Windows Server 2008 R2, Windows Server 2012

Ser membro de Opers. de Conta, Admins. do Domínio, Administrador corporativo ou equivalente é o mínimo necessário para concluir este procedimento. Consulte os detalhes sobre o uso de contas e associações a grupos apropriadas em http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=83477.

Para configurar horários de logon usando a interface do Windows

  1. Para abrir Usuários e Computadores do Active Directory, clique em Iniciar, clique em Painel de Controle , clique duas vezes em Ferramentas Administrativas e clique duas vezes em Usuários e Computadores do Active Directory.Para abrir Usuários e Computadores do Active Directory em Windows Server® 2012, clique em Iniciar, digite dsa.msc.
  2. Na árvore de console, clique em Usuários.Onde?
    • Usuários e Computadores do Active Directory\nó de domínio\Usuários
  3. Clique com o botão direito do mouse na conta de usuário e clique em Propriedades.
  4. Na guia Conta, clique em Registrar horas e defina o horário de logon permitido ou negado para o usuário.

Considerações adicionais

  • Para executar este procedimento, você deve ser membro do grupo Opers. de Contas, Admins. do Domínio ou Administrador corporativo nos Serviços de Domínio Active Directory, ou a autoridade adequada deve ter sido delegada a você. Como uma prática recomendada de segurança, é aconselhável usar Executar como para executá-lo.
  • Se preferir, para abrir Usuários e Computadores do Active Directory, clique em Iniciar, Executar, e digite dsa.msc.
  • Para modificar o horário de logon de vários usuários, pressione e mantenha a tecla CTRL, e clique em cada usuário. Clique com o botão direito do mouse nos usuários selecionados e clique em Propriedades. Na guia Conta, clique em Registrar horas e defina o horário de logon permitido ou negado para o usuário.
  • Também é possível executar a tarefa deste procedimento usando o Módulo Active Directory para Windows PowerShell. Para abrir o Módulo Active Directory, clique em Iniciar, em Ferramentas Administrativas e, em seguida, em Módulo Active Directory para Windows PowerShell.Para abrir o módulo Active Directory para o Windows PowerShell em Windows Server 2012, abra o Gerenciador de servidores, clique em Ferramentas e em Módulo Active Directory para Windows PowerShell.

    Para obter mais informações, consulte Definir horário de logon(http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=138373). Para obter mais informações sobre o PowerShell, consulte Windows PowerShell (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkID=102372).

Fonte: TechNet – Acessado em 29/04/2017

Compartilhe:

Instalar Windows 7 pode ficar mais rápido

Instalar Windows 7 pode ficar mais rápido integrando um Service Pack

Usuários de PCs sabem que, na hora de formatar a máquina e começar do zero, Instalar Windows 7 é apenas uma parte (relativamente rápida) do processo.

É o passo seguinte, o download e instalação de todas as atualizações disponíveis, que geralmente consome a maior parte do tempo, podendo demorar horas dependendo da quantidade de atualizações e velocidade da sua conexão.

Mas dá para ser mais eficiente: neste artigo iremos mostrar como integrar o mais recente pacote de atualizações do Windows 7 (o Service Pack 1) ao instalador do sistema. Assim todo o processo será feito de uma vez só, e você ganha tempo.

Slipstreaming

O processo é baseado em uma técnica conhecida como Slipstreaming, e consiste em integrar as atualizações e service packs aos arquivos de instalação do sistema usando algumas ferramentas do próprio sistema operacional. 

A técnica era fácil de executar no Windows XP e 2000, mas o Windows Vista e Windows 7 usam um novo processo de instalação, baseado em uma imagem de disco, que torna o processo antigo obsoleto.

Para modificar uma imagem de instalação do Windows 7 é necessário extraí-la, descompactá-la, incorporar as atualizações e recriar o arquivo.

Embora a Microsoft ofereça ferramentas corporativas que ajudam os departamentos de TI a criar imagens de instalação do Windows 7 personalizadas, o processo para os usuários finais é muito mais complexo.

Por sorte há alguns utilitários gratuitos que automatizam boa parte do processo, tornando muito fácil criar um disco de instalação do Windows 7 com o mais recente “service pack” com atualizações já integrado.

E além de integrar o Service Pack 1 ao instalador do Windows 7, vamos criar um pendrive de instalação, que torna o processo muito mais rápido do que seria a partir de um DVD. Com um instalador atualizado e um pendrive rápido, você poderá reinstalar o Windows 7 em questão de minutos.

Atualizando o instalador

Vamos começar juntando as ferramentas necessárias: um pendrive de 4 GB ou mais, um disco de instalação do Windows 7, o instalador do Service Pack 1 e dois utilitários gratuitos.

O prmeiro é o RT Se7en Lite, que fará o trabalho de modificar os arquivos de instalação do sistema, e o segundo é o WinToFlash, do qual já falamos aqui na PCWorld, que irá nos ajudar a criar o pendrive de instalação.

Recomendo que você use um pendrive com mais de 4 GB, pois assim além do instalador do Windows você terá espaço para todos os drivers necessários para seu computador, além dos instaladores de seus aplicativos favoritos.

Ter tudo isso em um mesmo local é outra forma de economizar tempo.

Note que é necessário combinar as versões do Windows 7 e do Service Pack 1. Um DVD de instalação do Windows 7 64-Bit exige o uso da versão 64-Bit do SP1, e não dá para misturar as coisas (sistema de 64-Bit com Service Pack de 32-Bit, e vice-versa).

Além disso, seu PC precisa ter pelo menos 4 GB de espaço em disco livre.

Baixe a versão Beta 2.6.0 (lá no rodapé da página de downloads) do RT Se7en Lite e instale. Se possível desabilite temporariamente seu anti-vírus, já que ele pode interferir no processo de “slipstreaming”, deixando-o mais lento.

Crie uma pasta no seu PC com um nome qualquer (ex: Windows7) e copie para dentro dela todos os arquivos do DVD de instalação.

Depois que a cópia terminar abra o RT Se7en Lite, clique no botão Select OS Path na janela principal e indique a pasta que contém os arquivos que você acabou de copiar.

Uma nova janela irá surgir com uma lista de versões do Windows 7: selecione a correpondente ao seu DVD. Nessa mesma janela marque a opção Slipstream Service Pack e clique em OK.

rt7lite-300px.jpg

RT Se7en Lite: integre os Service Packs ao processo de instalação do Windows

Uma nova janela com opções de Slipstreaming irá surgir. Clique no botão Browse no topo da janela e selecione o instalador do Windows 7 Service Pack 1 que você baixou anteriormente (windows6.1-KB976932-X64.exe, para sistemas de 64-Bit, ou windows6.1-KB976932-X86.exe, para sistemas de 32-Bit). Clique em Start.

O RT Se7en Lite irá começar a integrar o Service Pack 1 aos arquivos de instalação do Windows 7. O processo pode levar um bom tempo, especialmente em máquinas mais lentas.

Em uma máquina de testes com processador quad-core e 8 GB de RAM, demorou cerca de 20 minutos. Em um PC mais modesto, com um processador Core 2 Duo e 4 GB de RAM, levou mais de uma hora.

Quando o RT Se7en Lite reportar que a operação foi concluída com sucesso, clique no botão Exit e feche o programa.

A pasta para onde você copiou o conteúdo do DVD do Windows 7 agora contém um instalador atualizado, já com o Service Pack 1 integrado. Só falta copiar tudo isso para um pendrive.

Criando o pendrive

Para criar o pendrive de instalação basta instalar o Novicorp WinToFlash (gratuito para uso pessoal) e seguir os mesmos passos que detalhamos em um outro artigo que publicado, chamado “Aprenda a instalar o Windows a partir de um pendrive”.

Só há uma pequena diferença: na hora de indicar onde estão os arquivos de instalação do sistema (opção Windows files path: no Windows Setup Transfer Wizard) aponte para a pasta em seu HD com o instalador modificado, em vez de indicar o DVD original do Windows.

Instalando!

Para instalar o Windows basta reiniciar o PC a partir de seu novo pendrive (consulte o manual de seu computador para saber como).

O instalador do Windows 7 irá surgir na tela, como se você estivesse usando o DVD original, com a diferença de que todo o processo será mais rápido.

Quanto tempo dá pra economizar? Em uma de nossas máquinas foram necessários apenas 6 minutos e 35 segundos para ir do início ao fim da instalação.

Usando um DVD original do Windows o mesmo processo levou 14 minutos e 30 segundos, e isso não leva em conta o tempo necessário para baixar e instalar o Service Pack 1, que poderá chegar a várias horas, dependendo de sua conexão à internet.

Fonte: PC World – Acessado em 28/04/2017

Compartilhe:
close
Fonte +-
Contrast