• Category Archives: Windows

Atualizações de Outubro do Windows 10 apagando dados

Atualizações de Outubro do Windows 10 apagando dados dos usuários

Embora as atualizações de recursos do Windows 10 sejam submetidas a muitos testes por meio do programa Windows Insider, mas o fato é que Atualizações de Outubro do Windows 10 estão apagando dados dos usuários.

De acordo com relatos no Reddit e no Twitter , alguns usuários descobriram que a atualização varreu os arquivos armazenados em suas pastas Documentos e Fotos. Eu atualizei meu PC na terça-feira e posso informar que todos os meus arquivos estão exatamente onde eles estavam – felizmente – mas as reclamações estão aumentando.

Um usuário do Reddit reclamou : “Então, após a atualização, descobri que meus documentos, fotos, músicas, vídeos desapareceram. Wtf? Como posso recuperá-los?”

Nos fóruns da Comunidade da Microsoft, Robert Ziko escreveu :

Acabei de atualizar minhas janelas usando a atualização de outubro (10, versão 1809) que excluiu todos os meus arquivos de 23 anos no valor de 220GB. Isso é inacreditável, eu tenho usado produtos da Microsoft desde 1995 e nada disso aconteceu comigo.

Os arquivos estavam localizados em C: / Users / rober / Documents /

Este local ainda está presente, sem arquivos. Todos os arquivos excluídos.

Estou extremamente chateada. Não sei o que fazer … por favor me avise.

 

Eu não posso acreditar que eles fizeram uma atualização semestral com um grande show como este. Ei MS talvez seja hora de investir em um QA adequado mais uma vez?

Não é a primeira vez. Eu vi com a última atualização como dois PCs tiveram seus perfis de usuário destruídos; não podia mais acessar nada. E aqueles estavam usando profissional, que supostamente recebe atualizações mais confiáveis. Ou a atualização dos criadores de conteúdo, que vem com muitos relatórios sobre sistemas operacionais corrompidos.

Engraçado como as pessoas – e a microsoft – tentaram justificar as atualizações forçadas com “é para o melhor interesse das pessoas”. Ainda neste momento, as atualizações do Windows parecem ser a maior ameaça ao seu PC.

A MSPoweruser acredita que o OneDrive pode ser a causa dos problemas, mas não está totalmente claro o que está acontecendo aqui.

Então, o que você pode fazer para evitar que esse problema aconteça com você? Bem, em primeiro lugar, você pode evitar a instalação da atualização por enquanto e, em segundo lugar, você pode fazer backup de todos os seus dados pessoais antes de iniciar a atualização. Use a Ferramenta de Backup do Windows ou uma solução de terceiros como o Paragon Backup & Recovery Free .

Fonte: BetanewsReddit – Acessado em 04/10/2018

Desativar unidades USB para usuários específicos

Como desativar unidades USB para usuários específicos

1) precisamos criar um GPO para isso ou adicionar um GPO existente para segmentar máquinas. Após a chave de registro  HKEY_LOCAL_MACHINE \ SYSTEM \ CurrentControlSet \ Services \ UsbStor
precisa ser adicionado ao controle do sistema de arquivos no GPO e dar Negar a todos.

Isso desativará essa entrada do registro em todas as máquinas que receberão essas configurações.
Este registro armazena as informações do driver para o dispositivo USB, se esse local estiver desativado, o driver USB não será carregado para nenhum dispositivo USB externo.

2) podemos usar a filtragem de GPO para implantar essa política somente em um grupo de usuários, onde quer que eles façam login no domínio. Para realizar isso, adicione esses usuários na filtragem de segurança do GPO e atribua o direito Aplicar gpo, não atribuir a usuários autenticados se você deseja especificar para alguns usuários.

Ou ainda:

Para impedir que usuários se conectem a dispositivos de armazenamento USB, use um ou mais dos procedimentos a seguir, conforme forem apropriados para sua situação.

Se um dispositivo de armazenamento USB não estiver instalado no computador

Se um dispositivo de armazenamento USB ainda não tiver sido instalado no computador, atribua ao usuário ou grupo e à conta SYSTEM local as permissões de Negação nos seguintes arquivos:

  • %SystemRoot%\Inf\Usbstor.pnf
  • %SystemRoot%\Inf\Usbstor.inf

Ao fazer isso, os usuários não poderão instalar um dispositivo de armazenamento USB no computador. Para atribuir permissões Negar a um usuário ou a um grupo para os arquivos Usbstor.pnf e Usbstor.inf, execute as seguintes etapas:

  1. Inicie o Windows Explorer e localize a pasta %SystemRoot%\Inf.
  2. Clique com o botão direito do mouse no arquivo Usbstor.pnf e clique em Propriedades.
  3. Clique na guia Segurança.
  4. Na lista Nomes de grupo ou de usuário, adicione o usuário ou grupo para o qual deseja definir as permissões de Negação.
  5. Na lista Permissões de UserName ou GroupName, marque a caixa de seleção Negar referente a Controle Total.Observação Além disso, adicione a conta Sistema à lista Negar.
  6. Na lista Nomes de grupo ou de usuário, selecione a conta SYSTEM.
  7. Na lista Permissões de UserName ou GroupName, marque a caixa de seleção Negar referente a Controle Total e clique em OK.
  8. Clique com o botão direito do mouse no arquivo Usbstor.inf e clique em Propriedades.
  9. Clique na guia Segurança.
  10. Na lista Nomes de grupo ou de usuário, adicione o usuário ou grupo para o qual deseja definir as permissões de Negação.
  11. Na lista Permissões de UserName ou GroupName, marque a caixa de seleção Negar referente a Controle Total.
  12. Na lista Nomes de grupo ou de usuário, selecione a conta SYSTEM.
  13. Na lista Permissões de UserName ou GroupName, marque a caixa de seleção Negar referente a Controle Total e clique em OK.

Se um dispositivo de armazenamento USB já estiver instalado no computador

Se um dispositivo de armazenamento USB já estiver instalado no computador, será possível alterar o Registro para garantir que o dispositivo não funcione quando o usuário conectá-lo ao computador. Para corrigirmos esse problema para você, vá para a seção “Corrigir para mim“. Se você mesmo preferir corrigir o problema, vá para a seção “Desejo corrigir sozinho”.

Corrigir para mim

Para corrigir o problema automaticamente, clique no link Corrigir este problema. Em seguida, clique em Executar na caixa de diálogo Download de Arquivo e siga as etapas descritas neste assistente.

Observação Este assistente pode estar apenas em inglês, mas a correção automática também funciona para versões do Windows em outros idiomas.

Observação Se o computador que você está usando não apresentar o problema, salve a solução Corrigir em uma unidade flash ou em um CD para depois executar no computador com esse problema.

Agora, vá para a seção “O pro‏blema foi corrigido?“.

Desejo corrigir sozinho

Importante Esta seção, este método ou esta tarefa contém etapas que descrevem como modificar o Registro. No entanto, sérios problemas poderão ocorrer caso você modifique o Registro incorretamente. Portanto, siga estas etapas cuidadosamente. Para obter mais proteção, faça um backup do Registro antes de modificá-lo. Dessa forma, se ocorrer algum problema, você poderá restaurar o Registro. Para obter mais informações sobre como fazer backup e restaurar o Registro, clique no número abaixo para exibir o artigo da Base de Dados de Conhecimento Microsoft:

322756 Como fazer o backup e restaurar o Registro no Windows XP

Se um dispositivo de armazenamento USB já estiver instalado no computador, configure o valor Start na seguinte chave do Registro para 4:

HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\UsbStor

Ao fazer isso, o dispositivo de armazenamento USB não funcionará quando o usuário conectá-lo ao computador. Para configurar o valor Start, execute as seguintes etapas:

  1. Clique em Iniciar e em Executar.
  2. Na caixa Abrir, digite regedit e clique em OK.
  3. Localize e clique na seguinte chave do Registro:
    HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\UsbStor
  4. No painel de detalhes, clique duas vezes em Iniciar.
  5. Na caixa Dados de valor, digite 4, clique em Hexadecimal (se não estiver selecionado) e em OK.
  6. Saia do Editor do Registro.

Isso corrigiu o problema?

Verifique se o problema está corrigido. Em caso afirmativo, você concluiu este artigo.

Como resolver problemas comuns do Office 2013

Como resolver problemas comuns do Office 2013

Como resolver problemas comuns do Office 2013

Este artigo fornece informações sobre o Microsoft Office 2013 problemas comuns.


O Windows não consegue encontrar integratedOffice.exe

Um usuário pode informar que receber um erro dizendo que o Windows não consegue encontrar “C: \Program Files\Microsoft Office 15 \integratedOffice.exe cannot find64 \

Há uma correção para isso da Microsoft. Consulte o artigo KB MS (Base de conhecimento) para obter ajuda sobre como resolver esse problema. Http://support.microsoft.com/kb/2809219

 


Problema de desinstalação Office 2013

Você pode receber um erro que indica “Desculpe-nos, Office pode ser desinstalado”
Consulte o artigo da Microsoft KB para obter ajuda sobre como resolver esse problema. 
Http://support.microsoft.com/kb/2739501

 


A instalação do Office 2013 erro

Ao instalar Office 2013 você pode receber um erro que indica “algo deu errado e não é possível conectá-lo agora”
Consulte o artigo da Microsoft KB para obter ajuda sobre como resolver esse problema. 
Http://support.microsoft.com/kb/2811180

 


Erro de ponto de entrada de procedimento

Ao instalar Office 2013 você pode receber um erro de ponto de entrada de procedimento.
Consulte o artigo da Microsoft KB para obter ajuda sobre como resolver esse problema. 
Http://support.microsoft.com/kb/2809945

Fonte: Dell – Acessado em 16/09/2018

Algo deu errado: Solucione problemas do Office 2013

Solucionando Problemas Office 2013 “Algo deu errado”

Resumo

Introdução

 

Por diversas vezes tentei verificar o erro em fóruns, fix da Microsoft e não obtive solução, então me deparei com o agendador de tarefas e vi que existia uma tarefa especifica do office daí exclui a tarefa reiniciei o desktop e o office voltou automaticamente e a solução que vi da Microsoft foi um fix que remove e instala o office novamente algo que achei muito demorado.

Erro

Imagem

Detalhes

Solucionar

 

Para Solucionar, abra o Agendador de Tarefas do Windows.

 

Ou chame pelo Executar e digite o comando: taskschd.msc

 

Imagem

 

Agora procure a tarefa abaixo e Exclua a mesma:

 

Imagem

 

Depois é necessário reiniciar a máquina para que erro seja solucionado após o reboot acesse o office novamente.

 

Pronto o problema será solucionado.

 

Conclusão

 

Procedimento soluciona Problema Office 2013 “Algo deu errado”.

Ou ainda:

 

O erro “Algo deu errado” ao tentar iniciar um aplicativo do Office

Ao tentar iniciar um aplicativo do Office, você pode receber este erro. Veja algumas coisas que podem ser feitas para corrigir o problema. Listamos primeiro as soluções mais comuns, portanto, siga a ordem.Erro "Algo deu errado" ao abrir o aplicativo do Office

Reiniciar o dispositivo

Aguarde alguns minutos, reinicie o seu dispositivo, entre novamente e reinicie o aplicativo.

Reparar o Office por meio do Painel de Controle

A forma de acessar a ferramenta de reparo varia de acordo com o sistema operacional. Escolha o sistema operacional na lista suspensa a seguir.

18

O erro “Algo deu errado” ao tentar iniciar um aplicativo do Office

Ao tentar iniciar um aplicativo do Office, você pode receber este erro. Veja algumas coisas que podem ser feitas para corrigir o problema. Listamos primeiro as soluções mais comuns, portanto, siga a ordem.Erro "Algo deu errado" ao abrir o aplicativo do Office

Reiniciar o dispositivo

Aguarde alguns minutos, reinicie o seu dispositivo, entre novamente e reinicie o aplicativo.

Reparar o Office por meio do Painel de Controle

A forma de acessar a ferramenta de reparo varia de acordo com o sistema operacional. Escolha o sistema operacional na lista suspensa a seguir.

  1. Clique no botão Iniciar Botão Iniciar do Windows 7 (canto inferior esquerdo), clique em Painel de Controle na lista de menus e clique em Programas e Recursos.

  2. No modo de exibição Categoria, em Programas, escolha Desinstalar um programa.
  3. Clique no produto do Office que deseja reparar e clique em Alterar.
  4. Na tela Como você gostaria de reparar seus programas do Office?, escolha Reparo Online para garantir a correção de todos os itens e, em seguida, escolha Reparar.
  5. Siga as instruções na tela para concluir.

Desinstalar e reinstalar o Office

Desinstalar o Office usando a correção fácil

  1. Clique neste botão de correção fácil para desinstalar o Office.Botão para download da ferramenta de correção fácil indicando que uma correção automática está disponível
  2. Para ver as etapas restantes que mostram como salvar e usar a correção fácil, selecione o navegador na lista suspensa abaixo:
    1. Na parte inferior da janela do navegador, selecione Abrir para abrir o arquivo O15CTRRemove.diagcab.Selecione Abrir para abrir a ferramenta de correção fácil O15CTRRemove.diagcab.Se o arquivo não abrir automaticamente, escolha Salvar > Abrir Pasta e clique duas vezes no arquivo (o nome deve começar com “O15CTRRemove“) para executar a ferramenta de correção fácil.
    2. O assistente Uninstall Microsoft Office (Desinstalar o Microsoft Office) é iniciado. Selecione Próximo e siga as instruções.
    3. Quando você vir a tela Desinstalação bem-sucedida, siga os avisos para reiniciar o computador para que as alterações entrem em vigor. Selecione Avançar.
    4. Reinicie o computador e instale o Office novamente.

    Google Chrome

    1. No canto inferior esquerdo, selecione o arquivo o15CTRRemove e, no menu suspenso, selecione Mostrar na pasta.

      Na lista suspensa, escolha Exibir na pastaClique duas vezes no download o15CTRRemove para executar a ferramenta de correção fácil.

    2. O assistente Uninstall Microsoft Office (Desinstalar o Microsoft Office) é iniciado. Selecione Próximo e siga as instruções.
    3. Quando você vir a tela Desinstalação bem-sucedida, siga os avisos para reiniciar o computador para que as alterações entrem em vigor. Selecione Avançar.
    4. Reinicie o computador e instale o Office novamente.

Firefox

  1. Selecione Salvar Arquivo e clique em OK.Salvar o arquivo O15CTRRemove.diagcab no FirefoxNo canto superior direito da janela do navegador, escolha Mostrar todos os downloads. Na Biblioteca, selecione Downloads > O15CTRRemove.diagcab e, em seguida, selecione o ícone de pasta. Clique duas vezes em O15CTRRemove.diagcab.
  2. O assistente Uninstall Microsoft Office (Desinstalar o Microsoft Office) é iniciado. Selecione Próximo e siga as instruções.
  3. Quando você vir a tela Desinstalação bem-sucedida, siga os avisos para reiniciar o computador para que as alterações entrem em vigor. Selecione Avançar.
  4. Reinicie o computador e instale o Office novamente.

Instalar o Office

Para reinstalar o Office 365 ou o Office 2016, siga as etapas descritas em Baixar e instalar ou reinstalar o Office em seu PC ou Mac.

Para reinstalar o Office 2013, confira Baixar e instalar ou reinstalar o Office 2013 em um PC.

Está com problemas para instalar o Office? Use o instalador offline

Se você ainda estiver tendo problemas para instalar o Office usando as etapas nos artigos de instalação mostrados acima, tente usar o instalador offline.

O instalador offline do Office pode ajudar a ignorar possíveis problemas de proxy, de firewall, de antivírus ou de conexão com a Internet que podem ocorrer durante a instalação do Office 2016.

Para obter as etapas para instalar uma versão offline do Office 2016, confira Usar o instalador offline do Office 2016 e selecione a guia correta para a sua versão do Office.

Fonte: Office , Microsoft – Acessado em 16/06/2018

Como remover DCs com falha de domínio no Windows Server 2016

Como remover DCs com falha

Quando você promove o servidor ao controlador de domínio e falha, você ainda tem seus metadados no domínio do Active Directory. Por causa disso, você pode enfrentar alguns dos seguintes problemas:

  1. Quando você promove novamente o mesmo servidor com o mesmo nome de NetBIOS, você falhará porque os mesmos objetos residem no diretório ativo
  2. Você não poderá promover um novo servidor para o controlador de domínio devido a problemas de replicação e à falha dos proprietários da função FSMO.

É aconselhável limpar os metadados do AD sempre que você falhar na promoção de DCs. Este artigo pode ajudá-lo com isso.

Abra o PowerShell com privilégios elevados e execute os seguintes comandos em sequência.

Passo 1. Digite ntdsutil e pressione Enter no teclado

Etapa 2. Digite a limpeza de metadados e pressione Enter no teclado

Passo 3. Digite as conexões e pressione Enter no teclado

Etapa 4. Digite connect to server

Passo 5. Digite q e aperte enter no teclado

Etapa 6. Digite o destino de operação de seleção e pressione Enter no teclado

Passo 7. Digite list domains e pressione enter no teclado

Etapa 8. Digite Selecionar Domínio e aperte enter do teclado

Passo 9. Digite listar sites e aperte enter no teclado

Etapa 10. Digite o site de seleção e aperte enter do teclado

Etapa 11. Digite listar servidores no site e pressione Enter no teclado

Etapa 12. Digite Selecionar Servidor e aperte enter do teclado

Passo 13. Digite q e aperte enter do teclado

Etapa 14. Digite remover servidor selecionado e aperte enter

Etapa 15. Ignore o aviso e clique em SIM

Neste momento, o CD deveria ter sido removido. Repita a partir do passo 6 se quiser remover mais DCs com falha.

Fonte: Itprotoday – Acessado em 22/06/2018 – às 19:00

Configurando o failover de DHCP no Windows Server 2016

O failover de DHCP é um novo recurso (disponível no Server 2012 e versões posteriores) para garantir a alta disponibilidade do servidor DHCP em uma rede corporativa. 

Os dois servidores em um relacionamento de failover compartilham informações de concessão, incluindo reservas, opções de escopo, exclusão, políticas e filtros. Eles sabem sua existência trocando mensagens de batimento cardíaco. Quando um servidor DHCP não está disponível, outro assume a responsabilidade de atribuir a configuração do endereço IP aos computadores clientes. 

Neste guia, tentei ilustrar a configuração do failover de DHCP em um ambiente de teste com dois servidores do Windows 2016 e um cliente do Windows 10. 

Visão geral da arquitetura de failover de DHCP

O relacionamento de failover do DHCP é criado em um dos dois modos a seguir.

  1. Modo de espera quente
  2. Modo de compartilhamento de carga

No modo de espera ativa, os servidores DHCP principais e secundários em um relacionamento de failover funcionam nos modos ativo – passivo. 

O servidor DHCP primário é usado para ser um servidor DHCP ativo e tem a responsabilidade de distribuir a configuração do endereço IP para os computadores clientes enquanto o servidor DHCP secundário é usado para ser um servidor passivo. Ele assume a responsabilidade de distribuir a configuração do endereço IP somente quando um servidor DHCP ativo estiver inativo ou indisponível.

No modo de compartilhamento de carga, o servidor DHCP primário e o servidor DHCP secundário funcionam no modo ativo-ativo e fornecem uma configuração de endereço IP aos computadores clientes simultaneamente. As solicitações do cliente são balanceadas por carga e compartilhadas entre dois servidores DHCP.

Neste guia, configurei o failover de DHCP no modo de espera ativa.

Limitações

A implementação do failover de DHCP no Windows Server 2016 tem duas limitações a seguir.

  1. Ele pode suportar apenas dois servidores DHCP no relacionamento de failover
  2. O relacionamento de failover não suporta o escopo do IPv6

Pré-requisitos

Você precisa atender aos dois requisitos mínimos a seguir para este guia funcionar.

  1. Um escopo ativo no servidor DHCP primário
  2. Um DHCP já configurado no servidor secundário ou parceiro

Configurando o failover de DHCP usando o Gerenciador de Servidores

Etapa 1. Abra o console DHCP do seu servidor principal, clique com o botão direito do mouse no escopo que você deseja configurar para o failover e, em seguida, clique em Configurar Failover…

Etapa 2. Clique em Avançar

Etapa 3. Digite o nome do host ou o endereço IP do servidor parceiro e clique em Avançar

Etapa 4. Escolha o modo de espera ativa, deixe as outras opções como padrão e clique em Avançar

Passo 5 . Clique em Finish

Etapa 6. Clique em Close

Configurando o failover de DHCP usando o PowerShell

Passo 1. No seu servidor DHCP primário, abra o PowerShell com privilégios elevados

Etapa 2. Execute o seguinte comando. Certifique-se de substituir os valores de -ComputerName, -PartnerServer e -ScopeID

Add-DhcpServerv4Failover –ComputerName dhcp1.contoso.com –PartnerServer dhcp2.contoso.com –Name server2016.yourdomain.com-172.16.1.100-2 –ScopeID 172.16.0.0 –ServerRole Ativo -Force

Testando a configuração

Há poucos trabalhos em torno que você pode realizar para testar sua configuração de failover de DHCP.

Etapa 1. Abra o console DHCP do servidor principal ou ativo e expanda o nó IPv4. Clique com o botão direito do mouse no escopo configurado para failover e clique em Propriedades. Abra a guia de failover, verifique o endereço IP e o estado do servidor parceiro

Etapa 2. Abra o console DHCP do servidor secundário ou parceiro e expanda o nó IPv4. Você deve ver o mesmo escopo (incluindo reservas, opções etc.) que você configurou para o failover do servidor principal 

Etapa 3. No cliente Windows 10, abra as configurações do adaptador de rede (Propriedades TCP / IPv4) e defina-o para obter um endereço IP automaticamente. Execute o prompt de comando ipconfig / all on. Anote o endereço IP do servidor DHCP. Deve ser um endereço IP do servidor DHCP ativo.

Etapa 4. Abra o console DHCP do servidor DHCP primário ou ativo e pare o serviço DHCP. Clique com o botão direito do mouse no nome do seu servidor -> All Tasks -> clique em Parar

Passo 5 . Abra o prompt de comando do cliente Windows 10 e execute os dois comandos a seguir. Anote o endereço IP do servidor DHCP. Deve ser um endereço IP do servidor DHCP em espera

Ipconfig / release
Ipconfig / renew 

Fonte: Itprotoday – Acessado em 07/06/2018 às 19:00

Como implantar uma imagem do sistema operacional em um computador off-line

Apliicação: System Center Configuration Manager 2007, System Center Configuration Manager 2007 R2, System Center Configuration Manager 2007 R3, System Center Configuration Manager 2007 SP1, System Center Configuration Manager 2007 SP2

Talvez seja necessário implantar um sistema operacional em um computador que não esteja conectado à rede ou a um computador conectado por uma conexão de baixa largura de banda. Você pode usar o Configuration Manager 2007 para criar uma mídia de instalação offline que execute a instalação.

NotaObservação
O computador de destino não deve ter um cliente existente do Configuration Manager 2007 instalado.

Use o procedimento a seguir para implantar um sistema operacional em um computador offline.

Para implantar um sistema operacional em um computador offline

  1. No console do Configuration Manager, navegue até System Center Configuration Manager / Banco de Dados do Site / Gerenciamento do Computador / Implantação do Sistema Operacional / Sequências de Tarefas .
  2. Para criar um conjunto de mídia autônomo, inicie o Assistente de Mídia de Sequência de Tarefas.
  3. No Assistente de Seqüência de Tarefas, na página Selecionar Tipo de Mídia , selecione Mídia Independente .

    Se você selecionou conjunto de CD / DVD na página Tipo de Mídia , os arquivos criados são um conjunto de arquivos .ISO que precisam ser gravados no conjunto de mídias. Você pode usar outro produto para gravar os arquivos de instalação no conjunto de CD ou DVD.

    Se você selecionou uma unidade flash USB na página Tipo de Mídia , os arquivos serão criados e salvos diretamente na unidade flash USB.

    ImportanteImportante

    Se você especificou uma unidade flash USB como o tipo de mídia, a unidade flash USB deve estar conectada ao servidor que executa o console do administrador do Configuration Manager 2007 quando a imagem for criada, pois os arquivos de mídia criados serão gravados diretamente na unidade flash USB. Se houver uma etapa de sequência de tarefas que fará com que o computador seja reiniciado, você também deverá configurar o BIOS do computador de destino para inicializar a partir do disco rígido ou o computador inicializará usando a mídia conectada.
  4. Para iniciar a implantação do sistema operacional, insira a mídia no computador de destino e inicie a instalação a partir da mídia criada. Se não houver nenhum sistema operacional existente no computador de destino, você deverá inserir ou conectar a mídia de instalação ao computador e reiniciar o computador usando a mídia de instalação.
NotaObservação
Certifique-se de que a mídia usada para concluir a instalação seja inicializável.

Fonte: Technet – Acessado em 29/05/2018 – às 19:00

Configurar atualizações automáticas usando o Editor do Registro

Como configurar atualizações automáticas usando o Editor do Registro

Com o advento do WSUS, Configurar atualizações automáticas usando o Editor do Registro ficou no passado… Mas há quem prefira fazer tudo na mão ou não possui um servidor com ou WSUS disponível para esse fim como é meu caso.

Segue abaixo tutorial disponibilizado pela Microsoft para esta configuração trabalhosa , mas há que prefira:

Aplica-se a: Windows Server Update Services, Windows Small Business Server 2011 Standard, Windows Server 2008 R2, Windows Server 2003 com SP2, Windows Server 2008 R2 com SP1

Se você não quiser usar a Diretiva de Grupo para gerenciar as Atualizações Automáticas (por exemplo, a implantação do WSUS está em um ambiente não-Active Directory), você poderá configurar as Atualizações Automáticas usando o Editor do Registro.

Atenção

A edição incorreta do registro pode danificar gravemente seu sistema. Antes de fazer alterações no registro, você deve fazer backup de todos os dados de valor no computador.

Chaves para configurar atualizações automáticas usando o Editor do Registro

 

Entradas do registro que você pode usar para configurar atualizações automáticas usando o Editor do Registro estão localizadas nas seguintes subchaves:

  • Atualização do HKEY_LOCAL_MACHINE \ Software \ Policies \ Microsoft \ Windows \ Windows
  • HKEY_CURRENT_USER \ Software \ Microsoft \ Windows \ CurrentVersion \ Policies \ Explorer
  • HKEY_LOCAL_MACHINE \ SYSTEM \ Gerenciamento de Comunicação na Internet \ Comunicação via Internet
  • HKEY_CURRENT_USER \ Software \ Microsoft \ Windows \ CurrentVersion \ Policies \ WindowsUpdate
  • HKEY_LOCAL_MACHINE \ Software \ Diretivas \ Microsoft \ Windows \ WindowsUpdate \ AU

Chaves de registro para o Windows Update

As entradas de registro do WSUS para o Windows Update estão localizadas na seguinte subchave:

Atualização do HKEY_LOCAL_MACHINE \ Software \ Policies \ Microsoft \ Windows \ Windows

As chaves e seus valores estão listados na tabela a seguir.

Nome da entradaTipo de dadosValores
AcceptTrustedPublisherCertsReg_DWORDIntervalo = 1 | 0

– 1 = Ativado. O servidor WSUS distribui atualizações não-Microsoft assinadas disponíveis.
– 0 = desativado. O servidor WSUS não distribui atualizações não-Microsoft assinadas disponíveis.

DisableWindowsUpdateAccessReg_DWORDIntervalo = 1 | 0

– 1 = Desativa o acesso ao Windows Update.
– 0 = Permite o acesso ao Windows Update.

ElevateNonAdminsReg_DWORDIntervalo = 1 | 0

– 1 = Todos os membros do grupo de segurança Usuários podem aprovar ou desaprovar atualizações.
– 0 = Somente membros do grupo de segurança Administradores podem aprovar ou desaprovar atualizações.

Grupo alvoReg_SZNome do grupo de computadores ao qual o computador pertence. Esta política está emparelhada com TargetGroupEnabled .
TargetGroupEnabledReg_DWORDIntervalo = 1 | 0

– 1 = Use a segmentação do lado do cliente.
– 0 = não use a segmentação do lado do cliente.Esta política está emparelhada com o TargetGroup .

WUServerReg_SZHTTP (S) URL do servidor WSUS que é usado por Atualizações Automáticas e chamadores de API (por padrão). Esta política é emparelhada comWUStatusServer e ambas as chaves devem ser configuradas para o mesmo valor para serem válidas.
WUStatusServerReg_SZA URL HTTP (S) do servidor para a qual as informações de relatório são enviadas para computadores clientes que usam o servidor WSUS configurado pela chave WUServer . Esta política é emparelhada com o WUServer e ambas as chaves devem ser definidas para o mesmo valor para serem válidas.

Chaves de registro do WSUS para o Internet Explorer

As entradas de registro do WSUS para o Internet Explorer estão localizadas na seguinte subchave:

HKEY_CURRENT_USER \ Software \ Microsoft \ Windows \ CurrentVersion \ Policies \ Explorer

As chaves e seus valores estão listados na tabela a seguir.

Nome da entradaTipo de dadosConfiguração de política de grupo correspondenteValores
NoWindowsUpdateReg_DWORDRemover links e acesso ao Windows UpdateImpede que os usuários se conectem ao site do Windows Update.

Intervalo = 1 | 0

– 1 = Ativado. Os usuários não podem se conectar ao site do Windows Update.
– 0 = Desativado ou não configurado.Os usuários podem se conectar ao site do Windows Update.

Chaves de registro do WSUS para comunicação pela Internet

As entradas de registro do WSUS para comunicação da Internet estão localizadas na seguinte subchave:

HKEY_LOCAL_MACHINE \ SYSTEM \ Gerenciamento de Comunicação na Internet \ Comunicação via Internet

As chaves e seus valores estão listados na tabela a seguir.

Nome da entradaTipo de dadosConfiguração de política de grupo correspondenteValores
DisableWindowsUpdateAccessReg_DWORDDesativar o acesso a todos os recursos do Windows UpdateRemova todo o acesso ao Windows Update.

Intervalo = 1 | 0

– 1 = Ativado. Todos os recursos do Windows Update são removidos. Isso inclui bloquear o acesso ao site do Windows Update em http://windowsupdate.microsoft.com, no hiperlink do Windows Update no menu Iniciar e também no menu Ferramentas do Internet Explorer. A atualização automática do Windows também está desativada; você não será notificado nem receberá atualizações críticas do Windows Update. Essa configuração também impede que o Gerenciador de dispositivos instale atualizações de driver automaticamente no site do Windows Update.
– 0 = Desativado ou não configurado.Os usuários poderão acessar o site do Windows Update e habilitar a atualização automática para receber notificações e atualizações críticas do Windows Update.

Chave de registro do WSUS para o Windows Update

A entrada de registro do WSUS para o Windows Update está localizada na seguinte subchave:

HKEY_CURRENT_USER \ Software \ Microsoft \ Windows \ CurrentVersion \ Policies \ WindowsUpdate

A chave e seu valor estão listados na tabela a seguir.

Nome da entradaTipo de dadosConfiguração de política de grupo correspondenteValores
DisableWindowsUpdateAccessReg_DWORDRemover o acesso para usar todos os recursos do Windows UpdateImpede que os usuários se conectem ao site do Windows Update.

Intervalo = 1 | 0

– 1 = Ativado. Todos os recursos do Windows Update são removidos.
– 0 = Desativado ou não configurado. Todos os recursos do Windows Update estão disponíveis.

Chaves de registro para opções de configuração de atualização automática

As entradas de registro para as opções de configuração de atualização automática estão localizadas na seguinte subchave:

HKEY_LOCAL_MACHINE \ Software \ Diretivas \ Microsoft \ Windows \ WindowsUpdate \ AU

As chaves e seus valores estão listados na tabela a seguir.

Nome da entradaTipo de dadosValores
AUOçõesReg_DWORDIntervalo = 2 | 3 | 4 | 5

– 2 = Avisar antes do download.
– 3 = Automaticamente baixe e notifique da instalação.
– 4 = Automaticamente baixar e agendar a instalação. Válido somente se existirem valores para ScheduledInstallDay eScheduledInstallTime .
– 5 = Atualizações Automáticas é necessário e os usuários podem configurá-lo.

Auto Instalar atualizações menoresReg_DWORDIntervalo = 0 | 1

– 0 = Trate atualizações secundárias como outras atualizações.
– 1 = silenciosamente instalar pequenas atualizações.

DetectionFrequencyReg_DWORDFaixa = n, onde n = tempo em horas (1–22).

– Tempo entre os ciclos de detecção.

DetectionFrequencyEnabledReg_DWORDIntervalo = 0 | 1

– 1 = Habilita a freqüência de detecção.
– 0 = Desativa a frequência de detecção personalizada (use o valor padrão de 22 horas).

NoAutoRebootWithLoggedOnUsersReg_DWORDIntervalo = 0 | 1

– 1 = O usuário conectado pode decidir se deseja reiniciar o computador cliente.
– 0 = Atualizações Automáticas notifica o usuário que o computador será reiniciado em 15 minutos.

NoAutoUpdateReg_DWORDIntervalo = 0 | 1

– 0 = Ativar Atualizações Automáticas.
– 1 = Desativar Atualizações Automáticas.

RebootRelaunchTimeoutReg_DWORDFaixa = n, onde n = tempo em minutos (1 a 1.440).

– Tempo entre prompts para um reinício agendado.

RebootRelaunchTimeoutEnabledReg_DWORDIntervalo = 0 | 1

– 1 = Ativar RebootRelaunchTimeout .
– 0 = Desativa o RebootRelaunchTimeoutpersonalizado (use o valor padrão de 10 minutos).

RebootWarningTimeoutReg_DWORDFaixa = n, onde n = tempo em minutos (1–30).

– Duração, em minutos, da contagem regressiva do aviso de reinicialização após a instalação das atualizações com um prazo ou atualizações agendadas.

RebootWarningTimeoutEnabledReg_DWORDIntervalo = 0 | 1

– 1 = Ativar RebootWarningTimeout .
– 0 = Desativa o RebootWarningTimeoutpersonalizado (use o valor padrão de 5 minutos).

RescheduleWaitTimeReg_DWORDIntervalo = n, em que n = tempo em minutos (1–60).

– Tempo em minutos que as Atualizações Automáticas aguardam na inicialização antes de aplicar atualizações de um horário de instalação agendado perdido.
– Esta política se aplica apenas a instalações programadas, não a prazos. Atualizações com prazos expirados devem sempre ser instaladas o mais rápido possível.

RescheduleWaitTimeEnabledReg_DWORDIntervalo = 0 | 1

– 1 = Ativar RescheduleWaitTime .
– 0 = Desativar RescheduleWaitTime (tente a instalação perdida durante o próximo horário de instalação agendado).

ScheduledInstallDayReg_DWORDIntervalo = 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7

– 0 = Todos os dias.
– 1 a 7 = os dias da semana de domingo (1) a sábado (7).
(Válido apenas se AUOptions = 4.)

ScheduledInstallTimeReg_DWORDIntervalo = n, em que n = a hora do dia no formato de 24 horas (0–23).
UseWUServerReg_DWORDIntervalo = 0 | 1

– 1 = O computador obtém suas atualizações de um servidor WSUS.
– 0 = O computador obtém suas atualizações do Microsoft Update.
– O valor do WUServer não é respeitado a menos que esta chave esteja definida.

Fonte: Microsoft – Acessado em 12/08/2018 – às 19:00

Configurar planos de energia

Aplica-se a: Windows 7, Windows Server 2008 R2

 

Por padrão, o Windows® 7 e o Windows Server® 2008 R2 incluem três planos de energia: Equilibrado , Economia de energia e Alto desempenho . Você pode personalizar esses planos para seus sistemas ou criar novos planos baseados nos planos existentes.

Um plano de energia é uma coleção de configurações de hardware e sistema que gerencia como os computadores usam e conservam energia. Você pode criar planos de energia personalizados para ajudar os usuários a configurar um plano de energia otimizado para seus computadores.

Para criar um plano de energia que funcione melhor para um projeto de sistema específico, experimente diferentes configurações e, em seguida, teste o desempenho resultante.

Nota

A otimização dos planos de energia do Windows pode contribuir para melhorar a duração da bateria. No entanto, um único aplicativo, dispositivo ou recurso de sistema com desempenho insatisfatório pode reduzir significativamente a vida útil da bateria. Para obter informações sobre fatores que influenciam a vida útil da bateria, consulte Noções básicas sobre vida útil da bateria e planos de energia .

A Microsoft® usa os termos plano de energia e esquema de energia de maneira intercambiável.

Impacto na duração da bateria

 

Configurações configuráveis comuns que podem ter impacto na duração da bateria
Esta seção lista algumas das configurações configuráveis comuns que podem afetar a vida útil da bateria. Teste essas e outras configurações para criar um plano de energia ideal para o seu sistema.

As configurações podem ser específicas para saber se o computador está conectado (CA) ou usando a bateria (CC). Você pode definir as seguintes configurações:

Brilho da tela

A maneira mais eficaz de reduzir o consumo de energia em um computador móvel quando o monitor está em uso é reduzir o brilho da tela. Em um computador portátil, o monitor conectado é o maior consumidor de energia, exigindo até 40% do orçamento geral de consumo de energia do sistema.

Por padrão, o Windows reduz significativamente o brilho da tela quando um computador móvel está recebendo energia da bateria. Dependendo do seu hardware e das necessidades de seus usuários, você pode ajustar a configuração de brilho da tela padrão para baixo para aumentar a duração da bateria, ou superior, para facilitar a leitura da tela.

Exibição escurecimento

Por padrão, os computadores portáteis que executam o Windows® 7 e o Windows Server® 2008 R2 são configurados para escurecer a exibição após um período de inatividade. Isso precede o tempo limite de exibição , que desativa a exibição completamente. Isso pode economizar considerável energia em um computador portátil que está sendo usado de forma intermitente.

Exibir tempo limite

A duração da bateria do computador portátil pode ser significativamente estendida usando um tempo limite ocioso de exibição curta.

Tempo limite do disco rígido

Embora o disco rígido (HDD) não seja o principal consumidor de energia no PC de energia móvel típico, talvez você consiga economizar energia aumentando o tempo limite do disco rígido.

Quando o disco rígido estiver inativo por um período de tempo, o motor do disco rígido parará. Na próxima vez em que o computador precisar acessar o disco rígido, a resposta do sistema pode ficar lenta enquanto o disco rígido começa a girar novamente.

Dependendo do seu hardware e das necessidades de seus usuários, você pode ajustar o tempo limite do disco rígido inferior para aumentar a duração da bateria ou aumentar para aumentar a disponibilidade do disco rígido.

Modo dormir

Por padrão, se o processador estiver ocioso e o usuário final não estiver usando o computador, o Windows entrará nos modos de suspensão de baixa energia ou de hibernação. Na próxima vez em que o computador precisar da energia do processador, a resposta do sistema poderá ficar lenta enquanto o processador se recupera.

Dependendo do seu hardware e das necessidades de seus usuários, você pode ajustar o temporizador de inatividade padrão para baixo para aumentar a duração da bateria ou aumentar a disponibilidade do processador.

Modos de economia de energia do adaptador sem fio

Por padrão, o Windows configura o modo de economia de energia 802.11 para Desempenho Máximo para alimentação CA e bateria.

Essa configuração mantém o adaptador sem fio ativo, mesmo quando os dados não estão sendo transferidos. Isso alivia problemas de compatibilidade entre alguns adaptadores sem fio e os pontos de acesso que não são compatíveis com os modos de economia de energia 802.11.

Se você estiver criando políticas de energia personalizadas para economizar energia adicional e ajudar a prolongar a vida útil da bateria, consulte o fabricante do adaptador sem fio sobre os efeitos de alterar o valor da política de energia para Economia Máxima de Energia ou Economia de Energia Média .

Você pode modificar manualmente as configurações de energia para cada configuração de energia integrada. Para saber mais sobre essas configurações e outras configurações de energia configuráveis comuns, consulte Soluções de vida útil da bateria móvel: um guia para profissionais de plataformas móveis .

Para definir um plano de configuração interno como padrão

Para definir esse plano como padrão, defina a configuração Unattend: Microsoft-Windows-powercpl \ PreferredPlan.

Esse plano de energia aparece na lista de planos de energia em destaque quando o usuário clica no medidor de bateria. Os planos de energia em destaque padrão são Balanceado e Economizador de energia .

Adicione a configuração do Windows Unattend: Microsoft-Windows-powercfg \ PreferredPlan . Para obter informações sobre essa configuração, consulte Referência de instalação autônoma do Windows®.

Para criar um plano de energia personalizado

Você pode criar um plano de energia personalizado e modificar a maioria das opções de planos de energia configuráveis através do Painel de Controle do Windows. Você pode modificar as outras configurações usando o powercfgcomando descrito posteriormente neste tópico.

Clique em Iniciar e selecione Painel de Controle .

Clique em Hardware e Som e selecione Opções de Energia .

O painel de controle Opções de energia é aberto e os esquemas de energia são exibidos.

Clique em Criar um plano de energia .

Siga as instruções na tela para criar e personalizar um plano de energia com base em um plano existente.

Para modificar um plano de energia usando o comando powercfg

Você pode personalizar todas as opções de energia configuráveis do Windows, incluindo configurações específicas de hardware que não são configuráveis através do Painel de Controle do Windows, usando o powercfgcomando em um prompt de comando elevado.

Abra um prompt de comando elevado
No computador do técnico, clique em Iniciar , clique em Todos os Programas e clique em Acessórios .

Clique com o botão direito do mouse em Prompt de Comando e selecione Executar como administrador . Se for solicitada permissão, clique em Continuar .

A janela do prompt de comando é aberta, com o título ” Administrador: prompt de comando “.

Listar os planos de energia disponíveis

No computador do seu técnico, em um prompt de comando elevado, digite

powercfg -LIST
O computador retornará a lista de esquemas de energia disponíveis. Os exemplos a seguir se referem a isso como guidScheme1 e guidScheme2 .

Existing Power Schemes (* Active)
———————————–
Power Scheme GUID: {guidScheme1} (Balanced) *
Power Scheme GUID: {guidScheme2} (Power saver)
Observe os GUIDs listados ao lado dos esquemas de energia que você deseja alterar. Você precisará desses GUIDs posteriormente, ao atualizar manualmente as configurações e capturar os planos de energia.

Definir o plano de energia a ser modificado como ativo

Para modificar um plano, defina o esquema de energia que você deseja alterar como o esquema de energia ativo. Por exemplo,

powercfg -SETACTIVE {guidScheme2}

Localize e ajuste as configurações

Esta seção descreve como configurar manualmente outras configurações de energia usando o powercfgcomando. Teste essas configurações para criar um plano de energia ideal para o seu sistema.

Para ajustar outras configurações de planos de energia, em um prompt de comando elevado, digite:

powercfg -QUERY
Se o comando QUERY for bem sucedido, o computador exibirá informações sobre as configurações de energia para esse esquema.

Revise as informações do comando query e observe o GUID do subgrupo para a configuração específica que você deseja alterar. Por exemplo, para revisar as configurações relacionadas ao Display, digite:

Subgroup GUID: {guidSubgroup-Display} (Display)
Revise as informações do comando query e observe o GUID de configuração de energia para a configuração específica que você deseja alterar. Por exemplo,

Power Setting GUID: {guidPowerSetting-Brightness} (Display brightness)
Revise as informações do comando de consulta, revise as configurações possíveis e encontre um valor que funcione para o seu computador.

Nota

Você insere esses valores usando números inteiros decimais, mas eles são exibidos como valores hexadecimais específicos da configuração.

Power Setting GUID: {guidPowerSetting-Brightness} (Display brightness)
Minimum Possible Setting: 0x00000000
Maximum Possible Setting: 0x00000064
Possible Settings increment: 0x00000001
Possible Settings units: %
Current AC Power Setting Index: 0x00000064
Current DC Power Setting Index: 0x00000032
Ajuste o valor para a configuração de energia quando o computador estiver conectado.

Por exemplo, para definir o nível de brilho como 100% quando o computador estiver conectado, digite:

powercfg -SETACVALUEINDEX {guidScheme-New} {guidSubgroup-Display} {guidPowerSetting-Brightness} 100
Ajuste o valor para a configuração de energia quando o computador estiver usando a energia da bateria.

Por exemplo, para definir o nível de brilho para 75% quando estiver usando a energia da bateria, digite:

powercfg -SETDCVALUEINDEX {guidScheme-New} {guidSubgroup-Display} {guidPowerSetting-Brightness} 75
Verifique a configuração. Tipo:

powercfg -QUERY
O computador mostrará o novo índice de configuração de energia em notação hexadecimal.

Por exemplo,

Power Setting GUID: {guidPowerSetting-Brightness} (Display brightness)
Minimum Possible Setting: 0x00000000
Maximum Possible Setting: 0x00000064
Possible Settings increment: 0x00000001
Possible Settings units: %
Current AC Power Setting Index: 0x00000064
Current DC Power Setting Index: 0x0000004b
Este exemplo mostra o valor hexadecimal 0x00000064, representando 100% de brilho da tela enquanto conectado, e o valor hexadecimal, 0x0000004b, representando 75% da luminosidade da tela durante a energia da bateria.

Para capturar planos de energia

Depois de criar planos de energia que funcionem para o seu sistema, capture os planos de energia do seu computador do técnico e implante-os nos computadores de destino. Por exemplo, para exportar um plano de energia do seu computador técnico chamado OutdoorScheme, abra um prompt de comando elevado e digite:

powercfg -EXPORT C:\OutdoorScheme.pow {guidScheme-New}

Para copiar esse arquivo para os computadores de referência ou de destino, adicione esse arquivo ao compartilhamento de distribuição, conforme descrito em Compreendendo compartilhamentos de distribuição e conjuntos de configurações .

Para implantar planos de energia

As etapas a seguir podem ser digitadas no computador de referência ou de destino ou podem ser automatizadas usando scripts personalizados. Para obter informações sobre como criar scripts, consulte Adicionar um script personalizado à instalação do Windows .

Importe os planos de energia. Por exemplo, para importar um plano de energia chamado OutdoorScheme, em um prompt de comando, digite:

Copiar
powercfg -IMPORT C:\OutdoorScheme.pow
Defina um esquema de energia para ser o plano de energia ativo. Por exemplo,

powercfg -SETACTIVE {guidScheme-New}
Para confirmar que o plano de energia foi implantado
Confirme se os esquemas de energia estão presentes no sistema. Para fazer isso:

Clique em Iniciar e selecione Painel de Controle .

Clique em Hardware e Som e selecione Opções de Energia .

O painel de controle Opções de energia é aberto e os esquemas de energia são exibidos.

Revise cada esquema de energia.

O esquema de energia definido como ativo será usado como esquema de energia ativo.

Fonte: Microsoft – Acessado em 17/04/2018

Windows 10 demorando pra iniciar? Solução aqui

Como acelerar a inicialização do Windows 10

Digite msconfig  no Campo de Pesquisa e abra a Configuração do Sistema. Em seguida, vá no menu Inicialização do Sistema e clique em Opções avançadas:


Em Opções Avançadas de Inicialização, clique em Número de processadores > Memória máxima e defina os seus valores ao máximo. Para concluir, clique em OK:

Essa dica também vale para Windows 7

WSUS e Windows 10 – Reconhecendo corretamente

WSUS e Windows 10 – Reconhecendo corretamente

Atualmente o Windows 10 está sendo reconhecido pelo WSUS como Windows Vista, um problema semelhante a este também ocorreu nas versões do Windows 8 e Windows 8.1, onde os mesmos eram reconhecidos como Windows 6.1 e como fazer com que o WSUS e Windows 10 sejam reconhecidos corretamente?

Para fazer com que o WSUS reconheça o Windows 10 como Windows 10 será necessário executar alguns procedimentos, será um pouquinho chato, mas nada difícil.

Feche a interface do WSUS e realize o download/instalação dos 2 KBs abaixo no servidor WSUS.

2720211 -> 2734608

Problemas corrigidos nesta atualização

Os seguintes artigos da Base de Dados de Conhecimento da Microsoft descrevem os problemas que estão incluídos nesta atualização:

  • 2530678 O System Center Update Publisher não publica atualizações personalizadas para um computador se o WSUS 3.0 SP2 e o .NET Framework 4.0 estão instalados
  • 2530709 As atualizações “Apenas Metadados” não podem ser expiradas ou revisadas no WSUS 3.0 SP2

Esta atualização reforça os canais de comunicação do WSUS. Isso inclui confiar somente nos arquivos que são emitidos pela autoridade de certificação do Microsoft Update.

Problemas conhecidos

  • Se você usar o recurso Publicação Local a partir de um console remoto do WSUS, quando o Servidor WSUS for atualizado com essa atualização, os consoles WSUS remotos também deverão ser atualizados para garantir que as versões da API correspondam.
  • Considere o seguinte cenário:
    • Você se conecta ao Windows Update através de um proxy de rede que utiliza a inspeção de conteúdo HTTPS ou SSL.
    • É um servidor intermediário entre o tráfego SSL do cliente e do Windows Update.

Após ter instalado os 2 KBs, instale as 2 ferramentas abaixo para o SQL.

MS ODBC Driver 11 for SQL Server -> MS Command Line Utilities 11 for SQL Server

Realize o download deste sql e modifique a extensão para .sql, salve o arquivo no C:\. Só por precaução realize o backup do banco WSUS

Para executarmos o script sql.sql que está salvo no C:\, abra o CMD e navegue até o diretório C:\Program Files\Microsoft SQL Server\Client SDK\ODBC\110\Tools\Binn e execute o comando SQLCMD.EXE -S np:\\.\pipe\MSSQL$MICROSOFT##SSEE\sql\query -i c:\SQL.sql >c:\output.txt será gerado um arquivo de saída onde você poderá acompanhar a execução do comando.

Caso dê algum erro de permissão, será necessário abrir o CMD como Administrador Local ou logar no servidor como Administrador local, eu não dei permissão ao meu usuário de rede para acessar o banco de dados WSUS, sendo assim, tive que logar como Administrador Local para conseguir executar o comando.

Após finalizar a execução do comando, basta abrir o WSUS e poderá ver a sistema operacional como Windows 10.

Windows 1 no WSUS

Fonte: Evoluir com TI – Acessado em 02/09/2017 às 15:10

Sincronizar relógio do Servidor com Estações

Como Sincronizar relógio do Servidor com Estações?

 

Tempos de Ransomware, as estações de um domínio precisam estar com as atualizações em dia e com isso sincronizar relógio do Servidor com Estações se tornou ainda mais necessário.

As configurações de horário, apesar de muitas vezes passarem despercebidas tem relacionamento direto com o funcionamento de diversas aplicações.

Exemplos de aplicações que necessitam data e hora funcionando corretamente e sincronizada:

– Microsoft Exchange

– ERP’s

– CRM’s

Configuração

Neste exemplo vamos sincronizar com o servidor do NTP.org, caso você não queira utilizar este pode utilizar o NTP.br que também fornece este tipo de serviço.

Os comandos deverão ser executados no Prompt de Comando.

01

Na janela do terminal insira o código abaixo e pressione Enter.

w32tm /config /syncfromflags:manual /manualpeerlist:0.pool.ntp.org

02

Aguarde até a conclusão do comando.

03

O apontamento do serviço foi redirecionado, agora vamos reiniciar o serviço de data e hora para que as alterações entrem em vigor.

Finalize o serviço executando o comando abaixo:

04

Após o término do comando anterior, inicie o serviço novamente.

05

Pronto o servidor de data/hora foi sincronizado com sucesso.

 

Sincronizar relógio do Servidor com Estações (continua)

 

  • Se for necessário alterar o servidor NTP, execute o comando:

net time \\server /set /yes

  • O procedimento abaixo é para apontar um NTP externo (PDC Emulator)

net stop w32time

w32tm /config /manualpeerlist:a.ntp.br,b.ntp.br,c.ntp.br,0x8, /syncfromflags:manual

net start w32time

  • Para verificar o horário dos DCs de um domínio, o comando é o seguinte:

w32tm /monitor /domain:seudominio

OBS01: Todos os comandos devem ser executados como Administrador

OBS02: Verifique também se o Domain Controller é Virtual e caso for, desabilite nas configurações da VM a opção de sincronização de horário (entre Host e VM).

OBS03: Caso queira checar qual o fuso (time zone), o comando é w32tm /TZ

Verificar a origem do sincronismo de horário, ou seja, com quem o seu servidor está sincronizando o horário:

w32tm /query /source

Para obter informações detalhadas a respeito das configurações de horário execute:

w32tm /query /configuration

Fonte: Cooperati –  Acessado em 22/08/2017 às 19:00

Como atribuir uma pasta base a um usuário do domínio

Como atribuir uma pasta base a um usuário do domínio

Atribuir uma pasta base a um usuário do domínio

Observação: Para especificar um caminho de rede para a pasta base, você deve primeiro criar o compartilhamento de rede e definir as permissões para o acesso do usuário. Você pode fazer isso com as Pastas compartilhadas no Gerenciamento do computador no computador servidor.

Para atribuir uma pasta base a um usuário do domínio: 

  1. Clique em Iniciar, aponte para ProgramasFerramentas Administrativas e clique em Usuários e Computadores do Active Directory.
  2. Na árvore de console, clique em Usuários.
  3. No painel Detalhes, clique com o botão direito do mouse na conta de usuário e clique em Propriedades.
  4. Na caixa de diálogo Propriedades, clique em Perfil.
  5. Na pasta Base, digite as informações sobre a pasta. Para fazer isso, siga estas etapas: 
    1. Para atribuir uma pasta base em um servidor de rede, clique em Conectar e especifique uma letra de unidade.
    2. Na caixa Para, digite um caminho. Este caminho pode ser de um dos seguintes tipos: 
    • Caminho de rede, por exemplo:
      \\server\users\tester
    • Você pode substituir o username para a última subpasta no caminho, por exemplo:
      \\server\users\username

    Observação Nestes exemplo, server é o nome do servidor do arquivo que está armazenando as pastas bases e users é a pasta compartilhada.

  6. Clique em OK.

voltar ao início

Atribuir uma pasta base a um usuário local

Para atribuir uma pasta base a um usuário local: 

  1. Clique em Iniciar, em Painel de controle, clique duas vezes em Ferramentas administrativas e em Gerenciamento do computador.
  2. Na árvore de console, clique em Usuários em Usuários e grupos locais.
  3. Clique na conta de usuário.
  4. Clique no menu Ação e em Propriedades.
  5. Clique na guia Perfil, clique em Conectar e especifique uma letra de unidade.
  6. Na caixa Para, digite um caminho. Este caminho pode ser de um dos seguintes tipos: 
    • Caminho de rede, por exemplo:
      \\server\users\tester
    • Você pode substituir o username para a última subpasta no caminho, por exemplo:
      \\server\users\username

      Em que server é o nome do servidor do arquivo que está armazenando as pastas bases e users é a pasta compartilhada.

  7. Clique em OK.

voltar ao início

Especificar uma pasta base para um servidor de terminal

No Windows Server 2003, você pode especificar uma pasta base para um terminal server. Atribua a cada usuário em um servidor de terminal, uma pasta base exclusiva. Isso garante que você armazene as informações sobre o programa separadamente para cada usuário no ambiente multiusuário.

Observação: Se você especificar apenas a pasta base para o Windows Server 2003, tanto o Windows 2003 quanto os Serviços de terminal usarão essa pasta.

Para especificar uma pasta base para um servidor de terminal, use um dos seguintes procedimentos.

Conta de usuário de domínio

  1. Clique em Iniciar, aponte para ProgramasFerramentas Administrativas e clique em Usuários e Computadores do Active Directory.
  2. Na árvore de console, expanda o nó do domínio e clique na pasta Usuários.
  3. Clique duas vezes na conta de usuário.
  4. Clique na guia Perfil de serviços de terminal.
  5. Se a pasta base dos serviços de terminal estiver no servidor local, clique em Caminho local e digite o caminho do perfil. 

    Observação Se você não especificar o caminho do local no painel Pasta base dos serviços de terminal, a pasta base local padrão está localizada no caminho a seguir:

    system drive\Documents and Settings\username
  6. Se a pasta base dos serviços de terminal estiver em um compartilhamento de rede, clique em Conectar, selecione uma unidade a ser conectada e digite o caminho de rede.
  7. Clique em OK.

Conta de usuário local

  1. Clique em Iniciar, aponte para Programas, aponte para Ferramentas Administrativas e clique em Gerenciamento de Computador.
  2. Na árvore de console, clique em Usuários em Usuários e grupos locais.
  3. Clique duas vezes na conta de usuário.
  4. Clique na guia Perfil de serviços de terminal.
  5. Se a pasta base dos serviços de terminal estiver no servidor local, clique em Caminho local e digite o caminho do perfil. 

    Observação Se você não especificar o caminho do local no painel Pasta base dos serviços de terminal, a pasta base local padrão está localizada no caminho a seguir:

    system drive\Documents and Settings\username
  6. Se a pasta base dos serviços de terminal estiver em um compartilhamento de rede, clique em Conectar, selecione uma unidade a ser conectada e digite o caminho de rede.
  7. Clique em OK.

voltar ao início

Atribuir uma pasta base a um usuário a partir da linha de comando

Você pode usar o comando net user para atribuir uma pasta base a um usuário a partir da linha de comando. Por exemplo, na linha de comando, digite o seguinte comando e pressione ENTER:

net user tester /homedir:\\server\tester$

Este comando atribui a pasta compartilhada oculta tester$ no servidor ao usuário Tester.

voltar ao início

Atribuir uma pasta base a um usuário usando um script de logon

Você pode automatizar a criação de uma conta de usuário e a atribuição de uma pasta base. Você pode usar o comando net user para criar contas de usuário locais em scripts de configuração.

Criar um script de logon

O seguinte exemplo cria um usuário chamado “tester”. O usuário é criado com um comentário, configurações de expiração da senha, pasta base e caminho do perfil configurados:

NET USER tester /add /comment:"Exemplo de conta de usuário"
/expira:nunca 
/homedir:\\zippy\%username%$ 
/profilepath:\\zippy\profile

Atribuir um script de logon

Para atribuir um script de logon a um perfil, siga estas etapas: 

  1. Clique em Iniciar, aponte para Configurações e clique em Painel de Controle.
  2. Clique duas vezes em Ferramentas Administrativas e em Gerenciamento de Computador.
  3. Na árvore de console, clique em Usuários e grupos locais e em Usuários.
  4. Clique na conta de usuário, em Ação e em Propriedades.
  5. Clique em Perfil e digite o nome do arquivo de script na caixa Script de logon.

    Observação: Para contas locais, o caminho do script de logon é %Systemroot%\System32\Repl\Import\Scripts. No entanto, essa pasta não é criada caso você execute uma instalação limpa do Windows Server 2003. Se o script de logon estiver armazenado em uma subpasta do controlador de domínio, digite o seguinte caminho do script de login antes do nome de script de logon:

    sysvol\domainname\scripts

Observação: Você também pode usar a Diretiva de grupo para atribuir pastas base. Para obter informações adicionais sobre como usar a Diretiva de grupo para atribuir pastas base, consulte o tópico “Para alterar o caminho de um diretório base do usuário” nos arquivos de ajuda do Windows 2003.

Microsoft Windows Server 2003, Enterprise x64 Edition, Microsoft Windows Server 2003, Datacenter Edition (32-bit x86), Microsoft Windows Server 2003, Enterprise Edition (32-bit x86), Microsoft Windows Server 2003, Standard Edition (32-bit x86), Microsoft Windows Small Business Server 2003 Standard Edition, Microsoft Windows Small Business Server 2003 Premium Edition

 

Fonte: Microsoft Suporte – Acessado em 07/07/2017

Windows 10: Programa para inicializar junto com o Windows

Windows 10: Programa para inicializar junto com o Windows

 

Para escolher um programa para iniciar juntamente com o Windows 10 sugiro que execute os procedimentos abaixo:

Passo 1. Pressione “WinKey + R” para abrir o “Executar”;

Imagem

Passo 2. Digite “%AppData%\Microsoft\Windows\Start Menu\Programs\Startup” (sem aspas) e pressione Enter;

Passo 3. Uma janela do Windows Explorer será aberta. É nessa pasta que você deve copiar um atalho para o aplicativo que deseja que inicie junto com o Windows;

Imagem

Passo 4. Para criar atalhos, clique com o botão direito do mouse sobre o aplicativo, “Enviar para” e escolha “Área de trabalho (criar atalho)”. Por fim, copie o atalho que acabou de criar para dentro da pasta “Startup”.

Imagem

 

Outra maneira é liberar as pastas ocultas.

Abra o Explorer >> Botão Exibir >> Opções >> Alterar opções de pasta e pesquisa.

Desmarcar a opção: Ocultar arquivos protegidos do sistema do sistema operacional (Recomendado).

o sistema irá apresentar um alerta. Aceite!

Recomendo desmarcar também a opção “Ocultar as extensões dos tipos de arquivo conhecidos”.

Feito isso as pastas irão aparecer. O caminho é:

C:\Users\All Users\Microsoft\Windows\Start Menu\Programs\Startup   (para todos os usuários)

C:\Users\otavio.vieira\AppData\Roaming\Microsoft\Windows\Start Menu\Programs\Startup\  (para seu usuário)

Corrigir erros do Windows Update

Corrigir erros do Windows Update usando o DISM ou a ferramenta de Preparação da Atualização do Sistema

 

Atualizações e service packs do Windows podem falhar ao serem instalados se houver erros de corrupção. Por exemplo, uma atualização pode não ser instalada se um arquivo do sistema estiver danificado. A DISM, ou Ferramenta de Preparação de Atualização do Sistema, pode ajudá-lo a corrigir alguns erros de corrupção do Windows. 

 

Resolução

Para Windows 10, Windows 8.1, Windows 8, Windows Server 2012 R2 ou Windows Server 2012

Para resolver esse problema, use a ferramenta Gerenciamento e Manutenção de Imagens de Implantação (DISM) da caixa de entrada. Em seguida, instale o Windows update ou o service pack novamente.

  1. Abra um prompt de comando com privilégios elevados. Para fazer isso, passe o dedo na borda direita da tela e toque em Pesquisar. Como alternativa, se você estiver usando um mouse, aponte para o canto inferior direito da tela e clique em Pesquisar. Digite Prompt de Comando na caixa Pesquisar, clique com o botão direito do mouse em Prompt de Comando e clique em Executar como administrador. Caso uma senha de administrador ou uma confirmação seja solicitada, digite a senha ou clique em Permitir.
  2. Digite o seguinte comando e pressione Enter.
    Podem ser necessários vários minutos para que a operação de comando seja concluída.

    DISM.exe /Online /Cleanup-image /Restorehealth

    Importante Quando você executa esse comando, o DISM usa o Windows Update para fornecer os arquivos necessários para corrigir erros de corrupção. No entanto, se seu cliente do Windows Update já estiver quebrado, use uma instalação do Windows em execução como a fonte de reparo ou use a pasta lado a lado do Windows de um compartilhamento de rede ou de uma mídia removível, como o DVD do Windows como a fonte dos arquivos. Para fazer isso, execute o seguinte comando:

    DISM.exe /Online /Cleanup-Image /RestoreHealth /Source:C:\RepairSource\Windows /LimitAccess

    Observação Substitua o espaço reservado C:\RepairSource\Windows pelo local da sua origem de reparo. Para obter mais informações sobre como usar a ferramenta DISM para reparar o Windows, consulte Reparar uma Imagem do Windows.

  3. Digite o comando a seguir e pressione Enter.
    Podem ser necessários vários minutos para que a operação de comando seja concluída.

    sfc /scannow
  4. Feche o prompt de comando e execute o Windows Update novamente.

O DISM cria um arquivo de log (%windir%/Logs/CBS/CBS.log) que captura problemas encontrados ou corrigidos pela ferramenta. %windir% é a pasta na qual o Windows está instalado. Por exemplo, a pasta %windir% é C:\Windows.

Para Windows 7, Windows Vista, Windows Server 2008 R2 ou Windows Server 2008

Para resolver esse problema, use a ferramenta de Preparação de Atualização do Sistema. Em seguida, instale o Windows update ou o service pack novamente.

  1. Baixe a Ferramenta de Preparação de Atualização do Sistema.
    Clique no link de download na tabela a seguir que corresponde à versão do Windows em execução no seu computador.
    Descubra se o seu computador está executando a versão de 32 ou 64 bits do WindowsEssa ferramenta é atualizada regularmente. Recomendamos que você sempre baixe a versão mais atual. 

    Sistema operacionalLink de download
    Versões baseadas em x86 (32 bits) do Windows 7 SP1 e Windows 7
    Ícone de Download

     Baixe o pacote agora.

    Versões com base em x64 (64 bits) do Windows 7 SP1 e Windows 7
    Ícone de Download

     Baixe o pacote agora.

    Versões com base em x64 (64 bits) do Windows Server 2008 R2 SP1
    Ícone de Download

     Baixe o pacote agora.

    Versões com base em Itanium do Windows Server 2008 R2 SP1
    Ícone de Download

     Baixe o pacote agora.

    Versões com base em x86 (32 bits) do Windows Vista SP2 e Windows Vista SP1
    Ícone de Download

     Baixe o pacote agora.

    Versões com base em x64 (64 bits) do Windows Vista SP2 e Windows Vista SP1
    Ícone de Download

     Baixe o pacote agora.

    Versões com base em x86 (32 bits) do Windows Server 2008 SP2
    Ícone de Download

     Baixe o pacote agora.

    Versões com base em x64 (64 bits) do Windows Server 2008 SP2
    Ícone de Download

     Baixe o pacote agora.

    Versões com base em Itanium do Windows Server 2008 SP2
    Ícone de Download

     Baixe o pacote agora.

  2. Instale e execute a ferramenta.
    1. Clique em Download na página da Web Centro de Download e execute um dos seguintes procedimentos:
      • Para instalar a ferramenta imediatamente, clique em Abrir ou Executar e siga as instruções na tela.
      • Para instalar a ferramenta posteriormente, clique em Salvar e baixe o arquivo de instalação para o computador. Quando você estiver pronto para instalar a ferramenta, clique duas vezes no arquivo.
    2. Na caixa de diálogo Instalador Autônomo do Windows Update, clique em Sim
      caixa de diálogo Instalador Autônomo do Windows Update

       

    3. Quando a ferramenta está sendo instalada, ela é executada automaticamente. Embora a execução demore geralmente menos de 15 minutos, ela pode demorar muito mais em alguns computadores. Mesmo se a barra de progresso parecer parada, a varredura ainda estará em execução. Portanto, não clique em Cancelar.
      Baixar e instalar atualizações - janela de progresso As atualizações estão sendo instaladas
    4. Quando você vir Instalação concluída, clique em Fechar.
      Baixar e instalar atualizações - Instalação concluída

       

    5. Reinstale a atualização ou o service pack que você estava tentando instalar anteriormente.

Para corrigir manualmente os erros de corrupção que a ferramenta detecta, mas não pode corrigir, consulte Como corrigir erros encontrados no CheckSUR.log.

Baixe o pacote diretamente do Catálogo do Microsoft Update

Você pode também tentar baixar o pacote de atualização diretamente do Catálogo do Microsoft Update e, em seguida, instalar esse pacote manualmente. 

Por exemplo, você pode ter problemas ao tentar instalar a atualização 3006137 do Windows Update no Windows 7. Nessa situação, é possível baixar o pacote de atualização e tentar instalar a atualização manualmente. Para fazer isso, siga estas etapas:

  1. Abra Catálogo do Microsoft Update no Internet Explorer.

 

Catálogo do Microsoft Update no Internet Explorer

 

  1. Na caixa de pesquisa, insira o número da atualização que você deseja baixar. Neste exemplo, insira 3006137. Em seguida, clique em Pesquisar.
    Catálogo do Microsoft Update - Pesquisar

     

  2. Localize a atualização aplicável ao seu sistema operacional nos resultados da pesquisa e clique em Adicionar para adicionar a atualização à cesta.
    Catálogo do Microsoft Update

     

  3. Clique em Exibir cesta para abrir a cesta.
    Catálogo do Microsoft Update - exibir cesta

     

  4. Clique em Baixar para baixar a atualização na cesta.
    Catálogo do Microsoft Update - sua cesta

     

  5. Clique em Procurar para escolher um local para a atualização que você está baixando e clique em Continuar.
     

    Microsoft Update Catalog - Download Options

     

  6. Clique em Fechar após a conclusão do processo de download. Em seguida, você poderá encontrar uma pasta que contém o pacote de atualização no local especificado.
  7. Abra essa pasta e clique duas vezes no pacote de atualização para instalar a atualização.
Se a atualização ou o service pack do Windows for instalado com êxito, você terminou. Se o problema persistir ou se a Ferramenta de Preparação de Atualização do Sistema não puder encontrar a causa, entre em contato conosco para obter mais ajuda.

Informações adicionais

Descrição dos erros de corrupção comuns

A tabela a seguir lista o código de erro possível com o Windows Update para sua referência:

CódigoErroDescrição
0x80070002ERROR_FILE_NOT_FOUNDO sistema não pôde encontrar o arquivo especificado.
0x8007000DERROR_INVALID_DATADados inválidos.
0x800F081FCBS_E_SOURCE_MISSINGNão foi possível encontrar a origem para o pacote ou arquivo.
0x80073712ERROR_SXS_COMPONENT_STORE_CORRUPTO componente armazenado está em um estado de inconsistência.
0x800736CCERROR_SXS_FILE_HASH_MISMATCHUm arquivo do componente não corresponde à informação de verificação presente no manifesto do componente.
0x800705B9ERROR_XML_PARSE_ERRORNão é possível analisar os dados XML solicitados.
0x80070246ERROR_ILLEGAL_CHARACTERFoi encontrado um caractere inválido.
0x8007370DERROR_SXS_IDENTITY_PARSE_ERRORUma caracteres da identidade está malformada.
0x8007370BERROR_SXS_INVALID_IDENTITY_ATTRIBUTE_NAMEO nome de um atributo em uma identidade não está dentro de um intervalo válido.
0x8007370AERROR_SXS_INVALID_IDENTITY_ATTRIBUTE_VALUEO valor de um atributo em uma identidade não está dentro de um intervalo válido.
0x80070057ERROR_INVALID_PARAMETERO parâmetro está incorreto.
0x800B0100TRUST_E_NOSIGNATURENenhuma assinatura estava presente no assunto.
0x80092003CRYPT_E_FILE_ERROROcorreu um erro enquanto o Windows Update lê ou grava em um arquivo.
0x800B0101CERT_E_EXPIREDUm certificado necessário não está dentro do seu período de validade quando verificado em relação ao relógio do sistema ou o carimbo de data/hora do arquivo assinado.
0x8007371BERROR_SXS_TRANSACTION_CLOSURE_INCOMPLETEUm ou mais membros requeridos da transação não estão presentes.
0x80070490ERROR_NOT_FOUNDO Windows não pôde pesquisar novas atualizações.

O que a Ferramenta de Preparação de Atualização do Sistema faz

Verifica a integridade dos recursos

A Ferramenta de Preparação de Atualização do Sistema verifica a integridade dos seguintes recursos:

  • Arquivos localizados nos seguintes diretórios:
    • %SYSTEMROOT%\Servicing\Packages
    • %SYSTEMROOT%\WinSxS\Manifests
  • Dados do Registro localizados nas seguintes subchaves do Registro:
    • HKEY_LOCAL_MACHINE\Components
    • HKEY_LOCAL_MACHINE\Schema
    • HKEY_LOCAL_MACHINE\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Component Based Servicing

Essa lista pode ser atualizada a qualquer momento.

Quando a Ferramenta de Preparação de Atualização do Sistema detecta manifestos, arquivos Cabinet ou dados do Registro incorretos, ela pode substituir esses dados incorretos por uma versão corrigida.

Registro em log

A Ferramenta de Preparação de Atualização do Sistema cria um arquivo de log que captura qualquer problema que ela encontra ou corrige. O arquivo de log está localizado aqui:

  • %SYSTEMROOT%\Logs\CBS\CheckSUR.log
  • %SYSTEMROOT%\Logs\CBS\CheckSUR.persist.log

Como corrigir erros encontrados no CheckSUR.log

Para corrigir manualmente erros de corrupção que a Ferramenta de Preparação da Atualização do Sistema detecta, mas não pode corrigir, siga estas etapas:

  1. Abra %SYSTEMROOT%\Logs\CBS\CheckSUR.log. 
    Observação %SYSTEMROOT% é uma variável de ambiente que salva a pasta na qual o Windows está instalado. Por exemplo, a pasta %SYSTEMROOT% é em geral C:\Windows. 
  2. Identifique os pacotes que a ferramenta não pode corrigir. Por exemplo, você pode encontrar o seguinte no arquivo de log:

    Resumo:

    Segundos executados: 264
    3 erros encontrados
    Contagem total ausente do CBS MUM: 3
    Arquivos de reparo indisponíveis:

    servicing\packages\Package_for_KB958690_sc_0~31bf3856ad364e35~amd64~~6.0.1.6.mum 

    Neste caso, o pacote que está corrompido é KB958690.

  3. Baixe o pacote no Centro de Download da Microsoft ou Catálogo do Microsoft Update.
  4. Copie o pacote (.msu) para o diretório %SYSTEMROOT%\CheckSUR\packages. Por padrão, este diretório não existe e você precisa criar o diretório.
  5. Execute a Ferramenta de Preparação da Atualização do Sistema novamente.

Se você é um técnico profissional, consulte Como corrigir erros encontrados no CheckSUR.log para obter mais opções sobre como corrigir erros no CheckSUR.log.

 
Propriedades

ID do Artigo: 947821 – Última Revisão: 24 de mar de 2017 – Revisão: 4

Windows 10, Windows 8.1, Windows Server 2012 R2 Datacenter, Windows Server 2012 R2 Standard, Windows Server 2012 R2 Essentials, Windows Server 2012 R2 Foundation, Windows 8, Windows Server 2012 Datacenter, Windows Server 2012 Datacenter, Windows Server 2012 Datacenter, Windows Server 2012 Datacenter, Windows Server 2012 Standard, Windows Server 2012 Standard, Windows Server 2012 Standard, Windows Server 2012 Standard, Windows Server 2012 Essentials, Windows Server 2012 Foundation, Windows Server 2012 Foundation, Windows Server 2012 Foundation, Windows Server 2012 Foundation, Windows 7 Service Pack 1, Windows Server 2008 R2 Service Pack 1, Windows Vista Service Pack 2, Windows Server 2008 Service Pack 2
Fonte: Suporte Microsoft – Acessado em 18/07/2017 – às 19:00

Configurar um servidor de horário no Windows Server

Aprenda a configurar um servidor de horário no Windows Server

O Windows Server inclui o W32Time, a ferramenta de Serviço de Horário que é necessária para o protocolo de autenticação Kerberos. O Serviço de Tempo do Windows certifica-se de que todos os computadores em uma organização que executam o sistema operacional do Microsoft Windows 2000 Server ou versões posteriores usem um horário comum. 

Para garantir o uso de um horário comum correto, o serviço de Horário do Windows utiliza uma relação hierárquica que controla a autoridade e não permite a execução de loops.

Por padrão, os computadores baseados no Windows usam a seguinte hierarquia:

  • Todos os computadores desktop cliente designam o controlador de domínio de autenticação como seu parceiro de horário associado.
  • Todos os servidores membros seguem o mesmo processo que os computadores desktop cliente.
  • Todos os controladores de domínio designam o mestre de operações do controlador de domínio primário (PDC) como o parceiro de horário associado.
  • Todos os mestres de operações PDC seguem a hierarquia de domínios na seleção de parceiro de horário associado.

Nessa hierarquia, o mestre de operações PDC na raiz da floresta se torna autoritativo para a organização. É altamente recomendável configurar o servidor de horário autoritativo para obter o horário de uma fonte de hardware. Quando você configurar o servidor de horário autoritativo para sincronizar com uma fonte de tempo da Internet, não há nenhuma autenticação.

Também recomendamos que você reduza as configurações de correção de tempo para seus servidores e clientes autônomos. Essas recomendações proporcionam mais precisão e segurança ao seu domínio.

Configurando o serviço de Horário do Windows para usar um relógio de hardware interno

Para que possamos configurar o uso de um relógio de hardware interno no serviço de Horário do Windows para você, vá para a seção “Aqui está uma correção fácil“. Se você preferir corrigir o problema manualmente, vá para a seção “Desejo corrigir sozinho“.

Aqui está uma correção fácil

Para corrigir esse problema automaticamente, clique no Download. Na caixa de diálogo Download de Arquivos, clique em Executar ou em Abrir e siga as etapas no assistente de correção.

  • Esse assistente pode estar apenas em inglês. No entanto, a correção automática também funciona em versões do Windows em outros idiomas.
  • Se você não estiver usando o computador que apresenta o problema, salve a solução de correção fácil em uma unidade flash ou em um CD e execute-a no computador que apresenta o problema.

Baixe

Desejo corrigir sozinho

Correção fácil 50394

Importante Esta seção, método ou tarefa contém etapas que instruem sobre como modificar o Registro. No entanto, sérios problemas poderão ocorrer caso você modifique o Registro incorretamente. Portanto, siga estas etapas cuidadosamente.

Para obter mais proteção, faça um backup do Registro antes de modificá-lo. Dessa forma, você poderá restaurar o Registro se ocorrer um problema. Para obter informações adicionais sobre como fazer backup e restaurar o Registro, clique no número abaixo para ler o artigo na Base de Dados de Conhecimento Microsoft:

322756 Como fazer backup e restaurar o Registro no Windows

Para configurar o mestre PDC sem usar uma fonte de tempo externa, altere o sinalizador de anúncio no mestre PDC. O mestre PDC é o servidor que retém a função de mestre PDC de raiz da floresta para o domínio.

Esta configuração força o mestre PDC a se anunciar como uma fonte de tempo confiável e usa o relógio semicondutor de óxido metálico complementar (CMOS) interno. Para configurar o mestre PDC usando um relógio de hardware interno, execute as seguintes etapas:

 

  1. Clique em Iniciar, em Executar, digite regedit e clique em OK.
  2. Localize e clique na seguinte subchave do Registro:
    HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\W32Time\Config\AnnounceFlags
  3. No painel à direita, clique com o botão direito do mouse em AnnounceFlags e clique em Modificar.
  4. Em Editar valor DWORD, digite A na caixa Dados do valor e clique em OK.
  5. Feche o Editor do Registro.
  6. No prompt de comando, digite o seguinte comando para reiniciar o serviço Tempo do Windows e pressione Enter:
    net stop w32time && net start w32time

Observação O mestre PDC não deve ser configurado para sincronizar com ele mesmo. Para obter mais informações sobre por que o PDC principal não deve ser configurado para sincronizar com ele próprio, consulte Solicitação de comentário (RFC) 1305. Se o PDC principal for configurado para sincronizar com ele próprio, os seguintes eventos serão registrados no log do sistema:Quando o mestre PDC é executado sem usar uma fonte de tempo externa, o seguinte evento é registrado no log do aplicativo:Este texto é um lembrete para usar uma fonte de tempo externa e pode ser ignorado.

 

Configurando o serviço de Horário do Windows para usar uma fonte de tempo externa

Para que possamos ajudá-lo a configurar um servidor de horário interno que sincronize com uma fonte de tempo externa, vá para a seção “Aqui está uma solução fácil“. Se você preferir corrigir o problema manualmente, vá para a seção “Desejo corrigir sozinho“.

Aqui está uma correção fácil

Para corrigir esse problema automaticamente, clique no Download. Na caixa de diálogo Download de Arquivos, clique em Executar ou em Abrir e siga as etapas no assistente de correção.

  • Quando você executa o Fix it para configurar uma fonte de tempo externa você precisará especificar o nome de seu servidor NTP. O Fix it terá os nomes de espaço reservado do Servidor 1 e Servidor 2. Substitua esses nomes de espaço reservado pelo nome do seu servidor NTP seguido por “,0x1”. ou seja SRV1.Contoso.com,0x1. Você não tem que especificar mais de um servidor, mas é recomendado fazer isso para redundância. Se você tiver várias entradas elas devem ser separados por um espaço.
  • A unidade de tempo para as configurações de SpecialPollInterval,MaxPosPhaseCorrectione MaxNegPhaseCorrection está em segundos.
  • Esse assistente pode estar apenas em inglês. No entanto, a correção automática também funciona em versões do Windows em outros idiomas.
  • Se você não estiver usando o computador que apresenta o problema, salve a solução de correção fácil em uma unidade flash ou em um CD e execute-a no computador que apresenta o problema.

 

Desejo corrigir sozinho

Correção fácil 50395

Para configurar um servidor de tempo interno para sincronizar com uma origem de tempo externa, siga estes passos:

  1. Altere o tipo de servidor para NTP. Para fazer isso, siga estas etapas:
    1. Clique em Iniciar, em Executar, digite regedit e clique em OK.
    2. Localize e clique na seguinte subchave do Registro:
      HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\W32Time\Parameters\Type
    3. No painel à direita, clique com o botão direito do mouse em Tipo e clique em Modificar.
    4. Em Editar valor, digite NTP na caixa Dados do valor e clique em OK.
  2. Definir o AnnounceFlags para 5. Para fazer isso, siga estas etapas:
    1. Localize e clique na seguinte subchave do Registro:
      HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\W32Time\Config\AnnounceFlags
    2. No painel à direita, clique com o botão direito do mouse em AnnounceFlags e clique em Modificar.
    3. Em Editar valor DWORD, digite 5 na caixa Dados do valor e clique em OK.Observações
      • Se um servidor de horário autoritativo que está configurado para usar um valor AnnounceFlag de 0x5 não sincronizar com um servidor de horário upstream, um servidor cliente pode não sincronizar corretamente com o servidor de horário autoritativo quando a sincronização de horário entre o servidor de horário autoritativo e o servidor de horário upstream reinicia. Portanto, se você tiver uma conexão de rede precária ou outras preocupações que podem causar falha na sincronização do horário do servidor autoritativo para um servidor upstream, defina o valor AnnounceFlag para 0xA em vez de 0x5.
      • Se um servidor de horário autoritativo que está configurado para usar um valor AnnounceFlag de 0x5 e sincronizar com um servidor de horário upstream em um intervalo fixo especificado em SpecialPollInterval, um servidor cliente talvez não sincronize corretamente com o servidor de horário autoritativo após o servidor de horário autoritativo reiniciar. Portanto, se você configurar o seu servidor de horário autoritativo para sincronizar com um servidor NTP upstream em um intervalo fixo especificado em SpecialPollInterval, defina o valor AnnounceFlag para 0xA em vez de 0x5.

Ative o NTPServer. Para fazer isso, siga estas etapas:

  1. Localize e clique na seguinte subchave do Registro:
    HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\W32Time\TimeProviders\NtpServer
  2. No painel à direita, clique com o botão direito do mouse em Habilitado e clique em Modificar.
  3. Em Editar valor DWORD, digite 1 na caixa Dados do valor e clique em OK.

Especifique as fontes de tempo. Para fazer isso, siga estas etapas:

  1. Localize e clique na seguinte subchave do Registro:
    HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\W32Time\Parameters
  2. No painel à direita, clique com o botão direito do mouse em NtpServer e clique em Modificar.
  3. Em Editar valor, digite Peers na caixa Dados do valor e clique em OK.Observação Peers é um espaço reservado para uma lista de colegas com espaço limitado da qual seu computador obtém carimbos de data/hora. Cada nome DNS listado deve ser exclusivo. Você deve acrescentar , 0 x 1 ao final de cada nome DNS. Se você não acrescentar ,0x1 ao final de cada nome DNS, as alterações feitas na etapa 5 não terão efeito.

Selecione o intervalo de sondagem. Para fazer isso, siga estas etapas: 

  1. Localize e clique na seguinte subchave do Registro:
    HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\W32Time\TimeProviders\NtpClient\SpecialPollInterval
  2. No painel à direita, clique com o botão direito do mouse em SpecialPollInterval e clique em Modificar.
  3. Em Editar valor DWORD, digite TimeInSeconds na caixa Dados do valor e clique em OK. Observação TimeInSeconds é um espaço reservado para número de segundos que você deseja entre a sondagem. Um valor recomendado é de 900 (decimais). Esse valor configura o Servidor de Horário para pesquisar a cada 15 minutos.

Defina as configurações de correção do tempo. Para fazer isso, siga estas etapas:

  1. Localize e clique na seguinte subchave do Registro:
    HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\W32Time\Config\MaxPosPhaseCorrection
  2. No painel à direita, clique com o botão direito do mouse em MaxPosPhaseCorrection e clique em Modificar.
  3. Em Editar valor DWORD, clique para selecionar Decimal na caixa Base.
  4. Em Editar valor DWORD, digite TimeInSeconds na caixa Dados do valor e clique em OK. Observação
    • TimeInSeconds é um espaço reservado para um valor razoável, como 1 hora (3600) ou 30 minutos (1800). O valor selecionado dependerá do intervalo de sondagem, da condição de rede e da origem de tempo externa.
    • O valor padrão de MaxPosPhaseCorrection é 48 horas no Windows Server 2008 R2 ou posterior.
  5. Localize e clique na seguinte subchave do registro:

    HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\W32Time\Config\MaxNegPhaseCorrection

     

  6. No painel à direita, clique com o botão direito do mouse em MaxNegPhaseCorrection e clique em Modificar.
  7. Em Editar valor DWORD, clique para selecionar Decimal na caixa Base.
  8. Em Editar valor DWORD, digite TimeInSeconds na caixa Dados do valor e clique em OK. Observação
    • TimeInSeconds é um espaço reservado para um valor razoável, como 1 hora (3600) ou 30 minutos (1800). O valor selecionado dependerá do intervalo de sondagem, da condição de rede e da origem de tempo externa.
    • O valor padrão de MaxNegPhaseCorrection é 48 horas no Windows Server 2008 R2 ou posterior.
  1. Feche o Editor do Registro.
  2. No prompt de comando, digite o seguinte comando para reiniciar o serviço Tempo do Windows e pressione Enter:
    net stop w32time && net start w32time

Observação Para obter uma lista de servidores de horário disponíveis, consulte o artigo da Base de Dados de Conhecimento Microsoft 262680: Uma lista dos servidores de horário do protocolo SNTP disponíveis na Internet

Fonte: Suporte Microsoft – Acessado em 27/05/2017

Permitir logon através do Terminal (ou Desktop Remoto)

Permitir logon através do Terminal (ou Desktop Remoto)

Caso você tenha sido contratado por uma empresa para assumir a gerencia de TI e se deparar com o seguinte erro: “Você precisa permitir logon através do Terminal” e não saiba o que fazer, aqui vai una ajuda:

Você está vendo esta mensagem de erro porque o usuário que você está tentando fazer login como não tem as permissões corretas para usar o Remote Desktop. Para corrigir isso, vamos conceder essas permissões para sua conta de usuário. Nota : Tenha cuidado ao seguir estes passos, certifique-se que você siga estes passos, conforme listado aqui.

  1. Primeiro vamos certificar de que sua conta de usuário é um membro do grupo de usuários remotos (Remote Desktop Group) :
    1. Botão direito do mouse, Computador ou Meu Computador e clique em Propriedades;
    2. Clique no Configurações remotas;.
    3. Clique em Selecionar usuários ou Selecionar usuários remotos;
    4. Se o seu nome de usuário não está listado lá, clique em Adicionar e digite seu nome de usuário.
    5. Clique Ok e Ok novamente para fechar as duas caixas de diálogo.
  2. Assim que estiver pronto, tente voltar a conectar. Se conseguir conectar, pare aqui. Se você ainda vê a mensagem de erro continue para a etapa 3.
  3. Estamos quase terminando. A seguir, vamos conceder ao grupo Remote Desktop Users o direito de logon:
    1. Clique Iniciar e clique em Executar . Digite secpol.msc e clique Ok .
    2. A janela Politicas de Segurança deve abrir.
    3. Expanda as Políticas Locais e clique em Atribuição de direitos de utilizador .
    4. No lado direito, clique duas vezes Permitir logon pelos serviços de terminal ou Permitir logon pelos Serviços de Área de Trabalho Remota .
    5. Clique em Adicionar usuário ou grupo e entrar Remote Desktop Users .
    6. Clique Ok e Ok novamente para fechar as duas caixas de diálogo.
    7. Reinicie o PC, aguarde alguns minutos e tente se reconectar.

Como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho

Neste pequeno tutorial vamos aprender como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho para exibição dos usuários estando na mesma rede Windows.

Vamos abrir o (GPMC) para criar a política como mostra a imagem abaixo.

 Clique no iniciar e Digite gpmc.msc

Como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho

Na figura acima selecione em default domain policy ou a gpo a que esta vinculada a sua OU.

Clique com o botão direito sobre default domain policy e em seguida em EDITAR.

Como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho

Agora navegue até a opção: Configurações do Computador > Diretivas >
Configurações do Windows > Configurações de Segurança > Diretivas Locais
> Opções de Segurança.

Localize as diretivas abaixo:

* Logon interativo: texto de mensagem para usuários tentando fazer logon
* Logon interativo: título da mensagem para usuários tentando fazer logon

Como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho

 

Clique na mesma e altere a Mensagem coloque a que você deseja.

Como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho

Depois clique em OK e feche o GPMC.
Depois disso todas as maquinas do seu domínio vai esta com as mensagens na hora do login veja.

Como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho

O procedimento mostrou como colocar uma mensagem de “Boas Vindas” na estação de trabalho ou Servidor que faz parte de uma rede Windows.

Fonte: Luiz Henrique Lima Campos –  Acessado em 02/05/2017
Microsoft MCT,MCP,MCC,MCDST,MCSA,MCSA+M,MCTS e MCITP Jump
blog: http://luizhenriquelima.wordpress.com Jump
twitter: @luizlima Jump

Definir horário de logon

 

Aplica-se a: Windows Server 2008, Windows Server 2008 R2, Windows Server 2012

Ser membro de Opers. de Conta, Admins. do Domínio, Administrador corporativo ou equivalente é o mínimo necessário para concluir este procedimento. Consulte os detalhes sobre o uso de contas e associações a grupos apropriadas em http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=83477.

Para configurar horários de logon usando a interface do Windows

  1. Para abrir Usuários e Computadores do Active Directory, clique em Iniciar, clique em Painel de Controle , clique duas vezes em Ferramentas Administrativas e clique duas vezes em Usuários e Computadores do Active Directory.Para abrir Usuários e Computadores do Active Directory em Windows Server® 2012, clique em Iniciar, digite dsa.msc.
  2. Na árvore de console, clique em Usuários.Onde?
    • Usuários e Computadores do Active Directory\nó de domínio\Usuários
  3. Clique com o botão direito do mouse na conta de usuário e clique em Propriedades.
  4. Na guia Conta, clique em Registrar horas e defina o horário de logon permitido ou negado para o usuário.

Considerações adicionais

  • Para executar este procedimento, você deve ser membro do grupo Opers. de Contas, Admins. do Domínio ou Administrador corporativo nos Serviços de Domínio Active Directory, ou a autoridade adequada deve ter sido delegada a você. Como uma prática recomendada de segurança, é aconselhável usar Executar como para executá-lo.
  • Se preferir, para abrir Usuários e Computadores do Active Directory, clique em Iniciar, Executar, e digite dsa.msc.
  • Para modificar o horário de logon de vários usuários, pressione e mantenha a tecla CTRL, e clique em cada usuário. Clique com o botão direito do mouse nos usuários selecionados e clique em Propriedades. Na guia Conta, clique em Registrar horas e defina o horário de logon permitido ou negado para o usuário.
  • Também é possível executar a tarefa deste procedimento usando o Módulo Active Directory para Windows PowerShell. Para abrir o Módulo Active Directory, clique em Iniciar, em Ferramentas Administrativas e, em seguida, em Módulo Active Directory para Windows PowerShell.Para abrir o módulo Active Directory para o Windows PowerShell em Windows Server 2012, abra o Gerenciador de servidores, clique em Ferramentas e em Módulo Active Directory para Windows PowerShell.

    Para obter mais informações, consulte Definir horário de logon(http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=138373). Para obter mais informações sobre o PowerShell, consulte Windows PowerShell (http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkID=102372).

Fonte: TechNet – Acessado em 29/04/2017

close
Fonte +-
Contrast