WhatsApp – Algumas dicas importantes para Android e IOS

WhatsApp - Algumas dicas importantes para Android e IOS

WhatsApp - Algumas dicas importantes para Android e IOS

O WhatsApp é figurinha carimbada na maioria dos smartphones, somando cerca de 500 milhões de usuários. Isso significa que a empresa, recentemente comprada pelo Facebook, fez muitas coisas certas na hora de produzir o app, mas não quer dizer que não há como melhorar esta experiência.

Abaixo estão algumas dicas de como melhorar a experiência do WhatsApp, com base em uma lista do site HongKiat.com:

Bloquear o WhatsApp (Android)

Quem nunca se viu na situação incômoda de colocar o celular na mão de alguém torcendo para que esta pessoa não fique bisbilhotando em suas coisas? Para isso existe o Bloquear Messenger e Chat, que inclui um PIN para abrir o aplicativo. Sem esta senha, a pessoa será impedida de acessar suas conversas. Simples assim. O app também funciona para outros serviços de bate-papo.

Criar atalhos para contatos (Android)

Se você tem o hábito de se comunicar frequentemente com algum grupo ou uma pessoa específica, você pode criar um atalho na página inicial. Assim fica mais fácil enviar mensagens para seus amigos sem precisar abrir o aplicativo. Para isso, basta entrar na área de conversas do aplicativo e pressionar e segurar o contato que gostaria de fixar. Um pop-up irá aparecer; basta apertar Adicionar atalho para a conversa. Contudo, esta ferramenta está disponível apenas no Android.

Impedir fotos do WhatsApp de se misturarem no celular (iOS)

Para quem gostaria de manter as fotos recebidas no WhatsApp exclusivamente no aplicativo é bem simples para quem tem iOS. Para isso, é só entrar em Ajustes > Privacidade > Fotos e desmarcar a opção do WhatsApp.

Mudar de número

Para quem trocou de número mas manteve o mesmo telefone, não é necessário reinstalar o aplicativo. Basta entrar em Configurações > Informações da Conta > Alterar número. A ferramenta guiará o usuário pelo restante do processo.

Notificações no desktop

Mais do que uma dica para o WhatsApp, uma dica para a vida. O aplicativo Pushbullet consegue fazer a ligação entre seu computador e seu celular, para você ver as notificações diretamente no seu desktop sem a necessidade de olhar para o celular. Assim, quando chegar alguma mensagem do WhatsApp, ela deve aparecer no seu PC por meio de uma extensão para o navegador e fica a seu critério abrir o aplicativo para responder ou não. Para baixar, clique aqui.

Fonte: Olhar Digital – Acessado em 29/04/2017

WhatsApp - Algumas dicas importantes para Android e IOS

O WhatsApp é figurinha carimbada na maioria dos smartphones, somando cerca de 500 milhões de usuários. Isso significa que a empresa, recentemente comprada pelo Facebook, fez muitas coisas certas na hora de produzir o app, mas não quer dizer que não há como melhorar esta experiência.

Abaixo estão algumas dicas de como melhorar a experiência do WhatsApp, com base em uma lista do site HongKiat.com:

Bloquear o WhatsApp (Android)

Quem nunca se viu na situação incômoda de colocar o celular na mão de alguém torcendo para que esta pessoa não fique bisbilhotando em suas coisas? Para isso existe o Bloquear Messenger e Chat, que inclui um PIN para abrir o aplicativo. Sem esta senha, a pessoa será impedida de acessar suas conversas. Simples assim. O app também funciona para outros serviços de bate-papo.

Criar atalhos para contatos (Android)

Se você tem o hábito de se comunicar frequentemente com algum grupo ou uma pessoa específica, você pode criar um atalho na página inicial. Assim fica mais fácil enviar mensagens para seus amigos sem precisar abrir o aplicativo. Para isso, basta entrar na área de conversas do aplicativo e pressionar e segurar o contato que gostaria de fixar. Um pop-up irá aparecer; basta apertar Adicionar atalho para a conversa. Contudo, esta ferramenta está disponível apenas no Android.

Impedir fotos do WhatsApp de se misturarem no celular (iOS)

Para quem gostaria de manter as fotos recebidas no WhatsApp exclusivamente no aplicativo é bem simples para quem tem iOS. Para isso, é só entrar em Ajustes > Privacidade > Fotos e desmarcar a opção do WhatsApp.

Mudar de número

Para quem trocou de número mas manteve o mesmo telefone, não é necessário reinstalar o aplicativo. Basta entrar em Configurações > Informações da Conta > Alterar número. A ferramenta guiará o usuário pelo restante do processo.

Notificações no desktop

Mais do que uma dica para o WhatsApp, uma dica para a vida. O aplicativo Pushbullet consegue fazer a ligação entre seu computador e seu celular, para você ver as notificações diretamente no seu desktop sem a necessidade de olhar para o celular. Assim, quando chegar alguma mensagem do WhatsApp, ela deve aparecer no seu PC por meio de uma extensão para o navegador e fica a seu critério abrir o aplicativo para responder ou não. Para baixar, clique aqui.

Fonte: Olhar Digital – Acessado em 29/04/2017

Instalar Windows 7 pode ficar mais rápido

Instalar Windows 7 pode ficar mais rápido

Instalar Windows 7 pode ficar mais rápido integrando um Service Pack

Usuários de PCs sabem que, na hora de formatar a máquina e começar do zero, Instalar Windows 7 é apenas uma parte (relativamente rápida) do processo.

É o passo seguinte, o download e instalação de todas as atualizações disponíveis, que geralmente consome a maior parte do tempo, podendo demorar horas dependendo da quantidade de atualizações e velocidade da sua conexão.

Mas dá para ser mais eficiente: neste artigo iremos mostrar como integrar o mais recente pacote de atualizações do Windows 7 (o Service Pack 1) ao instalador do sistema. Assim todo o processo será feito de uma vez só, e você ganha tempo.

Slipstreaming

O processo é baseado em uma técnica conhecida como Slipstreaming, e consiste em integrar as atualizações e service packs aos arquivos de instalação do sistema usando algumas ferramentas do próprio sistema operacional. 

A técnica era fácil de executar no Windows XP e 2000, mas o Windows Vista e Windows 7 usam um novo processo de instalação, baseado em uma imagem de disco, que torna o processo antigo obsoleto.

Para modificar uma imagem de instalação do Windows 7 é necessário extraí-la, descompactá-la, incorporar as atualizações e recriar o arquivo.

Embora a Microsoft ofereça ferramentas corporativas que ajudam os departamentos de TI a criar imagens de instalação do Windows 7 personalizadas, o processo para os usuários finais é muito mais complexo.

Por sorte há alguns utilitários gratuitos que automatizam boa parte do processo, tornando muito fácil criar um disco de instalação do Windows 7 com o mais recente “service pack” com atualizações já integrado.

E além de integrar o Service Pack 1 ao instalador do Windows 7, vamos criar um pendrive de instalação, que torna o processo muito mais rápido do que seria a partir de um DVD. Com um instalador atualizado e um pendrive rápido, você poderá reinstalar o Windows 7 em questão de minutos.

Atualizando o instalador

Vamos começar juntando as ferramentas necessárias: um pendrive de 4 GB ou mais, um disco de instalação do Windows 7, o instalador do Service Pack 1 e dois utilitários gratuitos.

O prmeiro é o RT Se7en Lite, que fará o trabalho de modificar os arquivos de instalação do sistema, e o segundo é o WinToFlash, do qual já falamos aqui na PCWorld, que irá nos ajudar a criar o pendrive de instalação.

Recomendo que você use um pendrive com mais de 4 GB, pois assim além do instalador do Windows você terá espaço para todos os drivers necessários para seu computador, além dos instaladores de seus aplicativos favoritos.

Ter tudo isso em um mesmo local é outra forma de economizar tempo.

Note que é necessário combinar as versões do Windows 7 e do Service Pack 1. Um DVD de instalação do Windows 7 64-Bit exige o uso da versão 64-Bit do SP1, e não dá para misturar as coisas (sistema de 64-Bit com Service Pack de 32-Bit, e vice-versa).

Além disso, seu PC precisa ter pelo menos 4 GB de espaço em disco livre.

Baixe a versão Beta 2.6.0 (lá no rodapé da página de downloads) do RT Se7en Lite e instale. Se possível desabilite temporariamente seu anti-vírus, já que ele pode interferir no processo de “slipstreaming”, deixando-o mais lento.

Crie uma pasta no seu PC com um nome qualquer (ex: Windows7) e copie para dentro dela todos os arquivos do DVD de instalação.

Depois que a cópia terminar abra o RT Se7en Lite, clique no botão Select OS Path na janela principal e indique a pasta que contém os arquivos que você acabou de copiar.

Uma nova janela irá surgir com uma lista de versões do Windows 7: selecione a correpondente ao seu DVD. Nessa mesma janela marque a opção Slipstream Service Pack e clique em OK.

rt7lite-300px.jpg

RT Se7en Lite: integre os Service Packs ao processo de instalação do Windows

Uma nova janela com opções de Slipstreaming irá surgir. Clique no botão Browse no topo da janela e selecione o instalador do Windows 7 Service Pack 1 que você baixou anteriormente (windows6.1-KB976932-X64.exe, para sistemas de 64-Bit, ou windows6.1-KB976932-X86.exe, para sistemas de 32-Bit). Clique em Start.

O RT Se7en Lite irá começar a integrar o Service Pack 1 aos arquivos de instalação do Windows 7. O processo pode levar um bom tempo, especialmente em máquinas mais lentas.

Em uma máquina de testes com processador quad-core e 8 GB de RAM, demorou cerca de 20 minutos. Em um PC mais modesto, com um processador Core 2 Duo e 4 GB de RAM, levou mais de uma hora.

Quando o RT Se7en Lite reportar que a operação foi concluída com sucesso, clique no botão Exit e feche o programa.

A pasta para onde você copiou o conteúdo do DVD do Windows 7 agora contém um instalador atualizado, já com o Service Pack 1 integrado. Só falta copiar tudo isso para um pendrive.

Criando o pendrive

Para criar o pendrive de instalação basta instalar o Novicorp WinToFlash (gratuito para uso pessoal) e seguir os mesmos passos que detalhamos em um outro artigo que publicado, chamado “Aprenda a instalar o Windows a partir de um pendrive”.

Só há uma pequena diferença: na hora de indicar onde estão os arquivos de instalação do sistema (opção Windows files path: no Windows Setup Transfer Wizard) aponte para a pasta em seu HD com o instalador modificado, em vez de indicar o DVD original do Windows.

Instalando!

Para instalar o Windows basta reiniciar o PC a partir de seu novo pendrive (consulte o manual de seu computador para saber como).

O instalador do Windows 7 irá surgir na tela, como se você estivesse usando o DVD original, com a diferença de que todo o processo será mais rápido.

Quanto tempo dá pra economizar? Em uma de nossas máquinas foram necessários apenas 6 minutos e 35 segundos para ir do início ao fim da instalação.

Usando um DVD original do Windows o mesmo processo levou 14 minutos e 30 segundos, e isso não leva em conta o tempo necessário para baixar e instalar o Service Pack 1, que poderá chegar a várias horas, dependendo de sua conexão à internet.

Fonte: PC World – Acessado em 28/04/2017

Instalar Windows 7 pode ficar mais rápido integrando um Service Pack

Usuários de PCs sabem que, na hora de formatar a máquina e começar do zero, Instalar Windows 7 é apenas uma parte (relativamente rápida) do processo.

É o passo seguinte, o download e instalação de todas as atualizações disponíveis, que geralmente consome a maior parte do tempo, podendo demorar horas dependendo da quantidade de atualizações e velocidade da sua conexão.

Mas dá para ser mais eficiente: neste artigo iremos mostrar como integrar o mais recente pacote de atualizações do Windows 7 (o Service Pack 1) ao instalador do sistema. Assim todo o processo será feito de uma vez só, e você ganha tempo.

Slipstreaming

O processo é baseado em uma técnica conhecida como Slipstreaming, e consiste em integrar as atualizações e service packs aos arquivos de instalação do sistema usando algumas ferramentas do próprio sistema operacional. 

A técnica era fácil de executar no Windows XP e 2000, mas o Windows Vista e Windows 7 usam um novo processo de instalação, baseado em uma imagem de disco, que torna o processo antigo obsoleto.

Para modificar uma imagem de instalação do Windows 7 é necessário extraí-la, descompactá-la, incorporar as atualizações e recriar o arquivo.

Embora a Microsoft ofereça ferramentas corporativas que ajudam os departamentos de TI a criar imagens de instalação do Windows 7 personalizadas, o processo para os usuários finais é muito mais complexo.

Por sorte há alguns utilitários gratuitos que automatizam boa parte do processo, tornando muito fácil criar um disco de instalação do Windows 7 com o mais recente “service pack” com atualizações já integrado.

E além de integrar o Service Pack 1 ao instalador do Windows 7, vamos criar um pendrive de instalação, que torna o processo muito mais rápido do que seria a partir de um DVD. Com um instalador atualizado e um pendrive rápido, você poderá reinstalar o Windows 7 em questão de minutos.

Atualizando o instalador

Vamos começar juntando as ferramentas necessárias: um pendrive de 4 GB ou mais, um disco de instalação do Windows 7, o instalador do Service Pack 1 e dois utilitários gratuitos.

O prmeiro é o RT Se7en Lite, que fará o trabalho de modificar os arquivos de instalação do sistema, e o segundo é o WinToFlash, do qual já falamos aqui na PCWorld, que irá nos ajudar a criar o pendrive de instalação.

Recomendo que você use um pendrive com mais de 4 GB, pois assim além do instalador do Windows você terá espaço para todos os drivers necessários para seu computador, além dos instaladores de seus aplicativos favoritos.

Ter tudo isso em um mesmo local é outra forma de economizar tempo.

Note que é necessário combinar as versões do Windows 7 e do Service Pack 1. Um DVD de instalação do Windows 7 64-Bit exige o uso da versão 64-Bit do SP1, e não dá para misturar as coisas (sistema de 64-Bit com Service Pack de 32-Bit, e vice-versa).

Além disso, seu PC precisa ter pelo menos 4 GB de espaço em disco livre.

Baixe a versão Beta 2.6.0 (lá no rodapé da página de downloads) do RT Se7en Lite e instale. Se possível desabilite temporariamente seu anti-vírus, já que ele pode interferir no processo de “slipstreaming”, deixando-o mais lento.

Crie uma pasta no seu PC com um nome qualquer (ex: Windows7) e copie para dentro dela todos os arquivos do DVD de instalação.

Depois que a cópia terminar abra o RT Se7en Lite, clique no botão Select OS Path na janela principal e indique a pasta que contém os arquivos que você acabou de copiar.

Uma nova janela irá surgir com uma lista de versões do Windows 7: selecione a correpondente ao seu DVD. Nessa mesma janela marque a opção Slipstream Service Pack e clique em OK.

rt7lite-300px.jpg

RT Se7en Lite: integre os Service Packs ao processo de instalação do Windows

Uma nova janela com opções de Slipstreaming irá surgir. Clique no botão Browse no topo da janela e selecione o instalador do Windows 7 Service Pack 1 que você baixou anteriormente (windows6.1-KB976932-X64.exe, para sistemas de 64-Bit, ou windows6.1-KB976932-X86.exe, para sistemas de 32-Bit). Clique em Start.

O RT Se7en Lite irá começar a integrar o Service Pack 1 aos arquivos de instalação do Windows 7. O processo pode levar um bom tempo, especialmente em máquinas mais lentas.

Em uma máquina de testes com processador quad-core e 8 GB de RAM, demorou cerca de 20 minutos. Em um PC mais modesto, com um processador Core 2 Duo e 4 GB de RAM, levou mais de uma hora.

Quando o RT Se7en Lite reportar que a operação foi concluída com sucesso, clique no botão Exit e feche o programa.

A pasta para onde você copiou o conteúdo do DVD do Windows 7 agora contém um instalador atualizado, já com o Service Pack 1 integrado. Só falta copiar tudo isso para um pendrive.

Criando o pendrive

Para criar o pendrive de instalação basta instalar o Novicorp WinToFlash (gratuito para uso pessoal) e seguir os mesmos passos que detalhamos em um outro artigo que publicado, chamado “Aprenda a instalar o Windows a partir de um pendrive”.

Só há uma pequena diferença: na hora de indicar onde estão os arquivos de instalação do sistema (opção Windows files path: no Windows Setup Transfer Wizard) aponte para a pasta em seu HD com o instalador modificado, em vez de indicar o DVD original do Windows.

Instalando!

Para instalar o Windows basta reiniciar o PC a partir de seu novo pendrive (consulte o manual de seu computador para saber como).

O instalador do Windows 7 irá surgir na tela, como se você estivesse usando o DVD original, com a diferença de que todo o processo será mais rápido.

Quanto tempo dá pra economizar? Em uma de nossas máquinas foram necessários apenas 6 minutos e 35 segundos para ir do início ao fim da instalação.

Usando um DVD original do Windows o mesmo processo levou 14 minutos e 30 segundos, e isso não leva em conta o tempo necessário para baixar e instalar o Service Pack 1, que poderá chegar a várias horas, dependendo de sua conexão à internet.

Fonte: PC World – Acessado em 28/04/2017

Ocultar dispositivos e adicionar apelidos a eles

Dicas para usar melhor o Android

No website do Google Play, é possível escolher quais dispositivos serão exibidos nos menus do app. Ao ocultar um dispositivo, não será possível usá-lo para instalar apps usando seu navegador da Web. Ao adicionar um apelido ao dispositivo, você facilita a identificação dele quando instala os apps.

Observação: não é possível remover um dispositivo do histórico de dispositivos do Google Play.

Ocultar dispositivos no Google Play

Se você não for mais o proprietário de um dispositivo ou ele não estiver mais em uso, será possível ocultá-lo para que não seja exibido quando você fizer downloads no navegador do seu computador ou dispositivo móvel:

  1. Em um navegador da Web, acesse Configurações do Google Play.
  2. Em “Visibilidade”, use as caixas de seleção para marcar quais dispositivos serão exibidos nos seus menus.

Adicionar um apelido ao dispositivo

Adicione apelidos aos seus dispositivos para facilitar a identificação. Isso poderá ajudar se você tiver vários dispositivos associados à sua conta.

Para adicionar um apelido ao dispositivo:

  1. Em um navegador da Web, acesse Configurações do Google Play.
  2. Localize o dispositivo ao qual você deseja adicionar um apelido e selecione Editar.
  3. Em “Apelido”, nomeie seu dispositivo no campo de texto que for exibido.
  4. Selecione Atualizar para salvar o apelido do seu dispositivo.

Fonte: Google – Acessado em 26/04/2017

No website do Google Play, é possível escolher quais dispositivos serão exibidos nos menus do app. Ao ocultar um dispositivo, não será possível usá-lo para instalar apps usando seu navegador da Web. Ao adicionar um apelido ao dispositivo, você facilita a identificação dele quando instala os apps.

Observação: não é possível remover um dispositivo do histórico de dispositivos do Google Play.

Ocultar dispositivos no Google Play

Se você não for mais o proprietário de um dispositivo ou ele não estiver mais em uso, será possível ocultá-lo para que não seja exibido quando você fizer downloads no navegador do seu computador ou dispositivo móvel:

  1. Em um navegador da Web, acesse Configurações do Google Play.
  2. Em “Visibilidade”, use as caixas de seleção para marcar quais dispositivos serão exibidos nos seus menus.

Adicionar um apelido ao dispositivo

Adicione apelidos aos seus dispositivos para facilitar a identificação. Isso poderá ajudar se você tiver vários dispositivos associados à sua conta.

Para adicionar um apelido ao dispositivo:

  1. Em um navegador da Web, acesse Configurações do Google Play.
  2. Localize o dispositivo ao qual você deseja adicionar um apelido e selecione Editar.
  3. Em “Apelido”, nomeie seu dispositivo no campo de texto que for exibido.
  4. Selecione Atualizar para salvar o apelido do seu dispositivo.

Fonte: Google – Acessado em 26/04/2017

Dicas para usar melhor o Android

Dicas para usar melhor o Android

Dicas para usar melhor o Android

Confira abaixo dicas para usar melhor o Android. A notícia é antiga e o vídeo também mas as dicas são bem atuais.

Hoje as dicas são para os usuários de Android que crescem em todo o mundo.

Escolhemos alguns recursos interessantes do sistema que talvez você ainda não conheça. A ideia é que todos possam aproveitar ao máximo tudo o que a plataforma oferece; inclusive aqueles truques que pouca gente sabe.

A primeira coisa é sempre cuidar da bateria; afinal, a gente sabe o sentimento quando ela acaba e não temos como recarregar o aparelho.

Quanto mais você usa, e quanto mais aplicativos, mais rápido se vai a bateria. Para salvar energia, ative o widget “Controle de Energia” em uma das áreas de trabalho. É só pressionar e segurar a tela por alguns segundos para que apareça a opção Widgets.

Com o “Controle de Energia”, você ativa atalhos para regular a luminosidade da tela e desativar as conexões Bluetooth, Wi-Fi e o GPS, o que vai lhe salvar algumas horas de uso do seu tablet ou smartphone.

 

A primeira coisa é sempre cuidar da bateria; afinal, a gente sabe o sentimento quando ela acaba e não temos como recarregar o aparelho.

Quanto mais você usa, e quanto mais aplicativos, mais rápido se vai a bateria. Para salvar energia, ative o widget “Controle de Energia” em uma das áreas de trabalho.

Você sabia que além da senha gráfica, também é possível destravar seu Android através de reconhecimento facial? A versão 4.0 do sistema operacional oferece o recurso para alguns aparelhos.

É só pressionar e segurar a tela por alguns segundos para que apareça a opção Widgets. Com o “Controle de Energia”, você ativa atalhos para regular a luminosidade da tela e desativar as conexões Bluetooth, Wi-Fi e o GPS, o que vai lhe salvar algumas horas de uso do seu tablet ou smartphone.

Fonte e vídeo: Olhar Digital – Acessado em 26/04/2017

Dicas para usar melhor o Android

Confira abaixo dicas para usar melhor o Android. A notícia é antiga e o vídeo também mas as dicas são bem atuais.

Hoje as dicas são para os usuários de Android que crescem em todo o mundo.

Escolhemos alguns recursos interessantes do sistema que talvez você ainda não conheça. A ideia é que todos possam aproveitar ao máximo tudo o que a plataforma oferece; inclusive aqueles truques que pouca gente sabe.

A primeira coisa é sempre cuidar da bateria; afinal, a gente sabe o sentimento quando ela acaba e não temos como recarregar o aparelho.

Quanto mais você usa, e quanto mais aplicativos, mais rápido se vai a bateria. Para salvar energia, ative o widget “Controle de Energia” em uma das áreas de trabalho. É só pressionar e segurar a tela por alguns segundos para que apareça a opção Widgets.

Com o “Controle de Energia”, você ativa atalhos para regular a luminosidade da tela e desativar as conexões Bluetooth, Wi-Fi e o GPS, o que vai lhe salvar algumas horas de uso do seu tablet ou smartphone.

 

A primeira coisa é sempre cuidar da bateria; afinal, a gente sabe o sentimento quando ela acaba e não temos como recarregar o aparelho.

Quanto mais você usa, e quanto mais aplicativos, mais rápido se vai a bateria. Para salvar energia, ative o widget “Controle de Energia” em uma das áreas de trabalho.

Você sabia que além da senha gráfica, também é possível destravar seu Android através de reconhecimento facial? A versão 4.0 do sistema operacional oferece o recurso para alguns aparelhos.

É só pressionar e segurar a tela por alguns segundos para que apareça a opção Widgets. Com o “Controle de Energia”, você ativa atalhos para regular a luminosidade da tela e desativar as conexões Bluetooth, Wi-Fi e o GPS, o que vai lhe salvar algumas horas de uso do seu tablet ou smartphone.

Fonte e vídeo: Olhar Digital – Acessado em 26/04/2017

GPOs uteis para utilização rápida e prática

GPOs uteis para utilização rápida e prática

GPOs uteis para utilização rápida e prática

A Group Policy(GPO), é capaz de mudar configurações, restringir ações ou até mesmo distribuir aplicações em seu ambiente de rede. As vantagens são muitas, e podem ser aplicadas em sites, domínios e organizational units(OUs) e algumas GPOs uteis podem ser buscadas e baixadas abaixo.

Se você criou uma OU para cada departamento da sua empresa, poderá então, fazer diferentes configurações de GPO para cada departamento.

Uma das gigantescas tarefas de um administrador de sistemas é gerenciar usuários, grupos e computadores da rede. Imagine você tendo um parque de máquinas com 1500 desktops para gerenciar e precisa mudar uma configuração em todas elas.

A princípio você deve pensar que gastará no mínimo 1 mês para terminar essa tarefa, mas se você estiver em ambiente Windows com Active Directory, essa tarefa não levará mais que alguns minutos através de um recurso chamado Group Policy(GPO).

Alguns exemplos práticos de GPOs:GPOs uteis para utilização rápida e prática

  • PARA BLOQUEAR PROGRAMAS

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Administrative Templates\System
Don’t run specified Windows application (dois cliques)
Clique em Enabled
List of disallowed applications (clique em Show…)
cloque o nome dos arquivos que deseja bloquear por exemplo para bloquear
o MSN coloque msnmsgr.exe
Pode ser bloqueado também *.mp3 *.wav etc…

 

  • PARA IMPEDIR A INSTALAÇÃO DE PROGRAMAS

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Administrative Templates\Control Panel
Você pode escolher as opções abaixo:
Hide the “Add a program from CD-ROM or floppy disk” option (habilita ou desabilita a
instalação de programas via cd-rom ou floppy)
Hide the “Add programs from Microsoft” option (habilita ou desabilita a
instalação de programas via Microsoft)
Hide the “Add programs from your network” option (habilita ou desabilita a
instalação de programas via rede)

  • PARA RESTRINGIR ACESSO A CONTEÚDOS E SITES

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Windows Settings\Internet Explorer Maintenance\Security\
Security Zones and Content Ratings (dois cliques)
Content Ratings
Habilitar Import the current Content Ratings Settings
Clicar em Modify Settings
Ratings ==> Bloqueia por conteúdo
Approved Sites ==> você pode criar uma lista de sites que estão sempre disponíveis ou não disponíveis,
independentemente de como eles são classificados

  • PARA RESTRINGIR ACESSO A INTERNET

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Windows Settings\Internet Explorer Maintenance\Connection\
Proxy Settings (dois cliques)
Marque a opção Enable proxy settings coloque no http: 127.10.1.1 port 3333
Caso queira que algum site seja acessado coloque-o em Exceptions

  • PARA RESTRINGIR ACESSO AO PAINEL DE CONTROLE

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Administrative Templates\Control Panel
Prohibit access to the Control Panel (dois cliques)
Clique em enabled
Caso deseje habilitar somente alguma opção vá em:
Show only specified Control Panel Items (dois cliques)
Clique em Enabled e logo após em Show em Options

  • PARA DEFINIR UM PAPEL DE PAREDE PARA OS USUÁRIOS

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Administrative Templates\Desktop
Desktop Wallpaper (dois cliques)
Clique em Enabled
Em Options Defina o Papel de parede e a forma de apresentação

  • PARA RESTRINGIR O WINDOWS UPDATES

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Administrative Templates\System
Windows Autopmatic Updates (dois cliques)
Clique em Disabled

  • PARA MAPEAR UMA UNIDADE DE DISCO

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Preferences\Windows Settings
Clique com o botão direito em Drive Maps e New Mapped Drive
Action Update
Label as: o caminho do mapeamento
Marque Reconnect
Existing selecione a letra do mapeamento

  • INSTALANDO UMA IMPRESSORA TCP/IP

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Preferences\Control Panel Settings
Clique com o botão direito Printers – New – Tcp/ip
Informe os dados da impressora

  • INSTALANDO UMA IMPRESSORA MAPEADA NA REDE

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Preferences\Control Panel Settings
Clique com o botão direito Printers – New – Shared Printer
Informe os dados da impressora

  • PARA DEFINIR O MENU INICIAR XP OU VISTA

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Preferences\Control Panel Settings
Clique com o botão direito em Start Menu – New –
Defina qual e como será usado

 

Fonte: Thunder Boy  – Acessado em 26/04/2017

GPOs uteis para utilização rápida e prática

A Group Policy(GPO), é capaz de mudar configurações, restringir ações ou até mesmo distribuir aplicações em seu ambiente de rede. As vantagens são muitas, e podem ser aplicadas em sites, domínios e organizational units(OUs) e algumas GPOs uteis podem ser buscadas e baixadas abaixo.

Se você criou uma OU para cada departamento da sua empresa, poderá então, fazer diferentes configurações de GPO para cada departamento.

Uma das gigantescas tarefas de um administrador de sistemas é gerenciar usuários, grupos e computadores da rede. Imagine você tendo um parque de máquinas com 1500 desktops para gerenciar e precisa mudar uma configuração em todas elas.

A princípio você deve pensar que gastará no mínimo 1 mês para terminar essa tarefa, mas se você estiver em ambiente Windows com Active Directory, essa tarefa não levará mais que alguns minutos através de um recurso chamado Group Policy(GPO).

Alguns exemplos práticos de GPOs:GPOs uteis para utilização rápida e prática

  • PARA BLOQUEAR PROGRAMAS

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Administrative Templates\System
Don’t run specified Windows application (dois cliques)
Clique em Enabled
List of disallowed applications (clique em Show…)
cloque o nome dos arquivos que deseja bloquear por exemplo para bloquear
o MSN coloque msnmsgr.exe
Pode ser bloqueado também *.mp3 *.wav etc…

 

  • PARA IMPEDIR A INSTALAÇÃO DE PROGRAMAS

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Administrative Templates\Control Panel
Você pode escolher as opções abaixo:
Hide the “Add a program from CD-ROM or floppy disk” option (habilita ou desabilita a
instalação de programas via cd-rom ou floppy)
Hide the “Add programs from Microsoft” option (habilita ou desabilita a
instalação de programas via Microsoft)
Hide the “Add programs from your network” option (habilita ou desabilita a
instalação de programas via rede)

  • PARA RESTRINGIR ACESSO A CONTEÚDOS E SITES

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Windows Settings\Internet Explorer Maintenance\Security\
Security Zones and Content Ratings (dois cliques)
Content Ratings
Habilitar Import the current Content Ratings Settings
Clicar em Modify Settings
Ratings ==> Bloqueia por conteúdo
Approved Sites ==> você pode criar uma lista de sites que estão sempre disponíveis ou não disponíveis,
independentemente de como eles são classificados

  • PARA RESTRINGIR ACESSO A INTERNET

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Windows Settings\Internet Explorer Maintenance\Connection\
Proxy Settings (dois cliques)
Marque a opção Enable proxy settings coloque no http: 127.10.1.1 port 3333
Caso queira que algum site seja acessado coloque-o em Exceptions

  • PARA RESTRINGIR ACESSO AO PAINEL DE CONTROLE

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Administrative Templates\Control Panel
Prohibit access to the Control Panel (dois cliques)
Clique em enabled
Caso deseje habilitar somente alguma opção vá em:
Show only specified Control Panel Items (dois cliques)
Clique em Enabled e logo após em Show em Options

  • PARA DEFINIR UM PAPEL DE PAREDE PARA OS USUÁRIOS

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Administrative Templates\Desktop
Desktop Wallpaper (dois cliques)
Clique em Enabled
Em Options Defina o Papel de parede e a forma de apresentação

  • PARA RESTRINGIR O WINDOWS UPDATES

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Policies\Administrative Templates\System
Windows Autopmatic Updates (dois cliques)
Clique em Disabled

  • PARA MAPEAR UMA UNIDADE DE DISCO

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Preferences\Windows Settings
Clique com o botão direito em Drive Maps e New Mapped Drive
Action Update
Label as: o caminho do mapeamento
Marque Reconnect
Existing selecione a letra do mapeamento

  • INSTALANDO UMA IMPRESSORA TCP/IP

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Preferences\Control Panel Settings
Clique com o botão direito Printers – New – Tcp/ip
Informe os dados da impressora

  • INSTALANDO UMA IMPRESSORA MAPEADA NA REDE

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Preferences\Control Panel Settings
Clique com o botão direito Printers – New – Shared Printer
Informe os dados da impressora

  • PARA DEFINIR O MENU INICIAR XP OU VISTA

Criar uma GPO
Editar
\User Configuration\Preferences\Control Panel Settings
Clique com o botão direito em Start Menu – New –
Defina qual e como será usado

 

Fonte: Thunder Boy  – Acessado em 26/04/2017

Conversor multiformatos online e para desktop

Conversor multiformatos online e para desktop

 

MediaCoder é um software universal de mídia transcodificação ativamente desenvolvido e mantido desde 2005. Ele reúne a maioria das tecnologias de áudio / vídeo de ponta em uma solução de transcodificação de out-of-box com um rico conjunto de parâmetros ajustáveis ​​que permitem assumir o controle total de sua transcodificação .

Novos recursos e codecs mais recentes são adicionados ou atualizados em base semanal, que você começa tudo de graça! MediaCoder pode não ser o mais fácil, mas o que importa aqui é a qualidade e desempenho, e será o seu canivete suíço para a transcodificação de mídia uma vez que você compreendê-lo.

Formatos Suportados

  • MP3, Vorbis, LC-AAC, HE-AAC, Opus, AC-3, MPEG Audio, MusePack, Speex, AMR, Windows Media Audio, ADPCM, mp3PRO
  • FLAC, WavPack, Monkey’s Audio, OptimFrog, ALAC, TTA, PCM
  • H.264/AVC, H.265/HEVC, VP8/VP9, MPEG 1/2/4, Flash Video, XviD, DivX, Theora, Dirac, H.263, RealVideo, Windows Media Video, Huffyuv, MJPEG
  • MP4, WebM, F4V, FLV, Matroska, AVI, MPEG-PS, MPEG-TS, ASF, MTS/M2TS/AVCHD, Quicktime/MOV, PMP, RealMedia, OGM
  • Bluray, DVD, VCD, SVCD, CD, CUESheet, HTTP, FTP, RTSP, UDP

Conversor multiformatos online e para desktop

 

 

MediaCoder é um software universal de mídia transcodificação ativamente desenvolvido e mantido desde 2005. Ele reúne a maioria das tecnologias de áudio / vídeo de ponta em uma solução de transcodificação de out-of-box com um rico conjunto de parâmetros ajustáveis ​​que permitem assumir o controle total de sua transcodificação .

Novos recursos e codecs mais recentes são adicionados ou atualizados em base semanal, que você começa tudo de graça! MediaCoder pode não ser o mais fácil, mas o que importa aqui é a qualidade e desempenho, e será o seu canivete suíço para a transcodificação de mídia uma vez que você compreendê-lo.

Formatos Suportados

  • MP3, Vorbis, LC-AAC, HE-AAC, Opus, AC-3, MPEG Audio, MusePack, Speex, AMR, Windows Media Audio, ADPCM, mp3PRO
  • FLAC, WavPack, Monkey’s Audio, OptimFrog, ALAC, TTA, PCM
  • H.264/AVC, H.265/HEVC, VP8/VP9, MPEG 1/2/4, Flash Video, XviD, DivX, Theora, Dirac, H.263, RealVideo, Windows Media Video, Huffyuv, MJPEG
  • MP4, WebM, F4V, FLV, Matroska, AVI, MPEG-PS, MPEG-TS, ASF, MTS/M2TS/AVCHD, Quicktime/MOV, PMP, RealMedia, OGM
  • Bluray, DVD, VCD, SVCD, CD, CUESheet, HTTP, FTP, RTSP, UDP

Conversor multiformatos online e para desktop

 

Músicas sem Direitos Autorais

Músicas sem Direitos Autorais

Músicas sem Direito Autoral

[caption id="attachment_513" align="alignleft" width="300"]Músicas sem Direitos Autorais paul-david-hewson-434928_640[/caption]

Direito autoral é um conjunto de prerrogativas conferidas por lei à pessoa física ou jurídica criadora da obra intelectual, para que ela possa gozar dos benefícios morais e patrimoniais resultantes da exploração de suas criações. O direito autoral está regulamentado pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98) e protege as relações entre o criador e quem utiliza suas criações artísticas, literárias ou científicas, tais como textos, livros, pinturas, esculturas, músicas, fotografias etc.

Os direitos autorais são divididos, para efeitos legais, em direitos morais e patrimoniais. 
Os direitos morais asseguram a autoria da criação ao autor da obra intelectual, no caso de obras protegidas por direito de autor. Já os direitos patrimoniais são aqueles que se referem principalmente à utilização econômica da obra intelectual. É direito exclusivo do autor utilizar sua obra criativa da maneira que quiser, bem como permitir que terceiros a utilizem, total ou parcialmente. 
Confira abaixo uma lista de sites que disponibilizam músicas sem direito autoral e baixe e/ou utilize sem infringir as leis vigentes.

 

  1. Jamendo

    Jamendo é uma comunidade de música online onde os artistas postam suas músicas livres de direitos nos termos de uma licença Creative Commons. Jamendo é gratuito e nem precisa de registro para baixar músicas. Os tópicos estão disponíveis nos formatos MP3 e OGG, e você pode fazer download de qualquer música através de link para o seu endereço de e-mail ou usando redes de intercâmbio P2P. Se você precisar usar a música para fins comerciais, pode fazê-lo tornando-se um membro do plano pro Jamendo, onde paga uma taxa de juro variável para ter acesso irrestrito a todos os circuitos em termos de projeto multimídia.
    http://www.jamendo.com/

  2. Opsound

    Opsound é um serviço de música gratuito, onde você pode fazer o download grátis de músicas sem registro. Todas as músicas apresentadas por artistas independentes são licenciadas sob uma licença Creative Commons e também estão disponíveis para uso comercial. Note-se que o Opsound incentiva fortemente a utilização comercial das faixas no site de acordo com a regulamentação do próprio artista. Os downloads estão disponíveis tanto no formato MP3 como OGG. Não disponibiliza conta pro.
    http://opsound.org/

  3. Dig.ccMixter

    Dig.ccMixter é um serviço onde você pode navegar pela comunidade musical ccMixter, oferecendo uma vasta seleção de música livre de direitos autorais sob uma licença Creative Commons. Você pode encontrar e baixar gratuitamente faixas de música em MP3, quer para uso pessoal como comercial. Na janela de download, você também pode acessar os arquivos de projetos licenciados pela CC ou fazer as amostras de ferramentas exclusivas que pode usar para criar seus próprios remixes ou projetos musicais. O registro não é necessário para baixar as músicas. Não disponibiliza conta pro.
    http://dig.ccmixter.org/

  4. Royalty Free Music Library

    The Royalty Free Music Library é um grande arquivo de música gratuito de música livre de direitos que você pode comprar e baixar para usar em suas produções de vídeo. As canções custam $ 39.99 cada, mas os descontos estão disponíveis, se você comprar várias faixas de música. Cada canção disponível em formato MP3 é abertamente licenciada para uso em projetos de áudio e video, mas não deve ser compartilhada, transferida ou vendida. A inscrição para o site é obrigatória para comprar as músicas. Não disponibiliza conta pro.
    http://www.royaltyfreemusiclibrary.com/

  5. Free Music Archive

    The Free Music Archive é um recurso royalty-free music na internet onde você pode baixar músicas gratuitamente e sem restrições para ilustrar projetos multimídia, como vídeo clipes. Você também pode compartilhar todas as faixas musicais que baixar, mas não tem permissão para remixar ou vender. O uso comercial não é permitido. O registro não é necessário para baixar as músicas, que são distribuídas no formato de arquivo MP3. Sem conta Pro disponível também.
    http://freemusicarchive.org/

  6. MagnaTune

    MagnaTune é um arquivo de música livre de direitos, onde você pode comprar e baixar música livre e independente a partir de uma taxa de US $ 15/mês. Você pode usar todas as faixas musicais disponíveis na Magnatune para complementar os seus vídeos e clips também publicados online. Você só é obrigado a fornecer a atribuição ao autor original, quando faz o upload do vídeo. As músicas estão disponíveis em um dos seguintes formatos: MP3, WAV, OGG, VBR, AAC e FLAC. O uso comercial também é permitido, basta escolher a licença correta, baixando sua música. É necessário registrar-se para comprar e baixar as faixas de áudio. Não disponibiliza conta Pro.
    http://magnatune.com/

  7. AudioJungle

    AudioJungle é um serviço da música livre de direitos, onde você pode comprar e baixar músicas grátis para usar em seus videoclipes. Existem faixas de música baratas disponíveis por até $1. A licença regular AudioJungle permite a você usar músicas em seus projetos musicais de vídeo, mas não revender qualquer uma das faixas ou clips de vídeo, onde as faixas são oferecidas. Se você precisa de uma licença comercial, deve mudar para uma licença estendida (os preços variam, dependendo da faixa de música que escolher). Todos os arquivos de áudio estão disponíveis no formato de arquivo MP3. A inscrição é obrigatória.
    http://audiojungle.net/

  8. Music Bakery

    Music Bakery é um arquivo de royalty-free music, onde você pode comprar e baixar músicas de artistas independentes. As músicas começam a partir de $ 29 cada e estão disponíveis em formato MP3. Cada música que você compra pode ser utilizada livremente os clipes de vídeo originais ou outros projetos multimídia. O uso comercial também é permitido. A inscrição para o site permite comprar canções. A conta pro não está disponível.
    http://musicbakery.com/

  9. NeoSounds

    NeoSounds é uma vasta biblioteca de músicas royalty-free e efeitos sonoros que você pode comprar e fazer download de trabalhos multimídia, como clips de vídeo. As músicas são todas produzidas por músicos profissionais e produtores. As músicas começam em $ 4,95 cada e estão disponíveis no formato MP3. O uso comercial, se o seu vídeo vender menos de 10.000 cópias também é permitido. O registro é obrigado para comprar músicas livres de direitos na NeoSounds. Não disponibiliza conta pro.
    http://www.neosounds.com/

  10. PremiumBeat

    PremiumBeat é um serviço que oferece gratuitamente músicas sem direitos autorais ou restrição para compra e download. Os preços começam em 29,95 dólares por música em formato MP3. Todas as músicas pertencem a compositores profissionais e artistas. Existem quatro tipos de licenças disponíveis, mas a primeira, standard, é suficiente para conceder o direito de fazer upload e postar seus vídeos em um site de partilha. Nenhum uso comercial é permitido. As contas Pro não estão disponíveis e o registro é obrigatório para todas as compras.
    http://www.premiumbeat.com/

Fonte:Dicas do Fábio – Acessado em 26/04/2017

Músicas sem Direito Autoral

Direito autoral é um conjunto de prerrogativas conferidas por lei à pessoa física ou jurídica criadora da obra intelectual, para que ela possa gozar dos benefícios morais e patrimoniais resultantes da exploração de suas criações. O direito autoral está regulamentado pela Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98) e protege as relações entre o criador e quem utiliza suas criações artísticas, literárias ou científicas, tais como textos, livros, pinturas, esculturas, músicas, fotografias etc.

Os direitos autorais são divididos, para efeitos legais, em direitos morais e patrimoniais. 
Os direitos morais asseguram a autoria da criação ao autor da obra intelectual, no caso de obras protegidas por direito de autor. Já os direitos patrimoniais são aqueles que se referem principalmente à utilização econômica da obra intelectual. É direito exclusivo do autor utilizar sua obra criativa da maneira que quiser, bem como permitir que terceiros a utilizem, total ou parcialmente. 
Confira abaixo uma lista de sites que disponibilizam músicas sem direito autoral e baixe e/ou utilize sem infringir as leis vigentes.

 

  1. Jamendo

    Jamendo é uma comunidade de música online onde os artistas postam suas músicas livres de direitos nos termos de uma licença Creative Commons. Jamendo é gratuito e nem precisa de registro para baixar músicas. Os tópicos estão disponíveis nos formatos MP3 e OGG, e você pode fazer download de qualquer música através de link para o seu endereço de e-mail ou usando redes de intercâmbio P2P. Se você precisar usar a música para fins comerciais, pode fazê-lo tornando-se um membro do plano pro Jamendo, onde paga uma taxa de juro variável para ter acesso irrestrito a todos os circuitos em termos de projeto multimídia.
    http://www.jamendo.com/

  2. Opsound

    Opsound é um serviço de música gratuito, onde você pode fazer o download grátis de músicas sem registro. Todas as músicas apresentadas por artistas independentes são licenciadas sob uma licença Creative Commons e também estão disponíveis para uso comercial. Note-se que o Opsound incentiva fortemente a utilização comercial das faixas no site de acordo com a regulamentação do próprio artista. Os downloads estão disponíveis tanto no formato MP3 como OGG. Não disponibiliza conta pro.
    http://opsound.org/

  3. Dig.ccMixter

    Dig.ccMixter é um serviço onde você pode navegar pela comunidade musical ccMixter, oferecendo uma vasta seleção de música livre de direitos autorais sob uma licença Creative Commons. Você pode encontrar e baixar gratuitamente faixas de música em MP3, quer para uso pessoal como comercial. Na janela de download, você também pode acessar os arquivos de projetos licenciados pela CC ou fazer as amostras de ferramentas exclusivas que pode usar para criar seus próprios remixes ou projetos musicais. O registro não é necessário para baixar as músicas. Não disponibiliza conta pro.
    http://dig.ccmixter.org/

  4. Royalty Free Music Library

    The Royalty Free Music Library é um grande arquivo de música gratuito de música livre de direitos que você pode comprar e baixar para usar em suas produções de vídeo. As canções custam $ 39.99 cada, mas os descontos estão disponíveis, se você comprar várias faixas de música. Cada canção disponível em formato MP3 é abertamente licenciada para uso em projetos de áudio e video, mas não deve ser compartilhada, transferida ou vendida. A inscrição para o site é obrigatória para comprar as músicas. Não disponibiliza conta pro.
    http://www.royaltyfreemusiclibrary.com/

  5. Free Music Archive

    The Free Music Archive é um recurso royalty-free music na internet onde você pode baixar músicas gratuitamente e sem restrições para ilustrar projetos multimídia, como vídeo clipes. Você também pode compartilhar todas as faixas musicais que baixar, mas não tem permissão para remixar ou vender. O uso comercial não é permitido. O registro não é necessário para baixar as músicas, que são distribuídas no formato de arquivo MP3. Sem conta Pro disponível também.
    http://freemusicarchive.org/

  6. MagnaTune

    MagnaTune é um arquivo de música livre de direitos, onde você pode comprar e baixar música livre e independente a partir de uma taxa de US $ 15/mês. Você pode usar todas as faixas musicais disponíveis na Magnatune para complementar os seus vídeos e clips também publicados online. Você só é obrigado a fornecer a atribuição ao autor original, quando faz o upload do vídeo. As músicas estão disponíveis em um dos seguintes formatos: MP3, WAV, OGG, VBR, AAC e FLAC. O uso comercial também é permitido, basta escolher a licença correta, baixando sua música. É necessário registrar-se para comprar e baixar as faixas de áudio. Não disponibiliza conta Pro.
    http://magnatune.com/

  7. AudioJungle

    AudioJungle é um serviço da música livre de direitos, onde você pode comprar e baixar músicas grátis para usar em seus videoclipes. Existem faixas de música baratas disponíveis por até $1. A licença regular AudioJungle permite a você usar músicas em seus projetos musicais de vídeo, mas não revender qualquer uma das faixas ou clips de vídeo, onde as faixas são oferecidas. Se você precisa de uma licença comercial, deve mudar para uma licença estendida (os preços variam, dependendo da faixa de música que escolher). Todos os arquivos de áudio estão disponíveis no formato de arquivo MP3. A inscrição é obrigatória.
    http://audiojungle.net/

  8. Music Bakery

    Music Bakery é um arquivo de royalty-free music, onde você pode comprar e baixar músicas de artistas independentes. As músicas começam a partir de $ 29 cada e estão disponíveis em formato MP3. Cada música que você compra pode ser utilizada livremente os clipes de vídeo originais ou outros projetos multimídia. O uso comercial também é permitido. A inscrição para o site permite comprar canções. A conta pro não está disponível.
    http://musicbakery.com/

  9. NeoSounds

    NeoSounds é uma vasta biblioteca de músicas royalty-free e efeitos sonoros que você pode comprar e fazer download de trabalhos multimídia, como clips de vídeo. As músicas são todas produzidas por músicos profissionais e produtores. As músicas começam em $ 4,95 cada e estão disponíveis no formato MP3. O uso comercial, se o seu vídeo vender menos de 10.000 cópias também é permitido. O registro é obrigado para comprar músicas livres de direitos na NeoSounds. Não disponibiliza conta pro.
    http://www.neosounds.com/

  10. PremiumBeat

    PremiumBeat é um serviço que oferece gratuitamente músicas sem direitos autorais ou restrição para compra e download. Os preços começam em 29,95 dólares por música em formato MP3. Todas as músicas pertencem a compositores profissionais e artistas. Existem quatro tipos de licenças disponíveis, mas a primeira, standard, é suficiente para conceder o direito de fazer upload e postar seus vídeos em um site de partilha. Nenhum uso comercial é permitido. As contas Pro não estão disponíveis e o registro é obrigatório para todas as compras.
    http://www.premiumbeat.com/

Fonte:Dicas do Fábio – Acessado em 26/04/2017

Casa Nova

Casa Nova

Bem amigos!

Após vários problemas com meu provedor de hospedagem e a perda de meu banco de dados com todas as postagens, resolvi começar do zero agora de casa nova.

A Escolha da melhor hospedagem deve ser cuidadosamente escolhida seguindo alguns critérios:

Capacidade de armazenamento

Todo site é composto de dados que possuem um peso em algum disco rígido. Para que você consiga exibir todas as suas informações adequadamente, vai precisar de espaço de armazenamento que se encaixe às suas necessidades.

Se você vai lidar com a publicação de arquivos muito pesados, como imagens em alta resolução e grande quantidade de páginas, talvez seja melhor escolher a hospedagem com mais espaço.

Confiabilidade

Independentemente da sua escolha de banda e armazenamento, você fica à mercê da capacidade dos servidores da empresa que você escolheu.

É muito importante contar com um site online por todo o tempo, então observe os uptime scores dos serviços avaliados ao escolher a hospedagem.

Boas taxas contam com números de 99,5% — ou mais. Para ter certeza, pesquise avaliações sobre os serviços considerados que destaquem esse indicador.

Número esperado de acessos

A quantidade de banda reservada para o seu site pode mudar bastante dependendo de qual for a sua decisão ao escolher a hospedagem. Diversos serviços especificam essa variável ao destacar seus planos e você deve avaliar qual sua necessidade.

Sites com tráfego muito intenso precisam de mais banda para processar todos os acessos sem cair. Por outro lado, se a sua realidade é outra, pode optar por aqueles com menos banda.

Serviços extras oferecidos

Cada vez mais os serviços de hospedagem buscam conquistar mais clientes ao oferecer possibilidades extras juntamente com os servidores. Pode ser que você economize bastante ao concentrar múltiplas funcionalidades em um único lugar.

Isso pode variar muito: desde um sistema para auxiliar no registro de domínios até a capacidade de instalar gerenciadores de conteúdo como o WordPress automaticamente para você.

É comum procurar planos de hospedagem compartilhada que ofereça uma boa quantidade de espaço em disco.

Normalmente o espaço disponível parte de 50 GB até ilimitado. Esse espaço disponibilizado pelo plano costuma gerar grande preocupação, com isso os planos mais vendidos são aqueles que oferecem 100 GB ou mais de espaço para armazenar arquivos do site.

Espaço em Disco

Apesar de haver essa preocupação (muitas vezes exagerada!) e as empresas disponibilizarem uma grande quantidade de espaço, o espaço que realmente é usado pelo usuário não costuma ultrapassar 1 GB.

É importante lembrar que na hospedagem compartilhada o espaço em disco é preenchido por scripts, imagens e outros arquivos necessários para o funcionamento do site.

Por esse motivo, é possível afirmar que 5 GB de espaço são suficientes para a grande maioria das pessoas. Apesar disto, no mercado nós vemos serviços de hospedagem que oferecem pelo menos 10 vezes esse tamanho.

veja outros pontos importantes ao escolher uma boa hospedagem: Sobre a empresa de hospedagem Reputação no mercado

  • Qual é a opinião dos clientes e o tamanho da empresa?
  • Suporte – quais os canais e horário de atendimento? Há suporte em português?
  • Gerenciamento – o painel de controle é em português?
  • Garantias – a empresa oferece reembolso, caso o caso o cliente fique insatisfeito?
  • Uptime – a empresa oferece uma garantia de disponibilidade do servidor acima de 99,5%?
  • Espaço em disco – qual o espaço em disco oferecido no plano?
  • Transferência de dados – qual o limite de tráfego do plano?
  • Plataforma – é oferecida hospedagem Linux ou Windows?
  • E-mail – quantas contas de e-mail e qual o espaço para armazenamento em cada conta?
  • Extras – há construtor de sites? E recursos, como SSL privado e IP dedicado?

Após muita procura em sites de reclamações, fóruns e outras fontes especializadas no assunto, escolhi a Godaddy.

Go Daddy é uma empresa registradora de domínios e hospedeira de sites. Em 2010 alcançou 40 milhões de domínios sobre sua administração. A empresa Go Daddy é atualmente a maior organização registradora de domínios do mundo, conforme a ICANN.

Go Daddy foi fundada em 1997 por Bob Parsons com o nome de Jomax Technologies. Em 1999 o nome da empresa foi alterado para Go Daddy que permanece até os dias atuais.

Casa Nova

 

Bem amigos!

Após vários problemas com meu provedor de hospedagem e a perda de meu banco de dados com todas as postagens, resolvi começar do zero agora de casa nova.

A Escolha da melhor hospedagem deve ser cuidadosamente escolhida seguindo alguns critérios:

Capacidade de armazenamento

Todo site é composto de dados que possuem um peso em algum disco rígido. Para que você consiga exibir todas as suas informações adequadamente, vai precisar de espaço de armazenamento que se encaixe às suas necessidades.

Se você vai lidar com a publicação de arquivos muito pesados, como imagens em alta resolução e grande quantidade de páginas, talvez seja melhor escolher a hospedagem com mais espaço.

Confiabilidade

Independentemente da sua escolha de banda e armazenamento, você fica à mercê da capacidade dos servidores da empresa que você escolheu.

É muito importante contar com um site online por todo o tempo, então observe os uptime scores dos serviços avaliados ao escolher a hospedagem.

Boas taxas contam com números de 99,5% — ou mais. Para ter certeza, pesquise avaliações sobre os serviços considerados que destaquem esse indicador.

Número esperado de acessos

A quantidade de banda reservada para o seu site pode mudar bastante dependendo de qual for a sua decisão ao escolher a hospedagem. Diversos serviços especificam essa variável ao destacar seus planos e você deve avaliar qual sua necessidade.

Sites com tráfego muito intenso precisam de mais banda para processar todos os acessos sem cair. Por outro lado, se a sua realidade é outra, pode optar por aqueles com menos banda.

Serviços extras oferecidos

Cada vez mais os serviços de hospedagem buscam conquistar mais clientes ao oferecer possibilidades extras juntamente com os servidores. Pode ser que você economize bastante ao concentrar múltiplas funcionalidades em um único lugar.

Isso pode variar muito: desde um sistema para auxiliar no registro de domínios até a capacidade de instalar gerenciadores de conteúdo como o WordPress automaticamente para você.

É comum procurar planos de hospedagem compartilhada que ofereça uma boa quantidade de espaço em disco.

Normalmente o espaço disponível parte de 50 GB até ilimitado. Esse espaço disponibilizado pelo plano costuma gerar grande preocupação, com isso os planos mais vendidos são aqueles que oferecem 100 GB ou mais de espaço para armazenar arquivos do site.

Espaço em Disco

Apesar de haver essa preocupação (muitas vezes exagerada!) e as empresas disponibilizarem uma grande quantidade de espaço, o espaço que realmente é usado pelo usuário não costuma ultrapassar 1 GB.

É importante lembrar que na hospedagem compartilhada o espaço em disco é preenchido por scripts, imagens e outros arquivos necessários para o funcionamento do site.

Por esse motivo, é possível afirmar que 5 GB de espaço são suficientes para a grande maioria das pessoas. Apesar disto, no mercado nós vemos serviços de hospedagem que oferecem pelo menos 10 vezes esse tamanho.

veja outros pontos importantes ao escolher uma boa hospedagem: Sobre a empresa de hospedagem Reputação no mercado

  • Qual é a opinião dos clientes e o tamanho da empresa?
  • Suporte – quais os canais e horário de atendimento? Há suporte em português?
  • Gerenciamento – o painel de controle é em português?
  • Garantias – a empresa oferece reembolso, caso o caso o cliente fique insatisfeito?
  • Uptime – a empresa oferece uma garantia de disponibilidade do servidor acima de 99,5%?
  • Espaço em disco – qual o espaço em disco oferecido no plano?
  • Transferência de dados – qual o limite de tráfego do plano?
  • Plataforma – é oferecida hospedagem Linux ou Windows?
  • E-mail – quantas contas de e-mail e qual o espaço para armazenamento em cada conta?
  • Extras – há construtor de sites? E recursos, como SSL privado e IP dedicado?

Após muita procura em sites de reclamações, fóruns e outras fontes especializadas no assunto, escolhi a Godaddy.

Go Daddy é uma empresa registradora de domínios e hospedeira de sites. Em 2010 alcançou 40 milhões de domínios sobre sua administração. A empresa Go Daddy é atualmente a maior organização registradora de domínios do mundo, conforme a ICANN.

Go Daddy foi fundada em 1997 por Bob Parsons com o nome de Jomax Technologies. Em 1999 o nome da empresa foi alterado para Go Daddy que permanece até os dias atuais.

Casa Nova

 

close
Fonte +-
Contrast